search
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

O que fez no verão passado?
Painel da Folha de São Paulo

O que fez no verão passado?

O embate entre setores do Ministério Público e ala do Supremo alcançou novo patamar após a revelação, na Folha de S. Paulo, de que o presidente da Corte, Dias Toffoli, solicitou dados de relatórios feitos pelo Coaf e pela Receita.

Procuradores compararam o ato a uma devassa. Integrante do STF reagiu. A questão, disse, não é se Toffoli pode acessar o material. “Em tese, ele pode, é autoridade judicial. A questão é quantos promotores, procuradores e delegados acessaram – e sem aval da Justiça?”.

Há mais coisas...
Para esse ministro, tal indagação é a chave para entender a grita de grupos ligados à Lava a Jato contra a ordem de Toffoli.

...Entre o céu e a terra...
O presidente do STF não pediu apenas cópias de relatórios dos órgãos de fiscalização. Ele pediu, como registrou a Folha, as motivações, indagou quantos foram feitos por iniciativa do Fisco e do Coaf, quantos foram solicitados por terceiros “como Ministério Público” e com qual base legal.

...Do que supõe...
Toffoli recebeu chave digital para acessar relatórios gerados pelo Coaf nos últimos três anos. Quem conhece o órgão explica que todas as visitas a essa base de dados são feitas com login e senha – e ficam registradas. Da forma como ela foi disponibilizada, seria fácil rastrear qualquer ação – e o STF informou que Toffoli não a usou.

...Nossa vã filosofia
Colegas do Supremo dizem que Toffoli apresentará em seu voto, no julgamento da próxima semana, o resultado da análise que está fazendo dos dados do Coaf e da Receita. A suspeita é a de que investigadores passaram a usar os dois órgãos como “via rápida” para a quebra de sigilo sem ordem judicial.

Orelha quente
Toda essa discussão se desenrolará em caso que tem Flávio Bolsonaro, o filho mais velho do Presidente, como expoente. O Planalto foi informado de que o Supremo reagiu mal não só ao vazamento da decisão de Toffoli como às críticas de alas da PGR e do Banco Central.

Briga de foice
A avaliação é a de que, se de um lado a decisão de Toffoli reacendeu críticas a ele e ao STF entre lavajatistas, por outro, a reação desses setores dobrou a disposição da ala que quer colocar todos os procedimentos da força-tarefa em “pratos limpos”.

Briga de foice II
“Não vai acabar até que todo mundo seja responsabilizado por tudo”, profetiza um ministro.

Devagar com o andor
Integrantes do TRF-4 recomendam cautela aos que veem semelhanças entre o caso que resultou na anulação de uma sentença da juíza Gabriela Hardt, nesta semana, com o do ex-presidente Lula, que também recorre contra os métodos usados por ela ao condená-lo em ação que analisa o sítio de Atibaia (SP).

Esperança vã
Segundo esse integrante do TRF-4, apesar de destacado pela imprensa, o fato de Hardt ter usado trechos da argumentação do Ministério Público como se fossem de sua autoria não foi determinante para a anulação da sentença.

Esperança vã II
Esse juiz explica que o ponto central para a anulação da decisão proferida pela juíza foi a suspeita de que ela acolheu um áudio obtido ilegalmente como prova. O “copia e cola”, criticado durante o julgamento, não foi citado pelo relator do caso como fator relevante.

Força do hábito
A defesa de Lula questiona a sentença na qual Hardt o condenou no caso do sítio de Atibaia sob a alegação, amparada em perícia, de que ela copiou e usou como se fossem seus trechos de decisão proferida por Sergio Moro quando juiz da Lava a Jato.

Caminho livre
O anúncio da saída de Jair Bolsonaro do PSL soou como alento aos integrantes do partido que defendem a candidatura de Joice Hasselmann (PSL-SP) à Prefeitura de São Paulo no ano que vem. O Presidente e seus filhos sempre deixaram claro que ela não era a opção favorita.

Caminho livre II
“Ela é candidatíssima. Na capital, está 100%”, diz o deputado Júnior Bozzella (PSL-SP). “A mudança separou o joio do trigo. Agora teremos um partido com deputados racionais. Os 'tarja preta' saíram fora”, concluiu o parlamentar.

Tiroteio

“Estranho o pedido. Alguém poderia ironicamente chamar de arapongagem do presidente do STF. Eu prefiro não fazer isso”. Do senador Alvaro Dias (PODE-PR), sobre a decisão que levou a Dias Toffoli dados fiscais de um total de 600 mil pessoas físicas e jurídicas.

Publicação simultânea com a Folha de São Paulo

Conteúdo exclusivo para assinantes!

Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

Matérias exclusivas, infográficos, colunas especiais e muito mais, produzido especialmente pra quem é assinante.

Apenas R$ 9,90/mês
Assinar agora
esqueceu a senha?

últimas dessa coluna


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

Mais tarde ainda

Contrariando a expectativa de senadores alinhados à Lava a Jato, que querem retomar a votação do projeto que habilita a prisão em segunda instância no início de fevereiro, o presidente do Senado, …


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

Veio para ficar

A avaliação positiva da ministra Damares Alves (Mulher) no Datafolha sinalizou a políticos que a agenda conservadora nos costumes segue forte e é hoje a principal conexão dos mais pobres a Jair …


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

Mudança de marés

Integrantes do PT e de movimentos de esquerda já discutem internamente os possíveis efeitos políticos de uma melhora da economia em 2020. Alguns recomendam cuidado com o discurso de que tudo vai …


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

Volte uma casa

Nota técnica da consultoria do Senado do último dia 3 diz que liberar o trabalho de professores aos domingos, como prevê a Medida Provisória do Emprego Verde e Amarelo, pode ferir a Constituição. …


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

Bandeira social

O novo Bolsa Família, em elaboração pelo governo, amplia as faixas etárias de beneficiários. A ideia é expandir o pagamento extra a famílias com crianças de até 36 meses (3 anos) e àquelas que …


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

Alô, direita

O congresso do PSDB amanhã em Brasília trará acenos ao eleitorado bolsonarista. Consulta prévia a filiados pela internet mostrou maiorias a favor do pagamento de mensalidade em universidades …


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

O show deve continuar

O secretário de Cultura, Roberto Alvim, deve ampliar o teto de captação de recursos da Lei Rouanet para musicais em teatro, de R$ 1 milhão para ao menos R$ 5 milhões. Em uma rara concessão a …


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

Regras do jogo

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), mandou recado a integrantes do PSL de que vai analisar uma a uma as suspensões aplicadas pelo partido a 14 deputados. Ele indicou que efetivará as …


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

Rota para o atalho

A saga de Jair Bolsonaro para criar a Aliança pelo Brasil, sua nova sigla, deve ganhar um reforço técnico hoje. Integrantes do comitê gestor da ICP (Infraestrutura de Chaves Públicas Brasileira), …


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

Passou da conta

A decisão do TRF-4 de não só manter como também ampliar a condenação de Lula no caso do sítio de Atibaia (SP) instalou em setores expressivos do Supremo e do Superior Tribunal de Justiça a percepção …


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados