Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Pedido por R$ 1,5 milhão de emenda
Plenário
Fabiana Tostes

Fabiana Tostes


Pedido por R$ 1,5 milhão de emenda

Um dia após a coluna Plenário revelar que a emenda parlamentar destinada à indicação dos deputados na peça orçamentária será de R$ 1 milhão, a Mesa Diretora da Assembleia se mobilizou e marcou um almoço com o governador, na quarta-feira (2). No cardápio, o pedido de aumento da emenda para R$ 1,5 milhão.

Participaram do almoço o presidente da Assembleia, Erick Musso, o 1º vice-presidente, Marcelo Santos, o líder do governo na Assembleia, Enivaldo dos Anjos, além de Casagrande e o chefe da Casa Civil, Davi Diniz.

O pedido foi feito pelo presidente e ratificado pelos outros dois parlamentares. Ele teria alegado que a Assembleia tem sido parceira do governo na aprovação dos projetos. O momento para o pedido não poderia ser mais oportuno: veio um dia depois de a Assembleia ter aprovado, com folga, a criação de uma estatal para gerir hospitais públicos.

No plenário em um mês

Na próxima segunda-feira (7) o presidente da Comissão de Finanças, Euclério Sampaio, coloca em votação o cronograma da tramitação do Orçamento na Assembleia, com as datas de audiência pública e prazos para apresentação de emendas. Ele será o relator da peça e quer aprovar o relatório na Comissão até o dia 10 de novembro, para seguir para o plenário.

Seguindo os passos

Seguindo os passos do pai, o jovem José Carlos da Fonseca Neto, filho do ex-chefe da Casa Civil da gestão passada Zé Carlinhos (PSD), vai enfrentar as urnas em 2020.

Em almoço ontem com o presidente estadual do PSD, Neucimar Fraga, pai e filho definiram que o jovem será candidato a prefeito de São José do Calçado.

Feliz igual pinto no lixo!

O secretário de Estado da Saúde, Nésio Fernandes, acompanhou, do seu gabinete, a votação na Assembleia que aprovou a criação da Fundação Inova, estatal para gerenciar hospitais públicos. Quando saiu o resultado, ele vibrou tanto que a assessoria teve de registrar. A série de fotos foi parar no Twitter.

Governo fixa valor de consultas

Foi publicado no Diário Oficial do Estado, na quarta-feira, a tabela estadual de serviços de saúde que o Estado vai seguir para contratar serviços da rede privada. O Estado vai complementar em 200% o valor pago pelo SUS.

A União paga R$ 10 por uma consulta médica especializada. O Estado vai complementar com mais R$ 20, e cada consulta vai sair, ao todo, por R$ 30.

“Me ofereci pra fazer uma limpa na bandidagem”

Além de ter dito que recebeu, por denúncia, o nome do assassino da estudante Isabela Cassani – morta há 20 anos –, e que irá revelar na próxima sessão, o deputado Capitão Assumção (PSL) disse que poderia tirar licença da Assembleia para acabar com a “bandidagem”. “Já me ofereci ao governador para fazer uma limpa na bandidagem. São só 30 dias e eu faço a limpa. Depois volto à Assembleia”. Embora os discursos polêmicos agradem seus eleitores, Assumção está sendo investigado na Corregedoria por quebra de decoro.

Galeria

Rádio no celular

A Comissão de Desenvolvimento Econômico da Câmara Federal aprovou parecer do deputado Amaro Neto favorável ao projeto que prevê instalação de chip de rádio FM em todos os celulares montados ou fabricados no País. Assim, não será necessário usar a internet para ouvir rádio.

Proteção às crianças

O deputado Lorenzo Pazolini faz às 17h30 de nesta quinta-feira (3), no Centro de Referência de Assistência Social de Montanha, palestra sobre o combate ao abuso e à exploração sexual de crianças e adolescentes.

O magnífico de Hollywood

O deputado Marcelo Santos presidia a sessão na quarta quando, ao passar a palavra para o colega Sergio Majeski o chamou de “magnífico”. “Obrigado pelo magnífico, eu concordo”, disse Majeski. “O senhor trabalha no elenco da novela”, rebateu Marcelo. “Não, eu trabalho em Hollywood”, devolveu Majeski.
 

Conteúdo exclusivo para assinantes!

Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

Matérias exclusivas, infográficos, colunas especiais e muito mais, produzido especialmente pra quem é assinante.

Apenas R$ 9,90/mês
Assinar agora
esqueceu a senha?

Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados