search
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Palocci fez saques em dinheiro no banco Safra
Cláudio Humberto
Cláudio Humberto

Cláudio Humberto


Palocci fez saques em dinheiro no banco Safra

Em depoimento sob acordo de delação, o ex-ministro petista Antonio Palocci contou que tinha liberdade de ir pessoalmente ao banco Safra realizar saques em dinheiro, sem que as operações fossem informadas ao Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf), como manda a lei. Ele contou que fez retiradas de R$ 20 mil a R$ 100 mil em pelo menos cinco ocasiões diferentes na conta-corrente da safadeza.

Propina para Lula
Os saques no Banco Safra eram entregues pessoalmente ao ex-presidente Lula, segundo contou Palocci em sua delação.

Diluído e diversificado
Palocci confessou haver acertado com o banco Safra intermediar os repasses de dinheiro sujo “de forma diluída e diversificada”.

Origem obscura
Nem Antonio Palocci e tampouco o banco Safra explicam a origem do dinheiro vivo que o ex-ministro sacava à vontade, como relatou.

Quem cala consente?
O Safra oferece resposta padrão a qualquer questionamento sobre seu envolvimento com a corrupção relatada por Palocci: não se posiciona.

MEC abortou plano de Weintraub de sair do Brasil
O ministro Abraham Weintraub (Educação) dá sempre a impressão de “estranho no ninho”, que o presidente Jair Bolsonaro colocou no local errado e na pior hora possível.
Ninguém ficou mais espantado com o convite para o MEC que o próprio Weintraub, segundo tem relatado a interlocutores. É que o atual ministro e a família planejavam abandonar a “Pátria Amada Brasil” para tentar nova vida no exterior. Era o nº 2 na Casa Civil quando Onyx Lorenzoni sugeriu o seu nome para o MEC.

Galo de briga
Weintraub percebeu que sua estabilidade no cargo depende das brigas que compra contra a esquerda, nas universidades. O presidente adora.

Retorno triunfal
Bolsonaro gosta tanto do estilão que avalia colocar Weintraub de volta na Casa Civil. E Onyx Lorenzoni voltaria à Câmara para ser líder.

Ministro deficitário
Curiosamente, Weintraub deixa sempre a impressão, por onde anda, de que superestima suas qualificações para chefiar o MEC.

Supremo cavalo de pau
A execução provisória da pena após a segunda instância foi instituída em 1988 e revertida em 2009. Sete anos depois, em 2016, os ministros recuaram e a reinstituíram. Agora, para soltar Lula, voltaram a proibi-la.

Olha o que o STF nos fez
Ministros do STF colocam nas ruas escroques como Renato Duque, braço corrupto do então ministro José Dirceu na Petrobras. O sujeito é tão perigoso que já acumula 123 anos de condenações à prisão.

Já vão tarde
Em 1 ano e sete meses, este foi o primeiro fim de semana de sossego para os moradores das redondezas da Polícia Federal em Curitiba. O acampamento petista tornou a vida daquelas pessoas um inferno.

Só pensam naquilo
Deputados da bancada do fisiologismo, a maior da Câmara, já estão animados com a soltura de Lula. Acham que Bolsonaro “sairá do chão” e vai liberar cargos na esfera federal, que até agora estão emperrados.

Sufoco nas contas
Segundo o Plano Mais Brasil, do Ministério da Economia, d e cada R$ 100 do Orçamento da União, R$ 65 são apenas para cumprir a folha de pagamento dos servidores.

Questão matemática
Apesar de ter a maior bancada da Câmara dos Deputados, o PT não venceu uma votação sequer no parlamento, este ano, nem emplacou um só projeto de lei. Com sete partidos, a oposição tem só 131 votos.

PDP
O leitor Anemar Ferreira Júnior tem uma sugestão para o destino partidário de Jair Bolsonaro. “É o PDP, Partido Do Presidente”. Desse modo, diz Anemar, não precisa dividir a sigla com ninguém.

Pensando bem...
...com agenda no xilindró tomada por visitas e entrevistas diárias, Lula nem teve tempo de renovar o discurso envelhecido e repetitivo.

