Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Polícia do Rio instaura inquérito para apurar supostas falas racistas no BBB 19

Entretenimento

Entretenimento

Polícia do Rio instaura inquérito para apurar supostas falas racistas no BBB 19


No ar há quase um mês, a 19ª edição do Big Brother Brasil ganhou mais uma polêmica para incluir em sua listinha. Dessa vez são os comentários racistas e preconceituosos dos "brothers" que chamaram a atenção dos telespectadores e levaram a polícia a instaurar inquérito para investigar o caso.

Segundo a Polícia Civil do Rio de Janeiro, as investigações estão sendo conduzidas pelo Decradi (Delegacia de Crimes Raciais e Delitos de Intolerância), mas seguem sob sigilo. Ela não informou quem são os participantes envolvidos na polêmica, mas internautas já apontavam problemas em falas de Paula e Maycon.

Um dos comentários mais criticados foi quando Paula afirmou a Diego e Hariany que tem medo de Rodrigo por ele ter contato "com esse negócio de Oxum". Ela chegou a ser alertada pela amiga de que poderia ser considerada preconceituosa, mas Paula continuou: "Mas eu não sou não... nosso Deus é maior".

Já Maycon foi acusado de intolerância religiosa por internautas após falar ter sentido um arrepio enquanto ouvia umas músicas esquisitas, dançada por Rodrigo e Gabriela. "Olhei para os dois, num sincronismo legal. Achei legal, juro por Deus. De repente, comecei a olhar e escutar uns negócios. 'Não faça igual a eles'. Aí veio Jesus Cristo em minha mente. 'Não para aqui. Para a vida inteira. Se fizer igual a eles, eles ganharão mais força'. Eu não sou doido".

No Twitter, internautas chegaram a criar a hashtag #BastadeRacismoNoBBB e criticaram os comentários dos "brothers". "Infelizmente existem muitas pessoas tóxicas que nunca vão entender a causa da luta contra o racismo", disse um. "Todo dia um caso de racismo no BBB e no Brasil que ninguém liga", afirmou outro.

Essa não é a primeira polêmica dessa edição do BBB. O participante Vanderson foi desclassificado e deixou a casa, após ser intimado a prestar depoimento em inquérito instaurado, após receber denúncias por importunação sexual, estupro e violência doméstica.

PAREDÃO

O novo paredão do reality foi montado neste domingo (10), colocando Alan, Diego e Isabella na berlinda, disputando a preferência do público. O mais votado deixará o programa na terça-feira (12).

Diego e Isabella foram indicados pelos líderes Danrley e Elana, enquanto Alan foi escolhido pela casa, em uma disputa acirrada. Ele teve três votos, sendo que Maycon e Rodrigo tiveram dois cada.


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados