Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Plenário: Cesan no centro da briga
Plenário
Fabiana Tostes

Fabiana Tostes


Plenário: Cesan no centro da briga

Cesan no centro da briga

Acompanhado de secretários e aliados, o prefeito de Vitória, Luciano Rezende, esteve na tarde de ontem na Câmara da capital para prestar contas do mandato.

Com a maioria dos vereadores na base aliada, enfrentou pouca resistência, foi mais elogiado do que atacado, e não deixou de alfinetar o governo do Estado, com críticas à Cesan.

“A Cesan não trata Vitória com a dignidade que Vitória merece. Vitória mantém a Cesan de pé. Nossa relação com a Cesan continua a ser de diálogo, mas não vamos dialogar por 45 anos. Dialogamos por quatro anos, no meu 1º mandato, agora vamos entrar na Justiça e multar”, afirmou Luciano.

Não é de hoje que a Prefeitura de Vitória tenta tirar da Cesan a concessão do tratamento de água e esgoto da capital. Pelo tom que tratou ontem, é provável que mais ações estejam a caminho e que a relação da prefeitura com o governo piore.


E no meio do caminho...

O vereador Roberto Martins, único assumidamente da oposição na Câmara de Vitória, criticou a quantidade de pessoas na Câmara acompanhando a prestação do prefeito.

“A prefeitura toda está aqui”, disse. No microfone falou que comissionados foram à Câmara para aplaudir e foi rebatido pelo colega Leonil Dias: “Não sou comissionado e aplaudo”.


Gerando discórdia

O secretário estadual de Esporte, Max da Mata, que estava passando despercebido por parte dos deputados estaduais, voltou a ser alvo de críticas após fazer uma entrega, em Alfredo Chaves, e não avisar lideranças com reduto eleitoral na região.

É praxe o convite às lideranças para serem prestigiadas em entregas. Ainda mais em ano pré-eleitoral.


Quem vai pagar a conta?

A pedido do governador, a Agência de Regulação dos Serviços Públicos do Espírito Santo (ARSP) vai notificar a Rodosol para que proceda o estudo para instalar medidas de proteção na Terceira Ponte, para evitar principalmente suicídios.

Mas tendo em vista que instalar telas ou redes gera custo e que o contrato da empresa está suspenso judicialmente, quem vai pagar essa conta?


Povo maldoso...

Com tantas demonstrações de amor e lealdade, já virou meme na internet que o deputado federal Wladimir Costa (SD-PA) – o mesmo que tatuou o nome de Temer no ombro – estava, na verdade, conversando com o Presidente quando foi flagrado pedindo nudes numa mensagem de WhatsApp.


Governo regulamenta cessão de policiais civis

O governador Paulo Hartung sancionou ontem lei complementar que equipara as associações aos sindicatos da Polícia Civil, com relação à cessão de policiais. Cada associação, com mais de três anos e 150 associados, passa a contar com um policial à disposição.

“No governo do Vitor Buaiz, os policiais foram tirados das associações. Essa lei corrigiu isso”, disse o presidente da Associação dos Investigadores, Júnior Fialho. Há no Estado oito associações.


Homenagem

O governador Paulo Hartung enviou projeto à Assembleia para dar o nome do presidente do Sindicato e Organização das Cooperativas Brasileiras do Estado (OCB-ES), Esthério Sebastião Colnago, que morreu no último dia 23, à Ceasa.


Sandra na rede

A secretária de Cultura da Serra, Sandra Gomes, se desfiliou oficialmente do PMB para entrar na Rede. A festa popular para a nova filiação ainda será marcada.


Não foi bem assim, não!

A secretária de Comunicação de Guarapari, Georgia Gonçalves, negou que o prefeito Edson Magalhães tenha tocado no adversário Gedson Merízio durante festa na cidade. “Eu estava atrás e vi que o prefeito não o cumprimentou, mas também nem esbarrou nele. Gedson inventou isso”.


Novo parque

O governo vai doar à Prefeitura de Cariacica uma área de 335 mil metros quadrados para a construção do parque O Cravo e a Rosa na cidade.


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados