search
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

O professor, o seu papel e as mudanças nos dias atuais
Tribuna Livre

O professor, o seu papel e as mudanças nos dias atuais

A docência é mais que uma profissão, é uma vocação: é um sacerdócio. O profissional da educação sabe que sua missão vai além de “educar a criança no caminho em que deve andar...”, mas de contribuir na formação de um cidadão consciente que irá intervir no mundo que o cerca, instruindo esse sujeito a conviver em sociedade, sendo-lhe atribuída ainda a responsabilidade de tornar todas as profissões possíveis, afinal todos já tiveram ou terão um mestre que os ensine e os inspire.

Relacionada ao contexto político, econômico, científico e cultural de uma sociedade, a educação é um processo constante, não se apresentando da mesma forma ao longo dos tempos. Dentro dessa perspectiva, o papel do docente também passa por transformação, exigindo dele novas práticas e constantes atualizações.

Em uma educação imersa na cultura digital, esse profissional deve desenvolver habilidades com as novas tecnologias fazendo delas aliadas no processo de ensino-aprendizagem, de forma a despertar a atenção de seus discentes e, sobretudo incorporando neles a capacidade de pensar, de interpretar e de solucionar problemas, já que os conteúdos escolares, em si, não são o suficiente para estes discentes.

Nascidas na era digital, as gerações Z (oriundos no final dos anos 1990 e no início dos anos 2000) e Alpha (composta de crianças nascidas a partir de 2010) transformaram o modo de ensinar, conferindo ao professor a função de mediador, de transformador de sentidos, daquele que busca a formação de alunos protagonistas e responsáveis por seu processo de aprendizagem.

Na lógica de tantos avanços da modernidade, o docente brasileiro vive um momento de recuo e com grandes obstáculos a serem superados: incertezas, desvalorização, mudanças e, sobretudo de perdas de direitos trazendo implicações na trajetória desse trabalhador que sofre drasticamente com os efeitos da crise na política, na economia e na educação escolar do Brasil.

Em meio a esse cenário, o sistema educacional dá um passo atrás quanto às conquistas obtidas no início dos anos 2000 no país – do que compreendíamos como uma educação cidadã, não só por razão dos cortes orçamentários, mas pela censura no processo educacional, fragilizando o debate no espaço democrático escolar e a possibilidade de reflexões sobre a pluralidade e a diversidade, inviabilizando conexões sobre os temas para além das paredes da sala de aula, suprimindo dessa instituição, genuinamente coletiva, uma educação de qualidade que alcance a todos.

O educador Paulo Freire dizia que: “é preciso ter esperança. Mas tem de ser esperança do verbo esperançar”. Por que isso? Porque tem gente que tem esperança do verbo esperar. Esperança do verbo esperar não é esperança, é espera”.

Nesse sentido, queremos parabenizar todos os professores e professoras por seu dia, na data de hoje, e desejar a toda nossa categoria esperança, mas do verbo esperançar, no sentido de almejar, sonhar, agir, buscar e nunca desistir de uma formação adequada e continuada, de melhores salários e condições de trabalho, de lutar permanentemente por nossa classe; de modo que possamos exercer nossa profissão com dignidade e o reconhecimento necessário.

Juliano Pavesi é professor e presidente do Sindicato dos Professores do Espírito Santo (Sinpro-ES).

Conteúdo exclusivo para assinantes!

Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

Matérias exclusivas, infográficos, colunas especiais e muito mais, produzido especialmente pra quem é assinante.

Apenas R$ 9,90/mês
Assinar agora
esqueceu a senha?

últimas dessa coluna


Exclusivo
Tribuna Livre

Quem tem medo de robô

Em recente entrevista, o presidente da OAB Nacional, Felipe Santa Cruz, apresentou previsão de que “em cinco anos este mercado não vai conseguir absorver todo mundo”. A matéria citou, ainda, …


Exclusivo
Tribuna Livre

Acreditar é preciso

Foi em um domingo pela manhã quando folheando as páginas do jornal, senti meu coração se enchendo de tristeza com tantas manchetes de violência, atentados e agressões de todas as formas. E lendo …


Exclusivo
Tribuna Livre

A competência tem limite

A convivência entre os poderes constituídos tem se tornado cada vez mais tormentosa, havendo constante invasão de um pelo outro, normalmente no que se refere as esferas de prerrogativas de poder …


Exclusivo
Tribuna Livre

A chegada do verão e as lesões dos atletas de fim de ano

Vem chegando o verão... E, na estação mais badalada do ano, muita gente é obrigada a dar uma pausa na programação para “ficar de molho”. Isso mesmo! É comum aumentar a ocorrência de lesões nessa …


Exclusivo
Tribuna Livre

O golpe do WhatsApp e o roubo da conta no aplicativo

Os criminosos estão cada vez mais criativos acompanhando a mudança da sociedade e a evolução da tecnologia, de modo que a cada dia surgem novos golpes para tentar ludibriar os cidadãos e obter …


Exclusivo
Tribuna Livre

Insegurança suprema

Nos últimos 10 anos o STF debateu e mudou seu entendimento acerca da prisão após o julgamento em segundo grau ao menos cinco vezes. Na última quinta-feira, mudou novamente! A partir de agora, …


Exclusivo
Tribuna Livre

Os 30 anos da derrubada do Muro de Berlim

Amanhã completar-se-ão 30 anos da queda do maior símbolo da "cortina de ferro" que se abatera sobre a Europa logo após a Segunda Guerra Mundial, o Muro de Berlim. A Guerra Fria chegava ao fim, e …


Exclusivo
Tribuna Livre

Uma nova maneira de pensar a economia

Muito se fala em novas economias e formas de empreender. De fato, o momento em que vivemos a todo o instante passa por mudanças e exige que nós acompanhemos essa oscilação. Adaptar-se e trazer novas …


Exclusivo
Tribuna Livre

Avaliação internacional nas escolas

As avaliações em larga escala são, hoje, um importante recurso disponível para aprofundar as reflexões acerca da qualidade da educação. A busca pelo ensino de qualidade é causa universal, que convoca …


Exclusivo
Tribuna Livre

A Ufes e a consulta democrática para a reitoria

A Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes) desencadeou o processo de consulta informal sobre os novos dirigentes que assumirão a reitoria da instituição a partir de 2020. Por ser uma …


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados