search
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Passeios curtos reforçam turismo regional
.

Branded Content

Passeios curtos reforçam turismo regional


Placas e portal foram instalados recentemente para sinalizar a Rota dos ipês, em Domingos Martins
Placas e portal foram instalados recentemente para sinalizar a Rota dos ipês, em Domingos Martins

Após meses dentro de casa, está todo mundo com aquela vontade de sair para ver novas paisagens, respirar ar puro, caminhar e curtir a primavera. Setor que ficou completamente parado por conta da pandemia do coronavírus, as atividades turísticas começam a ser retomadas, com destaque para o turismo regional.

No Espírito Santo, a Região Serrana concentra boas opções para quem quer passar um final de semana ou até mesmo um dia fora de casa, aproveitando o clima ameno e as belas paisagens.

Criada no final do ano passado, a Rota dos Ipês é um destino que tem atraído visitantes pela proximidade com a capital Vitória (cerca de 50 quilômetros), e pela exuberante natureza, cercada de Mata Atlântica. A rota concentra ao longo de sete quilômetros – da entrada de Soído até a comunidade de Santa Úrsula, em Domingos Martins –, pousadas, hotel, restaurantes e condomínios residenciais.

Recentemente, o trajeto foi sinalizado com a instalação do portal e das p lacas, facilitando o acesso dos turistas. Centenas de mudas de ipês, de cinco cores diferentes, foram plantadas no entorno da via. O objetivo dos idealizadores do projeto é completar todo o percurso, chegando a 2 mil mudas.

Com a implantação da rota turística, novos empreendimentos estão surgindo e fortalecendo a economia local. De acordo com Claudio Chieppe, iniciador da rota e sócio-administrador da LC Empreendimentos, responsável pelo condomínio Espelho D´Água, em torno de 1.500 a 2 mil pessoas circulam pela rota no final de semana, entre moradores e visitantes.

“Aliamos turismo com agronegócio. Vivenciamos um momento novo, onde o turismo intermunicipal
ganha espaço. Isso atrai investidores interessados em novos negócios. Principalmente ligados à gastronomia e entretenimento”, comenta Claudio.

Quem destaca o potencial da Rota dos Ipês é a empresária Liz Bumachar, sócia do Sítio dos Lagos, pousada e restaurante localizados na Rota dos Ipês. “A rota é uma forma de incentivar o turismo
e de tornar a região acessível a novos visitantes. Estamos bem perto de Vitória e cercados por lugares
muito bonitos.”

Liz Bumachar: “A rota é uma forma de incentivar o turismo e de tornar a região acessível a novos visitantes. Estamos bem perto de Vitória ”
Liz Bumachar: “A rota é uma forma de incentivar o turismo e de tornar a região acessível a novos visitantes. Estamos bem perto de Vitória ”


O que encontrar

Restaurantes
■ Ao longo da Rota dos Ipês há o restaurante Delícias da Tilápia, Italiano e Sítio dos Lagos, de culinária contemporânea.

Pousadas e hotel
■ O Sítio dos Lagos oferece 24 unidades de acomodação, entre suítes e chalés. Tem a Pousada Arco-Íris e o Hotel Sesc Domingos Martins, com 312 apartamentos.

Condomínio
■ Três condomínios residenciais de alto padrão cercam a Rota dos Ipês: Espelho D´Água, Terralta e Parque das Hortênsias.

Trilhas
■ Domingos Martins é considerado a capital estadual do mountain bike e a Rota dos Ipês concentra muitas trilhas para a prática do esporte.

O Espelho D´Água é um dos condomínios residenciais no entorno
O Espelho D´Água é um dos condomínios residenciais no entorno


Você também pode plantar um ipê para florir a rota

Que tal ajudar a florir a Rota dos Ipês? Ao adquirir uma camisa ou um boné da campanha que a Culturale está fazendo, você planta uma muda da árvore. Esse movimento foi lançado este mês, no Dia da Árvore, com o objetivo de mobilizar um maior número de pessoas para deixar os sete quilômetros da rota coloridos e floridos.

Foram confeccionadas 300 camisas e 100 bonés que estão sendo vendidos no site www.sejaculturale.com.br. A cada item vendido, um pé de ipê será plantado. A camisa custa R$ 79,90 e o boné R$ 69,90.

Proprietários da Culturale, Mário Pasinato e Frederico Mayer comentam que desde o início a marca esteve alinhada a projetos sustentáveis e que este movimento busca ações de longo prazo de incentivo ao reflorestamento.

“Queremos envolver a comunidade e desenvolver um núcleo de desenvolvimento socioambiental”, afirma Mário.

Claudio Chieppe mostra camisa e boné da campanha
Claudio Chieppe mostra camisa e boné da campanha


Serviço

Plante um Ipê
www.sejaculturale.com.br
■Camisa: R$ 79,90
■Boné: R$ 69,90
■Siga o Instagram @rota_dos_ipes_es


Natureza exuberante

O professor de Yoga Dante Lopes Negreiros passou pela Rota dos Ipês recentemente e ficou encantado. “Me encantei com a região de Soído, não conhecia antes. Além da natureza exuberante, do silêncio e da calma, há boas opções de estadia e restaurantes”, disse.

“Acredito que a Rota dos Ipês, além de deixar nosso estado mais bonito e colorido, vai incentivar produtores e negócios na região.

A proximidade de Vitória deixa o acesso fácil e rápido, o que faz da Rota uma ótima opção para o final de semana com os amigos ou família. Com certeza voltarei.”


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados