search
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Plano em Cariacica para zerar fila de 20 mil consultas

Notícias

Publicidade | Anuncie

Polícia

Plano em Cariacica para zerar fila de 20 mil consultas


Euclério Sampaio anunciou que os pacientes poderão fazer as suas consultas nas próprias redes credenciadas (Foto: Leone Iglesias/AT)
Euclério Sampaio anunciou que os pacientes poderão fazer as suas consultas nas próprias redes credenciadas (Foto: Leone Iglesias/AT)

Para zerar a fila de cerca de 20 mil pacientes que aguardam por consultas no município de Cariacica, foi publicada ontem, no Diário Oficial da cidade, uma lei que permite a contratação de empresas para prestação de serviços na área da saúde.

Entre as especialidades a serem oferecidas estão: cardiologia, endocrinologia, otorrinolaringologia, gastroenterologia, nefrologia, psiquiatria, oftalmologia geral e ortopedia.

Atualmente, na tabela do Sistema Único de Saúde (SUS) Nacional, o valor da consulta especializada custa R$ 10, o que, segundo o prefeito do município, Euclério Sampaio, dificulta a adesão de clínicas, gerando filas. Hoje, a ampla maioria dos atendimentos é realizada pelo governo do Estado.

“Não adianta querer pagar um valor muito baixo e o município ficar sem ter assistência médica devida. Queremos zerar essa fila”.

Com a nova lei, a prefeitura fará a complementação de R$ 30, aumentando o valor da consulta para R$ 40. O projeto vai custar em torno de R$ 800 mil aos cofres do município.

“Neste primeiro momento, criamos a tabela SUS Municipal e vamos baixar uma portaria com as condições de credenciamento. Após o credenciamento das empresas que quiserem se cadastrar, vamos começar a marcar as consultas. Tem pessoas que esperam há anos uma consulta especializada na cidade”, afirma.

A expectativa é que, a partir de fevereiro, as empresas já sejam cadastradas e as consultas comecem a ser realizadas. Segundo Euclério, os pacientes serão informados das consultas agendadas, através de suas respectivas unidades de saúde de referência, por contato telefônico.

As consultas serão realizadas nas redes credenciadas, sem a necessidade de atendimento nas unidades de saúde.

Exames

Sobre os exames, a prefeitura disse que já realiza, por meio de contratos, todos os tipos de exames de raios X e ultrassonografia no Centro Municipal de Diagnóstico e Imagem (CMDI), além de exames laboratoriais.

Segundo a prefeitura, os contratos vigentes serão mantidos durante os novos atendimentos de especialidades e, a partir da demanda criada, um novo edital será lançado com mais exames.

Início de construção do hospital na cidade

A ordem de serviço para a construção do novo Hospital Estadual Geral de Cariacica será assinada hoje pelo governador Renato Casagrande. Localizado no bairro Campo Belo, às margens da Rodovia Leste-Oeste, em Cariacica, o investimento no hospital é superior a R$ 200 milhões.

A previsão inicial é que fique pronto em 2022. O terreno onde está sendo construída a unidade foi doado pela Prefeitura de Cariacica ao governo do Estado. A área total a ser construída é de quase 38 mil metros quadrados, e o hospital será distribuídos em cinco blocos.

A unidade contará com 400 leitos e a previsão é de que sejam realizados mais de oito mil atendimentos por mês no pronto-socorro e cerca de 120 mil na Unidade de Terapia Intensiva (UTI), UTI Neonatal (Utin), maternidade e clínicas médicas e cirúrgicas.

O hospital atenderá especialidades, como clínica médica, neurologia, nefrologia, cardiologia, cirurgia geral, maternidade e cirurgia de cabeça e pescoço.


As ações por município na área da saúde


Cariacica

  • Foi criada no município a tabela SUS Municipal em que cada consulta por especialidade custará R$ 40. Quase 20 mil pessoas aguardam por consultas no município.
  • Entre as especialidades a serem oferecidas estão: cardiologia, endocrinologia, psiquiatria, oftalmologia geral e ortopedia.
  • Será aberta portaria, até o fim da semana, com condições de credenciamento para empresas interessadas. A previsão é que as consultas comecem em fevereiro.
  • Há também processo seletivo em aberto para selecionar médicos, cirurgiões-dentistas e enfermeiros para o Programa Estadual de Qualificação da Atenção Primária à Saúde. São 127 vagas e as inscrições vão até dia 29. Os profissionais receberão bolsa-formação no valor de R$ 3.500 para enfermeiros e cirurgiões-dentistas, e de R$ 11.865 para médicos.

Serra

  • Pretende implantar diversos planos de trabalho que, segundo a prefeitura, contribuirão na agilidade dos atendimentos, como telemedicina, convênios com universidades e faculdades para a contratação de residentes e internos, além de rever os processos de prestação de serviços e realizar um levantamento para contratação de mais médicos especialistas.

Vila Velha

  • Realiza um estudo das demandas reprimidas de exames e consultas especializadas. A previsão é que seja concluído neste 1º semestre.
  • Após essa fase, será verificada qual a melhor forma de trabalhar as demandas, como o processo para contratação de serviços para que os médicos na atenção primária sejam mais resolutivos, diminuindo os encaminhamentos para a atenção especializada.

Vitória

  • A Secretaria de Saúde informou que zerar a fila para consultas e exames é uma das prioridades. Para a adoção das estratégias e medidas capazes de garantir o acesso do cidadão, foi iniciado um levantamento do perfil de atendimentos a serem realizados.

Fonte: Prefeituras consultadas.

Entrar no grupo do WhatsApp

Quer receber as últimas notícias do Tribuna Online? Entre agora em um de nossos grupos de Whatsapp.


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados