Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Homem agride companheira e dá soco em bebê de dois meses

| 18/08/2021 16:39 h | Atualizado em 18/08/2021, 16:53

Imagem ilustrativa da imagem Homem agride companheira e dá soco em bebê de dois meses

Um bebê de apenas 2 meses de idade levou um soco do pai, 33. A agressão aconteceu enquanto o suspeito batia na mulher, que estava com o filho no colo. O crime aconteceu no bairro Jardim Campo Grande, em Cariacica, no final da noite de terça-feira (17).

Os policiais foram acionados por vizinhos. Quando chegaram até a casa, já deram de cara com o criminoso tentando invadir um imóvel vizinho pela janela. Ele tentou fugir quando viu os policiais, mas foi capturado. Os militares precisaram usar até spray de pimenta para conter o suspeito, que estava muito alterado.

Depois que os policiais conseguiram prendê-lo, a mulher dele, de 31 anos, começou a contar o que tinha acontecido.

Ela relatou que, durante a noite, o marido chegou em casa e começou a beber. Já alterado, ele tentou agredir a mulher. Eles discutiram e ela resolveu dar um basta, dizendo que não aceitaria mais apanhar dele e que era para o marido arrumar as coisas e ir embora.

Ainda no depoimento à polícia, a mulher contou que, nesse momento, o homem jogou um celular na testa dela e deu vários socos em seu rosto, fazendo ameaças de morte.

Por sorte, uma vizinha ligou para a vítima, pedindo uma bombinha de asma. Quando foi buscar, viu os hematomas na testa da mulher e perguntou o que tinha acontecido.

A mulher respondeu e o marido foi para cima dela novamente, dando socos. O bebê do casal estava no colo da mãe e também foi atingido. Mesmo com o filho chorando, o pai pegou uma faca e disse que ia matar todo mundo.

Com medo, a vítima correu para a casa da vizinha e se escondeu. O homem foi atrás e pegou uma pedra para quebrar a janela e poder invadir o local, momento em que a polícia chegou.

O bebê foi levado para o Hospital Infantil, em Vitória. Ele passou por exames, que não acusaram nenhuma lesão grave. Mesmo assim, decidiram mantê-lo em observação.

O agressor foi levado para o Plantão Especializado da Mulher (PEM). Até o fechamento desta edição, a Polícia Civil não tinha informado sobre a autuação dele.

Ficamos felizes em tê-lo como nosso leitor! Assine para continuar aproveitando nossos conteúdos exclusivos: Assinar Já é assinante? Acesse para fazer login

Quer receber as últimas notícias do Tribuna online? Entre agora em um de nossos grupos de Whatsapp

MATÉRIAS RELACIONADAS