search
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Papagaio grita "socorro" em árvore e mobiliza Bombeiros em Jardim da Penha

Notícias

Publicidade | Anuncie

Cidades

Papagaio grita "socorro" em árvore e mobiliza Bombeiros em Jardim da Penha


 (Foto: Jenny Bringhenti) (Foto: Jenny Bringhenti)

Um papagaio adulto, que está vivendo sobre as copas de árvores no bairro Jardim da Penha, Vitória, mobilizou vários moradores, na manhã desta quarta-feira (21). O animal repetia a palavra "socorro", o que comoveu quem estava próximo ao local.

Por conta dos gritos da ave, pessoas acionaram o Serviço de Resgate de Animais Silvestres, da Secretaria Municipal do Meio Ambiente (Semmam), que montou uma operação de resgate em parceria com o Corpo de Bombeiros Militares. As informações foram divulgadas pela Prefeitura de Vitória. 

As equipes foram ao local e um bombeiro chegou a ser içado por um caminhão com cesto aéreo, possibilitando que o militar chegasse bem perto do animal, que, apesar dos esforços, fugiu. "Cancelamos a operação de resgate para não estressar o bicho", explicou o biólogo Saulo Ramos.

Moradora de um prédio, que fica em frente à arvore onde estava o bicho, Jenny Bringhenti conseguiu flagrar o momento em que ele fugiu do bombeiro que tentava resgatá-lo. Na parte de baixo do vídeo, é possível ver várias pessoas assistindo à tentativa de capturar o papagaio. A maioria fica decepcionada quando ele foge.

Segundo Saulo, a operação só foi realizada em resposta aos muitos chamados recebidos pelos moradores. "Nem todo animal silvestre precisa ser recolhido. Vitória é uma cidade que possui muitas áreas verdes, e é comum encontrarmos animais silvestres no espaço urbano. O recolhimento só é recomendado se o bicho apresenta risco para a população ou se está ferido ou precisando de cuidados", diz.

No caso do papagaio "foragido", foi constatado que ele está boas condições de saúde e não apresenta risco para ninguém. "É um animal que convive bem com os humanos. Provavelmente, ele vai voltar para o antigo dono ou vai adotar uma nova casa, onde encontrar comida", diz o biólogo.

Saulo e os bombeiros afirmaram também que o papagaio não apresentava anilha - um anel preso à garra que caracteriza o animal silvestre comprado legalmente em instituição credenciada pelo Ibama.

O especialista lembra que, no Brasil, o tráfico e o comércio de animais silvestres sem autorização são ilegais e amparados pela lei nº 9.605 (de Crimes Ambientais). A pena é detenção de seis meses a um ano, além de multa.

Serviço de Recolhimento de Animais Silvestres

Para quem encontrar um animal silvestre fora do seu habitat natural, a Semmam orienta ligar imediatamente para o serviço, seguir as orientações e aguardar o profissional fazer o recolhimento.

O animal será avaliado e poderá ser reintroduzido diretamente à natureza, em um dos parques naturais de Vitória, ou levado ao Ipran, em Cariacica, ou para o Centro de Triagem de Animais Silvestres (Cetas), em Barcelona, na Serra.

O atendimento é feito pelo telefone (27) 99724-2788 ou pelo 156.

Entrar no grupo do WhatsApp

Quer receber as últimas notícias do Tribuna Online? Entre agora em um de nossos grupos de Whatsapp.