search
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

O professor, o seu papel e as mudanças nos dias atuais
Tribuna Livre

O professor, o seu papel e as mudanças nos dias atuais

A docência é mais que uma profissão, é uma vocação: é um sacerdócio. O profissional da educação sabe que sua missão vai além de “educar a criança no caminho em que deve andar...”, mas de contribuir na formação de um cidadão consciente que irá intervir no mundo que o cerca, instruindo esse sujeito a conviver em sociedade, sendo-lhe atribuída ainda a responsabilidade de tornar todas as profissões possíveis, afinal todos já tiveram ou terão um mestre que os ensine e os inspire.

Relacionada ao contexto político, econômico, científico e cultural de uma sociedade, a educação é um processo constante, não se apresentando da mesma forma ao longo dos tempos. Dentro dessa perspectiva, o papel do docente também passa por transformação, exigindo dele novas práticas e constantes atualizações.

Em uma educação imersa na cultura digital, esse profissional deve desenvolver habilidades com as novas tecnologias fazendo delas aliadas no processo de ensino-aprendizagem, de forma a despertar a atenção de seus discentes e, sobretudo incorporando neles a capacidade de pensar, de interpretar e de solucionar problemas, já que os conteúdos escolares, em si, não são o suficiente para estes discentes.

Nascidas na era digital, as gerações Z (oriundos no final dos anos 1990 e no início dos anos 2000) e Alpha (composta de crianças nascidas a partir de 2010) transformaram o modo de ensinar, conferindo ao professor a função de mediador, de transformador de sentidos, daquele que busca a formação de alunos protagonistas e responsáveis por seu processo de aprendizagem.

Na lógica de tantos avanços da modernidade, o docente brasileiro vive um momento de recuo e com grandes obstáculos a serem superados: incertezas, desvalorização, mudanças e, sobretudo de perdas de direitos trazendo implicações na trajetória desse trabalhador que sofre drasticamente com os efeitos da crise na política, na economia e na educação escolar do Brasil.

Em meio a esse cenário, o sistema educacional dá um passo atrás quanto às conquistas obtidas no início dos anos 2000 no país – do que compreendíamos como uma educação cidadã, não só por razão dos cortes orçamentários, mas pela censura no processo educacional, fragilizando o debate no espaço democrático escolar e a possibilidade de reflexões sobre a pluralidade e a diversidade, inviabilizando conexões sobre os temas para além das paredes da sala de aula, suprimindo dessa instituição, genuinamente coletiva, uma educação de qualidade que alcance a todos.

O educador Paulo Freire dizia que: “é preciso ter esperança. Mas tem de ser esperança do verbo esperançar”. Por que isso? Porque tem gente que tem esperança do verbo esperar. Esperança do verbo esperar não é esperança, é espera”.

Nesse sentido, queremos parabenizar todos os professores e professoras por seu dia, na data de hoje, e desejar a toda nossa categoria esperança, mas do verbo esperançar, no sentido de almejar, sonhar, agir, buscar e nunca desistir de uma formação adequada e continuada, de melhores salários e condições de trabalho, de lutar permanentemente por nossa classe; de modo que possamos exercer nossa profissão com dignidade e o reconhecimento necessário.

Juliano Pavesi é professor e presidente do Sindicato dos Professores do Espírito Santo (Sinpro-ES).

Conteúdo exclusivo para assinantes!

Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

Matérias exclusivas, infográficos, colunas especiais e muito mais, produzido especialmente pra quem é assinante.

Apenas R$ 9,90/mês
Assinar agora
esqueceu a senha?

últimas dessa coluna


Exclusivo
Tribuna Livre

Arquitetos trabalham por cidades mais sadias durante a pandemia

A pandemia do Coronavírus despertou por todo País uma rede de solidariedade, colaboração e interlocução da sociedade civil, que se apropriou das mídias e plataformas digitais para dialogar e planejar …


Exclusivo
Tribuna Livre

Medidas adotadas nos EUA que serviriam muito bem ao Brasil

O índice de percepção da corrupção criado pela ONG Transparência Internacional é o principal indicador de corrupção no setor público do mundo. Criado em 1995, o índice é publicado anualmente, em mais …


Exclusivo
Tribuna Livre

Educação especial durante a pandemia aproxima pais e filhos

Que o isolamento social proposto como medida de prevenção à Covid19 tem possibilitado a reorganização e o fortalecimento dos núcleos familiares, isso é fato. O tempo, que antes nos faltava, agora …


Exclusivo
Tribuna Livre

O piloto, a governança e o Tribunal de Contas

Imagine estar em um voo tranquilo, quando de repente as condições mudam drasticamente e o avião ameaça colapsar. O que se espera do piloto naquele momento? Que ele tome decisões assertivas de maneira …


Exclusivo
Tribuna Livre

Preconceito e sofrimento mental em tempos de pandemia

Vivenciar uma quarentena com todo o recolhimento que a mesma nos impõe (isolamento social e familiar), com mudança ou perda do trabalho, paralisação do ir e vir e a crise econômica que já bate às …


Tribuna Livre

Médicos estrangeiros podem ajudar no combate à pandemia

Milhares de médicos formados no exterior aguardam há três anos pelo exame que habilita para o exercício da profissão. O Revalida, exame de revalidação de diplomas de Medicina, aplicado pelo Instituto …


Exclusivo
Tribuna Livre

Telemedicina como solução para a “terceira onda” do coronavírus

O mundo neste momento se uniu em uma pesquisa maciça sobre o novo coronavírus. As medidas de prevenção, estatísticas de óbitos por região, opiniões sobre isolamento são narradas por leigos e …


Exclusivo
Tribuna Livre

Duas pandemias: Covid-19 e obesidade

Desde que a OMS classificou a Covid-19 como uma pandemia, a população vivencia mudanças na vida e na comunicação sobre saúde. Medidas de isolamento social para conter o avanço da doença foram …


Exclusivo
Tribuna Livre

Estudo mostra que autismo cresce no mundo e no Brasil

O mais novo levantamento do Centro de Controle de Doenças e Prevenção (CDC) dos Estados Unidos traz números preocupantes sobre a prevalência do Transtorno do Espectro Autista (TEA) no País, acendendo …


Exclusivo
Tribuna Livre

Mundo não será mais o mesmo depois da pandemia

Viveremos, no pós-pandemia do novo coronavírus, um “new normal”, ou seja, um novo normal. O mundo não será mais o mesmo. As nossas vidas não serão mais as mesmas. Mudanças que o mundo demoraria …


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados