Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Clima de revolta durante velório e enterro na Serra

O motorista de aplicativo Marcelo Elias de Souza foi morto na última quarta-feira, na Serra

Jornal A Tribuna | 04/03/2022 17:22 h

Comoção em enterro na Serra
Comoção em enterro na Serra |  Foto: Jaciele Simoura
 

O clima no velório e sepultamento do motorista de aplicativo Marcelo Elias de Souza foi de revolta e dor.

O sepultamento aconteceu no cemitério de Carapina, na Serra, no fim da tarde de quinta-feira, 3. 

Amigos e familiares presentes contaram que o homem sempre foi conhecido como trabalhador, batalhador e que evitava qualquer tipo de briga.

No condomínio onde morava, em Morada de Laranjeiras, na Serra, vizinhos relataram que, no fim da tarde de quarta-feira, 2, a vítima se despediu de amigos e disse que começaria os trabalhos à noite.

“Logo depois, veio a notícia que ele foi morto. Foi uma crueldade com uma pessoa boa como ele. Marcelo era alegria por onde passava”, afirmou um amigo, que preferiu não se identificar.

A ex-cunhada de Marcelo, Regina Pinheiro, de 55 anos, contou que o motorista nunca deixou de ser uma pessoa íntegra.

“Um homem de coração muito bom. Muito trabalhador, batalhava muito e você não ouvia falar sobre ele estar envolvido em discussões. Não dá para entender como pôde ter acontecido. É de uma grande violência ”, contou Regina. 

Os amigos não acreditam na versão dada pelo acusado, de que Marcelo teria tentado jogar o carro para cima do pai.

“Infelizmente, o motorista de aplicativo vive uma insegurança, mas não pode deixar de trabalhar.  Tiraram a vida de um pai de família”, relatou um amigo.   

Ficamos felizes em tê-lo como nosso leitor! Assine para continuar aproveitando nossos conteúdos exclusivos: Assinar Já é assinante? Acesse para fazer login

Quer receber as últimas notícias do Tribuna online? Entre agora em um de nossos grupos de Whatsapp

MATÉRIAS RELACIONADAS