Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Polícia Federal pede concurso com mais 834 vagas para o próximo ano

Notícias

Concursos

Polícia Federal pede concurso com mais 834 vagas para o próximo ano


Para suprir o grande déficit de agentes e pessoal administrativo, a Polícia Federal (PF) quer abrir novo concurso público com mais de 800 vagas no ano que vem.

Policiais federais em operação: federação nacional da classe disse que há déficit de pessoal em todo o País (Foto: JOá SOUZA/Agência Estado - 17/10/2017)
Policiais federais em operação: federação nacional da classe disse que há déficit de pessoal em todo o País (Foto: JOá SOUZA/Agência Estado - 17/10/2017)
A Federação Nacional dos Policiais Federais (Fenapef) confirmou para A Tribuna que a Polícia Federal enviou ao Ministério da Economia um novo pedido de concurso com 834 vagas.

Segundo informou a Fenapef, 600 oportunidades são para o cargo de agente de polícia, que requer ensino superior completo em qualquer área do conhecimento.

As demais 234 chances, de acordo com a Fenapef, são destinadas para funções administrativas, mas o órgão não informou acerca dos cargos solicitados.

Apesar de o pedido oficial feito ao governo federal contar com 834 vagas, a federação dos policiais quer que a Federal autorize a contratação de 15 mil pessoas para suprir o déficit de pessoal em todo o País.

A Fenapef solicitou à Polícia Federal o preenchimento de 5 mil vagas administrativas e cerca de 10 mil para agentes.

Além da solicitação de novo concurso, a Polícia Federal deve convocar mais 600 aprovados no concurso realizado no último ano.

Segundo a Fenapef, existe ainda a possibilidade de uma segunda convocação extra, com mais 600 aprovados, totalizando 1.200 candidatos convocados além das vagas previstas.

Em 2018, a Polícia Federal abriu concurso com 500 vagas para os cargos de agente, escrivão, perito, papiloscopista e delegado.

As provas foram realizadas em setembro, em todo o País. Todas as funções são de nível superior de escolaridade. As remunerações oferecidas pela Federal variam entre R$ 11.983 e R$ 29.604, sendo o maior salário para o cargo de delegado, que exige nível superior na área de Direito.

Além as provas objetivas e discursivas, os candidatos passaram por exame de aptidão física, exame médico, prova oral, avaliação psicológica e avaliação de títulos.

Os aprovados fizeram ainda Curso de Formação Profissional, realizado pela Academia Nacional de Polícia. O curso dura cerca de cinco meses, totalizando 850 horas-aula, e ocorre no regime de internato parcial, com bolsa de 50% do valor da remuneração do cargo.

Solicitação
Para suprir o grande déficit de pessoal em todo o País, a Polícia Federal solicitou a abertura de novo concurso, com 834 vagas, para 2020. As chances deverão ser para os cargos de agente (600) e funções administrativas (234).  Os salários oferecidos pela Polícia Federal chegam a R$ 29.604.

Mais vagas
Além das 834 vagas oficialmente solicitadas, a Fenapef pediu à Federal que sejam preenchidas mais 15 mil vagas para atender às necessidades de pessoal. A federação solicitou que sejam contratados 10 mil agentes e 5 mil em cargos administrativos.

Convocações
Segundo a fenapef, a Polícia também deve convocar excedentes do último concurso realizado em 2018. Podem ser convocados 1.200 aprovados, além das 500 vagas previstas, em duas convocações de 600 candidatos.

Etapas
O último concurso da Polícia Federal contou com prova objetiva, teste de aptidão física e curso de formação, entre outras etapas.


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados