Notícias

Polícia

Oito mulheres do Estado prestam depoimento contra João de Deus


Médium João de Deus segue preso (Foto: Marcelo Camargo/Arquivo/Agência Brasil)
Médium João de Deus segue preso (Foto: Marcelo Camargo/Arquivo/Agência Brasil)
Oito mulheres do Espírito Santo prestaram depoimentos ao Ministério Público contra o médium João Teixeira de Farias, conhecido como João de Deus. A alegação é abuso sexual.

O médium está preso desde dezembro de 2018.

Os depoimentos das vítimas foram encaminhados para o Ministério Público do Estado de Goiás (MPGO). O MPES integra a força-tarefa criada pelo MPGO para apurar o “Caso João de Deus” desde dezembro de 2018.

Os casos denunciados foram registrados em Abadiânia, município de Goiás, local em que o médium mantinha um centro espiritual.