search
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Pedido de ajuda após golpe do “conserto”

Notícias

Cidades

Pedido de ajuda após golpe do “conserto”


Polícia Civil investiga homem que se passa por técnico autorizado para conserto de geladeiras da marca Electrolux  (Foto: Antonio Cosme)
Polícia Civil investiga homem que se passa por técnico autorizado para conserto de geladeiras da marca Electrolux (Foto: Antonio Cosme)

Moradores da Serra recorreram à polícia para pedir ajuda e tentar receber o dinheiro de volta de um suposto técnico de refrigeração.

Eles contaram que o homem se passa por um técnico autorizado para conserto de geladeiras da marca Electrolux.

Segundo as vítimas, o acusado aplicou golpe em pelo menos 30 pessoas no município.
O técnico em mecânica industrial, Ailton José Ribeiro, de 52 anos e morador do bairro São Marcos II, disse que perdeu R$ 1.500. Ele registrou boletim de ocorrência na delegacia de Laranjeiras.

“Comprei minha geladeira em 2014 e, em outubro do ano passado, ela parou de gelar. Minha esposa pesquisou na internet e achou esse rapaz. Ligamos e rapidamente ele nos atendeu. Disse que precisava trocar uma peça e cobrou o valor de R$ 1.000”, contou.

Ailton disse, ainda, que o técnico pediu que só ligassem a geladeira 36 horas após o serviço.

“Ligamos e nada. Não funcionou. Chamamos esse rapaz de novo e foram mais R$ 500 embora. Desde então ele bloqueou os telefones aqui de casa. Consegui falar de outros números e ele disse que me pagaria parcelado, mas até agora nada”, relatou.

Situação semelhante aconteceu com os pais do inspetor penitenciário Felipe de Oliveira, de 32 anos.

“Meus pais moram em Praia de Capuba e ligaram para este rapaz após uma pesquisa na internet. Eu estava lá e presenciei quando ele chegou, bem-educado e atencioso".

Ele contou que logo o técnico identificou o problema na geladeira sem consultar o modelo do equipamento. “Foi até a moto, pegou uma peça, fingiu trocar e cobrou R$ 500. Pediu 48 horas para que a geladeira voltasse a funcionar, e nada. Sumiu e levou o dinheiro deles”.

Felipe registrou ocorrência na delegacia de Jacaraípe.

Outra vítima foi o sogro da autônoma Lívia Montemor Loureiro, de 33 anos. “Meu sogro perdeu
R$ 800 para esse cara. A gente só quer que ele pare”, disse.

Em nota, a Polícia Civil informou que todas as denúncias são investigadas. A reportagem tentou contato com o suposto técnico, sem sucesso. A Electrolux foi acionada, mas não respondeu à reportagem.


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados