O poder de um timaço

Na recente inauguração da nova Ciretran da capital, o governador Paulo Hartung destacou a profissionalização do Detran/ES e o compromisso dos servidores com o atendimento.

“Essa inauguração é um momento que permite fazermos um balanço desta jornada com uma entrega robusta aos capixabas. O segredo vem da profissionalização do Detran”, ponderou Hartung.

Vejamos... O Detran/ES tem uma história de serviços prestados à população capixaba. Em cada município há uma unidade. E, desde 2015, muita coisa mudou. Quando assumi a diretoria geral do órgão, em 2016, meu foco foi trabalhar por melhorias para o cidadão. Juntamente com uma equipe qualificada de servidores, a qual eu chamo carinhosamente de “timaço”, destaco com orgulho e realização das conquistas alcançadas.

Todo o atendimento foi repensado e realizamos investimentos com o objetivo de facilitar a vida do usuário, como novos espaços físicos e modernização tecnológica dos serviços. Por exemplo, reformulamos o site institucional e implantamos novos serviços on-line.

E para dar maior transparência no processo seletivo do CNH Social, implantamos a automatização do programa. Ainda, visando qualificar e combater possíveis fraudes no processo de formação do condutor, implantamos a telemetria no início de 2018.

Também trabalhamos arduamente para a solução de problemas antigos que incomodavam, e muito, toda a sociedade capixaba, como por exemplo, o esvaziamento total, em 2018, dos 26 pátios lotados com mais de 55 mil veículos, muitos deles empilhados.

E não esquecemos de lutar por nossos servidores. Conseguimos aprovar o novo plano de cargos e salários, com a reestruturação das carreiras. O que proporcionou um aumento real do subsídio inicial, além da iniciarmos a implantação da intranet, organizada pelo Recursos Humanos do órgão, o que possibilitou um melhor diálogo com todos os servidores.

No combate aos acidentes de trânsito, iniciamos a implantação do corpo de agentes de trânsito e de fiscalização do Detran/ES. Também adquirimos novas viaturas caracterizadas para uso nas fiscalizações, que chegarão em dezembro.

Ainda, realizamos a descentralização de recursos para investir em fiscalização de trânsito, como a aquisição e manutenção de 100 novos etilômetros e impressoras. Além das várias ações integradas juntamente com a Polícia Militar e a Polícia Civil com o objetivo de trabalhar a redução de acidentes de trânsito no estado.

E para intensificar essas atividades, o Movimento Rua Coletiva, implantado em 2016, levou educação de trânsito a todo o Estado, visando ao engajamento da sociedade capixaba para à redução de acidentes.

Ainda, realizamos serviços de sinalização vertical, horizontal e instalação de dispositivos auxiliares em 70 municípios, em um investimento total de mais de R$ 20 milhões.

Hoje, deixo a direção geral do Detran/ES e volto a desempenhar minhas funções no Dnit, em Brasília, onde sou servidor de carreira.

É bem verdade que realizar tantos feitos é gratificante na vida de qualquer profissional, mas o que mais me deixa emocionado e feliz é que, aqui, eu trabalhei com um timaço e fiz amigos. E, juntos, somos referência no Brasil.

Temos o orgulho de dizer, com a cabeça erguida e olhos brilhantes, que somos servidores públicos e trabalhamos para oferecer um Detran/ES cada vez mais ágil, moderno e perto dos cidadãos capixabas.

Romeu Scheibe Neto é engenheiro civil do Dnit e ex-diretor geral do Detran/ES
 


últimas dessa coluna


Jogos eletrônicos não são mais sinônimo de sedentarismo

A mãe pergunta à filha como foi o dia de aula, e a menina responde que passou a maior parte do dia disputando jogos eletrônicos. Surpresa, a mãe já se prepara para ligar para a escola e perguntar que …


A influência das mídias sociais sobre as decisões políticas

Estamos observando, no Brasil e em outras partes do mundo, o povo se reunindo através das redes digitais com o objetivo de influenciar as decisões políticas. Será que as principais decisões serão …


O Moscoso não morreu e nem morrerá por causa da violência

O fato ocorrido no dia 15 de janeiro, quando três vidas foram ceifadas de forma brutal, na divisa do bairro Piedade, mesmo em se tratando de um ato isolado, nos causou indignação. Mas foi inaceitável …


A lei e a quebra de contrato na compra de imóveis na planta

Quase no apagar das luzes do ano de 2018, na última sexta-feira, dia 28 de dezembro, foi publicada a Lei Federal nº 13.786, que visa regulamentar a resolução por inadimplemento de contratos de …


Telemedicina traz ganhos, mas não é remédio para todos os males

A divulgação da Resolução nº 2.227/18, do Conselho Federal de Medicina (CFM), que estabelece critérios para prática da telemedicina no Brasil, provocou um grande debate sobre o tema, durante o qual …


Será um desserviço ao País desmantelar aquilo que dá certo

Atualmente, o sistema cooperativista tem sido bastante evidenciado pelo seu constante crescimento e pela sua participação no combate à exclusão social, valorizando o homem pelo que ele é, tornando-o …


A importância do planejamento para se saber aonde quer chegar

Ao receber a resposta de Alice, que diz não saber para onde quer ir, uma vez que estaria perdida, o Gato é enfático: “Para quem não sabe onde quer ir, qualquer caminho serve”. O trecho da história …


Ferida emocional e baixa fé religiosa põem vidas em risco

Revista de circulação nacional diz que acontece um suicídio no mundo a cada 40 segundos. No Brasil, a cada 45 minutos. E em Vitória? Não sabemos, pois a mídia, com a sábia intenção de não incentivar, …


Pacote anticrime de Moro é bom, mas peca em alguns pontos

O ministro Sérgio Moro divulgou as primeiras medidas concebidas para o enfrentamento da criminalidade. Sob o impacto inicial das soluções apontadas, várias análises foram feitas logo após sua …


É direito de alunos terem acesso às informações de seus cursos

Há quase quatro anos, A Tribuna publicou neste mesmo espaço um artigo em que eu falava sobre o Exame de Ordem e o direito à informação. Citei o Projeto de Lei 214/2015, proposto pelo então deputado …