Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Polícia Federal teme “modelo Aras” em eventual substituição
Coluna do Estadão

Andreza Matais e Marcelo de Moraes


Polícia Federal teme “modelo Aras” em eventual substituição

As movimentações para derrubar o diretor-geral da Polícia Federal, Maurício Valeixo, deixam apreensiva a corporação. É o medo de Jair Bolsonaro escolher alguém afastado da categoria, como fez com Augusto Aras na PGR.

Os nomes cotados são de delegados afastados do dia a dia das atividades policiais. Anderson Torres, por exemplo, à frente na bolsa de apostas, é secretário de Segurança do Distrito Federal. Caso Bolsonaro o confirme no cargo, terá os dirigentes dos principais órgãos investigativos lutando para serem aceitos entre seus próprios colegas.

Pano de fundo. Tanto Valeixo quanto seus antecessores desde Luiz Fernando Corrêa (2007) ingressaram no concurso de 1993. Os que entraram nos concursos de 1997 e 2001, incluindo Anderson, por exemplo, começam a pressionar para ocupar espaços.

Na fita. Outro nome entrou na lista de cotados para a diretoria-geral: Fabiano Bordignon, chefe do Departamento Penitenciário Nacional, sob a alçada do ministro Sergio Moro.

Dança das cadeiras. Caso a troca seja efetivada, os diretores no entorno de Valeixo também seriam substituídos. A exceção poderia ser Delano Bunn, diretor de Gestão de Pessoal, que transita bem em vários grupos.

CLICK. O deputado federal Bibo Nunes (PSL-RS) ocupou a tribuna para defender projeto que permite o “uso respeitoso” da Bandeira Nacional em vestimentas.

Mais... Por causa da grave situação fiscal do País, auditores do TCU solicitaram um pente-fino no Ministério da Economia para analisar crédito e arrecadação tributária, dívida ativa da União e riscos fiscais.

...marola. O procedimento, autorizado pelo ministro Bruno Dantas, vai escrutinar a distribuição a estados e municípios das transferências constitucionais, como FPE, FPM e Fundeb.

Fusível. “Jair Bolsonaro preferiu tirar o Marcos Cintra porque no momento não pode demitir Paulo Guedes e a corrente estoura sempre no lado mais fraco”, diz o senador Plínio Valerio (PSDB-AM).

Para lembrar. “É fácil fazer ajuste passando a conta para o povo. O candidato da bala deu o primeiro tiro”, disse Geraldo Alckmin (PSDB), há um ano (na campanha eleitoral), sobre a recriação da CPMF pelo governo Bolsonaro.

Censura. Análise das redes sociais do prefeito do Rio, Marcelo Crivella (PRB), indica que a estratégia de reforçar a ligação com os evangélicos surtiu efeito. É o que mostra o monitoramento mensal que a Quaest Consultoria faz das personalidades políticas.

Censura II Coletado quase 1 milhão de postagens sobre a decisão de Crivella de recolher os gibis com o beijo gay da Bienal, entre os perfis evangélicos, 46% são favoráveis à decisão, 29% neutros e 25% contrários.

Censura III Segundo a consultoria, embora não consiga mudar sua imagem entre a maioria dos eleitores, o prefeito do Rio de Janeiro ganha em popularidade digital de todos os demais prefeitos de capital.

Dono... Na reunião com Rodrigo Maia, o presidente do Flamengo, Rodolfo Landim, alertou: se virarem empresas, os clubes passarão a pagar impostos dos quais estão livres atualmente.

...da bola. Esse é o maior entrave para o projeto que permitirá aos clubes até vender ação na Bolsa. Maia prometeu apresentar o texto até a semana que vem.

Conteúdo exclusivo para assinantes!

Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

Matérias exclusivas, infográficos, colunas especiais e muito mais, produzido especialmente pra quem é assinante.

Apenas R$ 9,90/mês
Assinar agora

últimas dessa coluna


Exclusivo
Coluna do Estadão

Pacto Federativo ficará a cargo do Senado

O governo federal definiu sua agenda econômica no Legislativo para este resto de ano e decidiu mesmo deixar com o Senado a proposta do Pacto Federativo. Ainda falta acertar quem, em linha com o …


Exclusivo
Coluna do Estadão

Obra do Rodoanel volta com câmeras ao vivo

Alvo da Lava a Jato em São Paulo, o trecho Norte do Rodoanel será retomado pelo governo paulista em 2020. Todos os contratos foram rescindidos e novas licitações deverão ser realizadas para os seis …


Exclusivo
Coluna do Estadão

Trégua entre presidente e Valeixo não convence

A aparente trégua na relação Jair Bolsonaro-Polícia Federal não convence integrantes da corporação. Há a avaliação de que o Presidente deve trocar o comando em uma eventual mexida na Esplanada dos …


Exclusivo
Coluna do Estadão

Governo simplifica repasses a municípios

A um ano das eleições, o ministro Paulo Guedes assinou portaria para desburocratizar repasses a obras em municípios. O texto atende os parlamentares e os prefeitos insatisfeitos com custos e com a …


Exclusivo
Coluna do Estadão

Dallagnol se escora em grupo de senadores

O procurador da República Deltan Dallagnol estreitou sua relação com o “Muda Senado”. A ideia é se contrapor a um movimento de deputados que se aproveitam desse momento de recuo da Lava a Jato para …


Exclusivo
Coluna do Estadão

Ataque nas redes faz Doria definir estratégia

João Doria tem sido aconselhado por assessores e secretários a evitar “entrar na pilha” do bolsonarismo, ou seja, a não rebater toda e qualquer declaração do Presidente ou de seus súditos. As …


Exclusivo
Coluna do Estadão

Centro vê brecha para atacar a polarização

Dentro e fora do Congresso, líderes enxergam neste momento de turbulência do bolsonarismo, às voltas com o fraco desempenho econômico e as acusações de sufocar a Lava a Jato, uma brecha para as …


Exclusivo
Coluna do Estadão

Witzel busca aliados para se nacionalizar

De olho na candidatura à Presidência em 2022, o governador Wilson Witzel intensificou os movimentos para se nacionalizar. Busca em quem se apoiar agora que sua relação com o presidente Jair Bolsonaro …


Exclusivo
Coluna do Estadão

Pesquisa mede poder de força de “padrinhos”

A disputa por espaço político-eleitoral entre o governador João Doria e o presidente Jair Bolsonaro terá o primeiro teste de fogo daqui a um ano, mais especificamente na eleição para prefeito de São …


Exclusivo
Coluna do Estadão

A “anatomia” do mensalão na delação de Palocci

O anexo da delação de Antonio Palocci no qual ele explica o loteamento da máquina pública pelo governo Lula (2003-2010) já é considerado por integrantes do Judiciário e do Congresso uma narrativa …


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados