Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

O mensageiro e a mensagem
Painel da Folha de São Paulo

O mensageiro e a mensagem

Sergio Moro (Justiça) não deve enxergar o questionamento à ação publicitária criada para seu pacote anticrime como uma reação circunscrita à oposição.

A ofensiva midiática, deflagrada em meio a pesada discussão sobre a proposta na Câmara, foi interpretada por líderes, dirigentes de outros partidos e pela cúpula do Congresso como uma "campanha de ameaça ao Parlamento, que visa impedir análise independente". A ampla insatisfação deve aumentar a pressão por uma resposta do TCU.

Boca no trombone - Como mostrou o Painel nesta quinta (3), PC do B, PSOL e Rede foram ao Tribunal de Contas da União pedir a suspensão das peças publicitárias pró-pacote, sob o argumento de que a lei não prevê campanha a favor de projetos em votação e que o governo tenta constranger o debate no Congresso.

Mais um - Depois, o Ministério Público de Contas pediu uma análise do gasto com a campanha do projeto, estimado em R$ 10 milhões. O pacote anticrime abriga uma série de polêmicas, como o excludente de ilicitude –já rejeitado pelo grupo de trabalho que analisa a proposta na Câmara.

Alvo fácil - Para deputados de partidos de centro e centro-direita, ao vincular o tema ao nome do ministro Sergio Moro, o governo quebra o princípio da impessoalidade com a intenção de ampliar a pressão de alguns setores da sociedade contra o Congresso.

Pela culatra - Por isso, oposição e centro decidiram ampliar a articulação contra a medida, reproduzindo no plenário alianças que impuseram derrotas a Moro e ao governo no grupo de trabalho da Câmara.

Gaveta trancada - Integrantes do Conselho Nacional do Ministério Público foram avisados de que a próxima sessão do colegiado foi desmarcada pelo procurador-geral, Augusto Aras. O motivo: a indicação de seis conselheiros aprovados pelo Senado não foi assinada por Moro.

Gaveta trancada 2 - Reclamações contra o procurador Deltan Dallagnol, chefe da Lava Jato de Curitiba, estão na pauta do CNMP para deliberação.

Eu me amo - Apesar de impasses entre Congresso e Executivo terem travado a reforma da Previdência, o líder do governo na Câmara, Major Vitor Hugo (PSL-GO), celebrou uma vitória pessoal nesta semana. Na terça (1º), conseguiu aprovar três medidas provisórias no plenário, seu recorde.

Remendo - Líderes da Câmara pretendem derrubar 6 dos 14 vetos de Jair Bolsonaro à minirreforma eleitoral. O trabalho agora é para convencer o Senado a não se opor.

Remendo 2 - Os deputados querem retomar, entre outros pontos, a possibilidade do pagamento de multas partidárias com dinheiro do fundo eleitoral, a brecha para aumentar o valor da reserva que vai custear as eleições e o artigo que amplia o leque de modelos de prestação de contas.

Dança das cadeiras - Apesar de negar publicamente, Bolsonaro confirmou a aliados nos últimos dias que realmente pretende mudar a composição de sua equipe ministerial após a aprovação da Previdência.

Quem avisa... - Líderes de partidos alinhados ao Planalto dizem que, passada a Previdência, se não melhorar a articulação política, o governo vai enfrentar grandes obstáculos para aprovar medidas de seu interesse no Senado.

Devo, não nego - Senadores afirmam que o Planalto descumpre acordos em diversas frentes e que o desprezo de ministros pelas demandas de parlamentares segue como antes. Sobre o general Luiz Eduardo Ramos, hoje responsável pela articulação política, resumem: ele não tem tinta na caneta.

Siga o mestre - Bolsonaro reuniu o time de ministros nesta semana e cobrou atenção aos pedidos do secretário de Governo. Até agora, as nomeações prometidas por Ramos a parlamentares têm sido represadas em outras pastas.

O que cativas - O ataque, nesta quinta (3), de um procurador da Fazenda Nacional a uma juíza, dentro do TRF-3, em SP, inflamou novamente magistrados contra Rodrigo Janot. Registro do episódio foi repassado em grupos de WhatsApp acompanhado do seguinte comentário: "Olha aí o que Janot criou. Criou essa jurisprudência".

TIROTEIO

"Enquanto cortam verba da educação e de programas sociais, gastar R$ 10 mi para satisfazer o ego de Moro é um escárnio."

Do deputado Orlando Silva (PC do B-SP), sobre o custo da campanha publicitária a favor do pacote anticrime do ministro da Justiça.

Conteúdo exclusivo para assinantes!

Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

Matérias exclusivas, infográficos, colunas especiais e muito mais, produzido especialmente pra quem é assinante.

Apenas R$ 9,90/mês
Assinar agora
esqueceu a senha?

últimas dessa coluna


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

Problema tem família grande

Ao implodir o PSL, Jair Bolsonaro praticamente sepultou as chances de migrar para uma legenda de grande ou médio porte. Dirigentes de partidos de centro-direita dizem ser "muito difícil" encontrar …


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

À mulher de César

Além de dar ares de crise incontornável ao impasse entre Jair Bolsonaro e seu partido, a batida da Polícia Federal que atingiu o presidente do PSL, Luciano Bivar (PE), ampliou a desconfiança entre o …


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

O teto é o limite

A ofensiva de deputados para debater proposta de emenda constitucional que autorize prisão após segunda instância nesta terça (15), dois dias antes de julgamento no STF, foi vista com ceticismo por …


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

Engata a primeira

Apontado como meta logo no início da gestão de Dias Toffoli na presidência do Supremo, o projeto de acelerar a solução de impasses judiciais que travam obras em todo o país entra agora em fase …


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

Bate e volta

Sob ofensiva de Jair Bolsonaro, o PSL decidiu se armar. Dirigentes dizem que a sigla já está cotando, por conta própria, empresas que possam analisar suas contas – o presidente cobra auditoria de …


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

Tela em branco

Integrantes da equipe econômica sugeriram incluir na reforma administrativa um dispositivo que proíba servidores públicos de terem filiação político-partidária. A vedação foi alvo de debates, na …


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

Pediu? Agora aguenta

O fragilíssimo equilíbrio do PSL implodiu com os últimos atos de Jair Bolsonaro. Deputados que manifestaram intenção de deixar a sigla ou que a atacaram publicamente, acompanhando o presidente, serão …


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

Soneto de separação

A cúpula do PSL não assiste inerte à movimentação de Jair Bolsonaro e de um grupo de deputados para se distanciar do partido. Ao contrário. A direção da sigla traça, há semanas, cenários para …


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

Maçã envenenada

Soou como tiro de alerta entre procuradores e juízes o telefonema, revelado pela Folha, nesta segunda (7), em que Marco Aurélio Canal, um dos auditores da Receita presos pela Lava Jato do Rio, disse …


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

Cai o véu

Para além do impacto da revelação, na Folha, de que a apuração sobre candidaturas laranjas no PSL de Minas levou a menções à campanha de Jair Bolsonaro, foi a reação de Sergio Moro (Justiça) à …


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados