Flávio Dias

Flávio Dias


Palmeiras muda os padrões

Comemoração do Palmeiras (Foto: Cesar Greco/Ag. Palmeiras)
Comemoração do Palmeiras (Foto: Cesar Greco/Ag. Palmeiras)
O Palmeiras levou dois dos últimos três Brasileirões. E corre o “risco” de levar mais alguns nos próximos anos. O clube mudou os padrões do futebol brasileiro. E com uma receita que poucos, pouquíssimos, podem repetir.

O Palmeiras tem investimento altíssimo. Para isso, tem patrocinadora forte. Tem, também, receita com seu estádio, quase sempre lotado! Com muita grana, tem um elenco grande e equilibrado que permite, por exemplo, a estratégia de jogar a Libertadores com uma formação e o Brasileirão com outra. E é difícil apontar qual é o “time B” do Palmeiras. Por exemplo, a dupla de zaga titular é Antônio Carlos e Dracena ou Luan e Gómez? São dois ótimos times!

Cruzeiro e Flamengo, que também fizeram altos investimentos e brigaram por títulos na temporada, não conseguiram repetir a fórmula palmeirense. Nenhum dos dois teve um time B bem próximo do time A.

Dinheiro, muito dinheiro, estádio que gere receita, sintonia com a torcida, elenco grande e equilibrado. O que fecha a receita do campeão? Jogadores decisivos e Felipão.

Nos jogos mais importantes, mais tensos, Dudu apareceu. Com gols, como na “final” contra o Flamengo, ou passes como na vitória sobre o Vasco. É o craque do campeonato.

Felipão com a sua "família" (Foto: Cesar Greco/Ag. Palmeiras)
Felipão com a sua "família" (Foto: Cesar Greco/Ag. Palmeiras)
No banco, Felipão recuperou jogadores, fechou a sua “família” e sobrou! O cara não perdeu um jogo sequer no Brasileirão desde que chegou ao Palmeiras! São 22 rodadas de invencibilidade!
Weverton, Luan, Mayke, Lucas Lima, Willian, Borja, Deyverson... todos cresceram com o treinador. O próprio Dudu melhorou.

O título é incontestável. E com a reeleição do atual presidente e a promessa de pelo menos mais três anos de cofres abertos da patrocinadora, não duvido que veremos uma hegemonia alviverde por aí! Será?