search
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

O inverno está chegando
Painel da Folha de São Paulo

O inverno está chegando

Sinais emitidos por Jair Bolsonaro colocaram em alerta integrantes da PGR. Somada às mudanças na Receita e no Coaf, a demora para indicar o nome que vai liderar o MPF fez grupos de procuradores se organizarem para planejar reação caso a escolha do presidente seja heterodoxa.

Para um articulado membro da carreira, se o Planalto optar pelo subprocurador Antonio Carlos Simões Soares, como aventado nos últimos dias, "caos será pouco para descrever o que será da Procuradoria".

Cara/crachá - A predileção da família Bolsonaro por Soares foi revelada pela revista Época. Recebido pelo presidente dia 13, ele é um desconhecido até para procuradores experientes. Como os rumores sobre o apoio a ele no Planalto cresceram, investigadores que disputaram eleição interna para a lista tríplice foram buscar informações.

Faça-se a luz - Um desses procuradores conta que, ao questionar um colega sobre a personalidade de Soares, ouviu como resposta: "Ele é trevoso".

Padrinho - Apontado como uma indicação de Flávio Bolsonaro (PSL-RJ), Soares caiu nas graças da família do presidente pelas mãos de outra pessoa, o advogado Frederick Wassef. Este representa Flávio na ação que levou o presidente do STF, Dias Toffoli, a suspender apurações que tenham usado dados da Receita e do Coaf sem aval da Justiça.

Salve-se quem puder - Um ex-juiz federal que conhece bem a PGR diz que, se Bolsonaro optar por um nome sem qualquer conexão com o restante do MPF, o cenário mais provável é o de "ingovernabilidade, com diversos grupos se digladiando diante de um procurador-geral sem um mínimo de autoridade".

MMA - O caminhoneiro Wanderlei Alves, conhecido como Dedeco, trocou socos com o sindicalista Carlos Alberto Litti Dahme dentro do Ministério da Infraestrutura. Segundo Dedeco, ele foi buscar um convite para participar da entrega da medalha de Mauá, quando Litti o agrediu enquanto entrava no elevador.

MMA 2 - Dedeco diz que o sindicalista tentou dar um soco nele, mas não conseguiu. "E aí, quando me vi, ele estava com o corpo metade dentro do elevador metade para fora, eu em cima dele, e as pessoas me segurando", conta.

Quando um não quer... - O apresentador Luciano Huck disse a pessoas próximas que não esperava tamanha repercussão do trecho de uma palestra, na semana passada, na qual se referiu ao governo Bolsonaro como "o último capítulo do que não deu certo". O presidente reagiu de imediato, com provocações e críticas ao possível adversário em 2022.

...dois não brigam - O grupo de Huck não pretende revidar ou estender a polêmica. Diz que tudo o que o apresentador não precisa é precipitar uma briga com Bolsonaro. Por isso, ele foi aconselhado a não falar mais sobre o assunto.

A ver navios - Parlamentares dizem aguardar que a líder do governo no Congresso, Joice Hasselman (PSL-SP), cumpra a promessa de que Jair Bolsonaro vai enviar à Câmara proposta que libera R$ 330 milhões a bolsas de pesquisa.

A ver navios 2 - A verba foi uma contrapartida exigida pelos parlamentares em troca da autorização para o governo emitir R$ 248 bilhões em dívidas para saldar despesas, driblando a chamada regra de ouro.

A ver navios 3 - Na sexta (16), o ministro Marcos Pontes (Ciência e Tecnologia) disse que, sem os R$ 330 milhões, os bolsistas do CNPq ficarão sem receber a partir de setembro.

Fome de quê - Já de olho em 2020, o deputado João Campos (PSB-PE) vai propor emenda à Lei de Diretrizes Orçamentárias que blinda a verba da Ciência e Tecnologia de contingenciamentos futuros. A ressalva já existiu e vigorou de 2002 a 2011.

Querida, encolhi o cofre - A compressão de verba para a área foi muito forte. O Fundo de Desenvolvimento Científico, por exemplo, que teria R$ 4,9 bilhões neste ano, só liberou R$ 600 milhões até julho.

CONTRAPONTO

Mensagem para você

Durante votação na Câmara, Vinicius Poit (Novo-SP) pediu a palavra para rebater críticas de Alice Portugal (PC do B-BA) à MP da liberdade econômica.

– Publiquei vídeo que fala sobre negócios de baixo risco. Se me seguir vai ver. Pode me seguir que sigo de volta, troco like e mando! O presidente da Casa, Rodrigo Maia (DEM-RJ), não perdeu a deixa: – Like com coraçãozinho ou sem coraçãozinho?

– Com coraçãozinho, pois a deputada Alice é do meu coração!

Conteúdo exclusivo para assinantes!

Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

Matérias exclusivas, infográficos, colunas especiais e muito mais, produzido especialmente pra quem é assinante.

Apenas R$ 9,90/mês
Assinar agora
esqueceu a senha?

últimas dessa coluna


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

Vinde a mim

Do nome ao manifesto, a identidade do novo partido de Jair Bolsonaro foi concebida para mesclar temas do militarismo com os de religião, num aceno ao que o Presidente vê como bases prioritárias. …


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

Caminho do meio

Partidos de centro e de esquerda articulam apoio a uma proposta alternativa à que quer reabilitar a autorização para prisão em segunda instância. A tese que tem ganhado mais adeptos é a indicada …


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

Distância regulamentar

Integrantes do governo pretendem criar uma espécie de quarentena para servidores públicos que queiram se candidatar a cargos políticos. Pela proposta, ocupantes de carreiras de Estado terão de …


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

Aqui me tens de regresso

"Deu certo". Foi assim que um agente da Polícia Federal anunciou a Lula e aos que aguardavam com ele, na carceragem, a decisão sobre o pedido de soltura. O ex-presidente não chorou, mas, …


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

O retorno

Às vésperas da decisão do STF que revogou a autorização para prisão em segunda instância, líderes de partidos de centro e centro-direita começaram a cotejar o impacto da saída do ex-presidente Lula …


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

Plano de fuga

Operadores que conhecem o mercado de petróleo perceberam, na semana passada, que havia risco de o aguardado megaleilão do pré-sal não suprir as expectativas despertadas pelo governo. Executivos …


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

Força das circunstâncias

O conflito de versões da Polícia Civil e do Ministério Público do Rio sobre a obtenção da planilha que vinculou o nome de Jair Bolsonaro a suspeito do assassinato de Marielle Franco renovou a …


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

Pau que dá em Chico

Com o partido em pé de guerra, integrantes do PSL passaram a defender a quebra do sigilo do cartão corporativo de Jair Bolsonaro. Deputados argumentam que falta isonomia ao Presidente, que …


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

Certo pelo duvidoso?

Atos e discursos autoritários feitos pelos Bolsonaros na última semana reavivaram discussões sobre alterar a Constituição para permitir a reeleição do atual comando do Congresso: Rodrigo Maia …


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

Nenhum homem é uma ilha

Ex-presidente do Banco Central e um dos maiores investidores do País, Arminio Fraga rejeita o discurso feito por larga fatia do mercado, eufórica com a agenda econômica do governo Bolsonaro. Ele …


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados