Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Polícia procura por mãe que abandonou bebê em terreno baldio

Notícias

Polícia

Polícia procura por mãe que abandonou bebê em terreno baldio


A Polícia Civil está à procura da mulher que abandonou uma recém-nascida em um terreno baldio de Marataízes, no Sul do Estado. A menina estava nua, dentro de uma caixa, e foi encontrada por uma mulher, no domingo (9) pela manhã.

O caso está sendo investigado pela Delegacia de Polícia de Marataízes. Segundo o titular da unidade, Renato Barcellos Perin, diligências estão em andamento nas proximidades do local onde a criança foi encontrada e testemunhas estão sendo ouvidas.

De acordo com a ocorrência da Polícia Militar, a recém-nascida estava em um terreno baldio próximo à Praia do Xodó. Uma mulher caminhava pela rua quando ouviu o choro do bebê.

A mulher relatou aos conselheiros tutelares que a menina ainda estava envolta em restos de placenta. Ela explicou que prestou os primeiros atendimentos à criança, a alimentou e, em seguida, a levou ao hospital Menino Jesus, no distrito de Itaipava, em Itapemirim.

De acordo com o hospital, a menina teve alta na terça-feira (11) e foi entregue ao Conselho Tutelar. No entanto, o Conselho informou que a criança continua internada, mas não revelou em qual hospital.

Segundo a atendente do conselho, que pediu para não ser identificada, o processo foi encaminhado à Vara da Infância e Juventude da Promotoria de Justiça e da Justiça de Marataízes.

“Acreditamos que o bebê não tenha sido deixado à noite, mas pela manhã, pois não sei se sobreviveria ao frio. Foi um milagre de Deus, uma vitória que essa criança teve”, destacou a conselheira.

A Polícia Civil pede a colaboração da população para encontrar a mãe da criança e informa que qualquer contribuição pode ser feita pelo Disque-Denúncia 181 ou pelo disquedenuncia181.es.gov.br, onde é possível anexar imagens e vídeos.


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados