search
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Polêmica sem fim
Gilmar Ferreira
Gilmar Ferreira

Gilmar Ferreira


Polêmica sem fim

Tantos foram os avisos que já nem me surpreendo mais com as reclamações sobre as marcações polêmicas em favor de A, B ou C.

A CBF amarrou mal o pacote de implementação do VAR no futebol brasileiro, e o que fica agora, com muito boa vontade, é a impressão de que os árbitros não tiveram o tempo devido para o aprendizado. Faltam informações sobre o que se fala entre a cabine e o árbitro de campo, sobra desconhecimento em torno das aplicações da ferramenta de vídeo e abundam os casos interpretativos.

Alguém tem dúvida de que as sete rodadas restantes serão marcadas por polêmicas e trocas de acusações, com linchamento e suspeições de favorecimento?

Punição

Se o presidente da CBF, Rogério Caboclo, o diretor de competições, Manoel Flores, e o diretor de arbitragem, Leonardo Gaciba, tivessem se preocupado em estabelecer punições severas aos clubes que se rebelassem contra as arbitragens (ao menos neste primeiro ano de utilização do VAR), o presidente do Palmeiras, Maurício Gallioti, não teria se arvorado em acusações de favorecimento ao Flamengo — sem provas.

Hoje, por conta disso, torcida e dirigentes rubro-negros têm todo direito de achar que os casos discutíveis que atualmente beneficiam o clube paulista têm a intenção de, no mínimo, evitar que o título seja festejado antes da hora pelos cariocas.

Reforço?
O meia colombiano Fredy Guarín, de 33 anos, não disputava um jogo oficial desde o dia 6 de julho, quando, três meses depois, fez sua estreia pelo Vasco, nos minutos finais da vitória (2 a 1) sobre o Botafogo.

Jogou então por 45 minutos no segundo tempo do 1 a 0 sobre o Internacional, em Porto Alegre, até que Vanderlei o tornasse titular. Desde então, o time empatou dois jogos e perdeu outros dois.

O Vasco deixou de ter um meio-campo com intensidade na marcação e não melhorou a qualidade do jogo ofensivo.

Vulnerável
Pior: na derrota de 2 a 1 para o Palmeiras, em São Januário, o técnico optou por levar a campo, além de Guarín, o insosso Felipe Bastos e o improdutivo Bruno César.

Pergunto: o que quer Vanderlei? Por que abriu mão de jogadores como Marcos Júnior e Andrey? O time vascaíno segue com um futebol medíocre, só que agora mais vulnerável aos ataques dos adversários.

Conteúdo exclusivo para assinantes!

Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

Matérias exclusivas, infográficos, colunas especiais e muito mais, produzido especialmente pra quem é assinante.

Apenas R$ 9,90/mês
Assinar agora
esqueceu a senha?

últimas dessa coluna


Exclusivo
Gilmar Ferreira

O bom duelo

Já há algum tempo não se via um clássico Flamengo x Vasco com qualidade tão distinta em reta final de Brasileiro. Nos anos de conquista de título, tanto de um lado quanto do outro, houve sempre …


Exclusivo
Gilmar Ferreira

Minhas impressões

O número de pontos que faz do Flamengo a bonita máquina de quebrar recordes no Brasileiro traz de volta a discussão sobre a atual fórmula de disputa criada pela CBF em 2003 — polêmica, por ora, …


Exclusivo
Gilmar Ferreira

A volta ao início

Logo depois que o conselho da Conmebol decidiu, em fevereiro de 2018, que a Libertadores de 2019 seria disputada em final única, três cidades se lançaram como candidatas a receber o evento: Lima …


Exclusivo
Gilmar Ferreira

Minhas impressões

O Flamengo chegou a 71 pontos, com 21 jogos de invencibilidade de Jorge Jesus — entre Brasileirão e Libertadores —, e uma certeza: a força ofensiva põe o time num ponto fora da curva. O líder do …


Exclusivo
Gilmar Ferreira

A cartilha

Quer dizer então que a diretoria do Fluminense já não acredita que o ex-interino Marcão seja o nome mais indicado para tirar o time do atoleiro em que se encontra no Brasileiro, não é mesmo? A nove …


Exclusivo
Gilmar Ferreira

Minhas impressões

O Flamengo não é só o líder do Brasileirão: o time tem os três maiores artilheiros da competição, e com requinte de superioridade: Gabriel Barbosa (19), Bruno Henrique (12) e Arrascaeta (11) têm, …


Exclusivo
Gilmar Ferreira

A nova ordem...

Os bons resultados colhidos pela comissão técnica do português Jorge Jesus em quatro meses de trabalho no Flamengo têm provocado importantes reflexões nos bastidores do futebol. E, pelo que …


Exclusivo
Gilmar Ferreira

Futebol em duas eras

O Goiás levou seis gols. O Grêmio, cinco. O Vasco, quatro. Palmeiras, Internacional e Atlético/MG, três, cada um. Não dá mais para fingir que a superioridade do Flamengo sobre seus principais …


Exclusivo
Gilmar Ferreira

Ode a Renato Gaúcho

Nunca acreditei muito que Renato Gaúcho pudesse chegar tão longe na carreira de treinador. Talvez por seu indissociável jeito “boleirão”, bom vivant e sem papas na língua — não sei ao certo. Mas do …


Exclusivo
Gilmar Ferreira

Minhas impressões

Nas duas únicas vezes que o primeiro colocado chegou à 27ª rodada do Brasileiro com um mínimo de 10 pontos sobre o segundo colocado, consagrou-se campeão: o Cruzeiro, com 11 pontos sobre o Grêmio em …


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados