Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

O medo de ter câncer
Doutor João Responde

O medo de ter câncer

Carcinofobia – ou medo de câncer – é um temor que aflige grande quantidade de pessoas. Na maioria dos casos, esse medo é racional. Mas em pessoas com preocupação extrema, a condição pode gerar pânico e afetar a saúde, levando-as a procurar médicos continuamente para garantir que tudo está bem com seu organismo.

O simples pensamento sobre a doença pode gerar ansiedade e ataque de pânico, acompanhados por sintomas físicos, como tremor, sudorese, taquicardia, vertigens desmaios, etc.

Ideias de morte, perda do controle e incapacidade de distinguir entre o real e o imaginário pioram o quadro sintomático.

O câncer é caracterizado pelo crescimento desordenado de células, provocando invasão de tecidos e órgãos adjacentes.

A disseminação de células cancerosas pelo organismo, pelos vasos sanguíneos e linfáticos, é denominada metástase.

Cânceres também são chamados de tumores malignos. Como o corpo possui grande número de células diferenciadas, o tipo de câncer dependerá dessa condição.

Assim, cânceres de pele são aqueles localizados nessa região.

Os tumores que se iniciam em músculos são denominados sarcomas, dentre outros exemplos.

O câncer provoca alterações no DNA da célula, gerando interferências na regulação de seu crescimento.

Como, geralmente, as células cancerígenas são menos especializadas, seu crescimento faz com que os tecidos afetados percam suas funções, conferindo graves problemas ao paciente, inclusive sua morte.

Apesar disso, muitos cânceres podem ser curados; principalmente quando diagnosticados precocemente.

Células saudáveis crescem e morrem quando o organismo não precisa mais delas.

O câncer ocorre quando o aumento de células está fora de controle, se dividindo rapidamente. Algumas células cancerosas “se esquecem de morrer”.

Carcinogênese é um processo altamente complexo do qual participam fatores de risco herdados e ambientais, como a alimentação, o tabagismo, a ocupação e a exposição à radiação e agentes químicos.

Ocorrendo de forma lenta, uma célula cancerosa pode levar vários anos para proliferar e dar origem a um tumor visível.

Exposição às radiações e a produtos químicos, viroses, tabagismo, alcoolismo, dietas inadequadas e sedentarismo, são alguns dos fatores externos que contribuem para o aparecimento de cânceres.

Como fatores externos, lembramos o comprometimento do sistema imunológico, a predisposição genética e alterações hormonais.

Prevenção é sempre importante para evitar doenças. Em se tratando de cânceres, ela se torna imperiosa.

Um tumor em qualquer região do corpo costuma produzir sintomas genéricos, como perda de peso sem fazer dieta, cansaço contínuo, tosse persistente, febre intermitente, sangramentos, presença de gânglios, manchas na pele ou dor que não melhora.

Entretanto, para obtenção de diagnóstico correto, é preciso fazer uma série de exames visando descartar outras hipóteses.

Alguns exames, como CEA, CA125, endoscopia, colonoscopia, tomografia e ressonância magnética, são úteis para rastrear a presença de tumores.

Quase sempre, o câncer é diagnosticado quando o indivíduo apresenta sintomas bem específicos, que podem surgir de uma hora para outra, sem explicação, ou como uma consequência de uma enfermidade que não foi corretamente debelada.

Câncer descoberto em fase inicial aumenta as chances de cura do paciente.

Prevenir o câncer é eliminar as condições específicas que podem desencadeá-lo, através de atitudes de eficácia comprovada.

Parte da prevenção encontra-se dentro do próprio indivíduo, onde devem morar a esperança e a coragem, esses tônicos que fortalecem seu estado de saúde. Quanto mais da doença se conhece, menos dela se teme.
 


últimas dessa coluna


Exclusivo

Afeto faz bem à saúde

Experimente caminhar pelas ruas distribuindo abraços e apertos de mãos. Infelizmente, a maior parte das pessoas não retornará as demonstrações de afeto oferecidas por você. Algumas reagirão com …


Tato, o olho da pele humana

O tato é o idioma do corpo. Vendo, ouvindo, cheirando, apalpando e sentindo sabores, percebemos o meio que nos cerca. Ao processar esses estímulos em nosso cérebro, nós os interpretamos, sejam como …


Saúde esterilizada vira doença

Ninguém questiona a imprescindível necessidade da higiene, do uso de medicamentos, do emprego de vacinações, entre outros cuidados que visam preservar a saúde. Antigamente, a preocupação do ser …


As frustrantes colites imunológicas

Existem basicamente três tipos de doenças: aquela que cura rápido, a que demora curar e aquela que nunca cura. Médicos apreciam enfermidades que evoluem rapidamente para o restabelecimento da saúde …


Ginecomastia na adolescência

O crescimento das mamas em homens pode criar constrangimentos de cunho estético.Anormalidade benigna, passível de correção, a ginecomastia é caracterizada por um excesso de tegumento, gordura e …


O sentido do olfato

Ao chegar, o cheiro tempera o ar. Quando parte, ele deixa lembranças – boas ou más. Um trivial aspirar pode despertar fome, provocar atração ou repulsa e resgatar cenas do passado. Quase tudo tem …


Surdez pode causar isolamento

A perda da audição causa um pesado infortúnio. Ela representa a ausência de um estímulo vital, o som da voz, que veicula a linguagem, agita os pensamentos e nos mantém conectados aos outros. A …


Meningite, uma doença grave

Em 1977, apesar de ainda estar cursando o quinto ano de Medicina, fui chamado para consultar um adolescente que apresentava dor de cabeça e febre. Ao examina-lo percebi que se tratava de uma infecção …


Gripe intestinal e seus sintomas

Conhecida também como virose digestiva, a gripe intestinal provoca um quadro clínico bastante incômodo, embora desapareça, sem muitas complicações, depois de alguns dias. Esse tipo de gastroente…


Entupimento do ducto salivar

Pedras podem surgir na vesícula, no trato urinário e nas glândulas salivares. A sialolitíase ou cálculo salivar representa a obstrução do sistema excretor de uma glândula salivar por calcificações …


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados