search
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Policial federal é morto em favela na Zona Oeste do Rio

Notícias

Polícia

Policial federal é morto em favela na Zona Oeste do Rio


Um policial federal morreu após trocar tiros e ser baleado na Favela do Rola, em Santa Cruz, Zona Oeste do Rio. O crime aconteceu na tarde desta quinta-feira (13) e o homem foi atingido dentro de uma viatura descaracterizada, uma Mitsubishi L200 preta.

O carro onde o policial estava foi pichado com as iniciais da maior facção criminosa do Rio. Desde outubro de 2018, milicianos assumiram o comando da favela, que antes era dominada pela quadrilha de traficantes.

Em um dos vidros da viatura, foi escrita a frase “Vai morrer”. O veículo foi deixado pelos criminosos na Rua São Lourenço, em Antares.

 (Foto: Reprodução Internet)
(Foto: Reprodução Internet)
Outro agente, que também trocou tiro com os criminosos, conseguiu fugir e se esconder numa casa na favela. Ele foi encontrado por policiais militares em estado de choque.

O policial morto foi identificado como Ronaldo Heeren, e outro agente é Plínio Ricciardi. Ambos trabalhavam no Núcleo de Operações da Delegacia de Combate ao Crime Organizado (Delecor).

Em nota, a Polícia Federal lamentou a morte do agente e informou que ele trabalhava na Superintendência Regional da corporação no Rio. No comunicado, A PF também afirmou que o policial foi morto quando realizava uma diligência na comunidade.


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados