X

Olá, faça o seu cadastro para ter acesso a este conteúdo

*Você não será cobrado

Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Após denúncia de maus-tratos, delegacia vai ouvir dona de creche para cães

| 15/10/2020 10:13 h

Cão é segurado pelo pescoço e depois solto
Cão é segurado pelo pescoço e depois solto |  Foto: Reprodução de vídeo
A Delegacia de Meio Ambiente deve ouvir nesta quinta-feira (15) a dona da creche para animais onde dois cachorros teriam sido agredidos por um ex-funcionário.

Além da empresária, a tutora de um dos cães também vai depor. A expectativa é de que o ex-funcionário acusado das agressões seja ouvido na delegacia.

Entenda o caso

O ex-funcionário de uma creche para animais em Vila Velha foi acusado de agredir dois cães que frequentam o local.

Dois vídeos que circularam nas redes sociais na terça-feira (13) seriam do rapaz segurando um dos animais pelo pescoço e atirando um brinquedo em outro.

A proprietária do local, Lorença Ferreira, registrou um boletim de ocorrência na 2ª Delegacia Regional do município na noite de terça contra o ex-funcionário.

Ela afirmou para a polícia que o rapaz trabalhou no local durante um mês. O acusado foi demitido há duas semanas.

A creche alegou que o homem foi indicado por duas pessoas conhecidas e passou por um período de experiência na empresa.

“Tivemos problemas com ele por vários motivos, mas nunca imaginamos que ele teria coragem de fazer uma coisa dessas”, afirmou a proprietária do estabelecimento em uma série de vídeos nas redes sociais.

Por meio de nota enviada na quarta (14), a Polícia Civil informou que "o caso foi registrado ontem na 2ª Delegacia Regional de Vila Velha, e será encaminhado para Delegacia de Proteção ao Meio Ambiente e Patrimônio Cultural (DPMAPC) para apuração dos fatos. Para que a apuração seja preservada, nenhuma outra informação será repassada.

Cadela sai correndo após ex-funcionário atirar brinquedo
Cadela sai correndo após ex-funcionário atirar brinquedo |  Foto: Reprodução de vídeo
A PCES destaca que a população pode auxiliar na investigação por meio do telefone 181. O Disque-Denúncia é uma ferramenta segura, onde não é necessário se identificar para denunciar. Todas as informações recebidas são investigadas. As informações ao Disque-Denúncia ainda podem ser enviadas por meio do site, onde é possível anexar imagens e vídeos de ações criminosas".

Veja mais:

Creche para pets foi autuada por não ter veterinário
 

Quer receber as últimas notícias do Tribuna online? Entre agora em um de nossos grupos de Whatsapp

Quer receber as últimas notícias do Tribuna online? Entre agora em nosso grupo do Telegram

MATÉRIAS RELACIONADAS