Balanço positivo
A Confederação Nacional da Indústria fez balanço positivo dos 300 dias de governo. Para o presidente da CNI, Robson Braga, a inflação sob controle e juros baixos aumentaram a confiança dos empresários.

Poder sem pudor

Profissão: genro

O governador Plácido Castelo perfilou o secretariado no aeroporto, ao receber o marechal Castello Branco na primeira visita a Fortaleza após o golpe de 64. Castello parou diante do chefe da Casa Civil, de 21 anos:

“Você é muito jovem, qual a sua profissão?” O rapaz informou que era jornalista, enquanto Castello balbuciava admirado: “...muito jovem, muito jovem...” Aí o secretário garotão complementou, confessando: “...e genro, presidente!” Castelo Branco deu uma sonora gargalhada. Estava diante de Dário Macedo, jornalista que depois faria carreira de sucesso em Brasília.

Colaboram: André Brito e Tiago Vasconcelos

Conteúdo exclusivo para assinantes!

Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

Matérias exclusivas, infográficos, colunas especiais e muito mais, produzido especialmente pra quem é assinante.

Apenas R$ 9,90/mês
Assinar agora
esqueceu a senha?

últimas dessa coluna


Exclusivo
Cláudio Humberto

Três bolsonaristas querem a vaga de Weintraub

Notícias sobre a eventual saída do ministro Abraham Weintraub (Educação), apesar de inicialmente negadas, movimentou candidatos ao posto. Lideram essa bolsa de apostas Antônio Freitas, pró-reito…


Exclusivo
Cláudio Humberto

No Aliança, 15 milhões de filiados evangélicos

Em busca de apoio para se viabilizar, o partido Aliança pelo Brasil, que está sendo criado pela família Bolsonaro, poderá ganhar, em prazo curto, 15 milhões de filiados evangélicos. É o que …


Exclusivo
Cláudio Humberto

Fundão faz de 2020 a eleição mais cara da História

O Fundão Sem Vergonha de R$ 3,8 bilhões, aprovado na Comissão de Orçamento para bancar a campanha municipal, garantiu que as eleições 2020 sejam as mais caras da História. Em 2016, a primeira …


Exclusivo
Cláudio Humberto

Bolsonaro se beneficiou de “laranjas”, acusa Bivar

O presidente nacional do PSL, deputado Luciano Bivar (PE), que ontem comandou a suspensão de 14 deputados e a advertência de outros quatro, afirmou que, se houve beneficiado pelas “candidaturas …


Exclusivo
Cláudio Humberto

Moleza: Câmara trabalha só nove dias em dezembro

Parlamentares brasileiros têm ritmo próprio de “trabalho”, mas neste dezembro o ócio na Câmara dos Deputados alcançou a outro patamar. Serão apenas nove dias trabalhados oficialmente, incluindo …


Exclusivo
Cláudio Humberto

Casa Civil sequer ajuda na articulação política

A Casa Civil não ajuda nada na articulação para aprovar projetos importantes, como a Medida Provisória da Liberdade Econômica ou a reforma da Previdência, segundo se queixam integrantes do time de …


Exclusivo
Cláudio Humberto

Alcolumbre usa gaveta para prejudicar diplomacia

No exterior, o presidente do Senado, Davi Alcolumbre, adora o tapete vermelho dos diplomatas brasileiros, mas no Brasil ele os trata como inimigos, impedindo a tramitação de indicações de embaixadore…


Exclusivo
Cláudio Humberto

Reunião mostrou armação para “melar” proposta

Parlamentares que estiveram na fracassada reunião de ontem na residência oficial do Senado saíram com a certeza de que os presidentes das duas casas não estavam interessados em negociar acordo para …


Exclusivo
Cláudio Humberto

Brasil pode ter mais de 100 partidos em 2020

O imbróglio envolvendo o uso de meios eletrônicos para validar o apoio à criação de partidos políticos pode facilitar a conclusão dos 76 pedidos de criação atualmente em tramitação no Tribunal …


Exclusivo
Cláudio Humberto

Aliança pode ser criado por aplicativo de celular

Aplicativo de celular é uma das estratégias para criação do Aliança, partido do presidente Jair Bolsonaro, a tempo de disputar as eleições de 2020, segundo confirmou seu secretário-geral e ex-ministr…


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados