Luiz Mantovani


O Flamengo e seus velhos erros

Maurício Barbieri (Foto: Gilvan de Souza / Flamengo)
Maurício Barbieri (Foto: Gilvan de Souza / Flamengo)
Todo rubro-negro já notou que a parada para a Copa foi desastrosa para o Flamengo. O time esteve mal contra o São Paulo, incluindo aí o técnico Barbieri, agora na condição de efetivo. Errou feio nas tentativas de melhorar o rendimento da equipe no segundo tempo.

Preocupa a intenção da diretoria de gastar mais de R$ 40 milhões na contratação de Vitinho, quando se observa que os pontos fracos do time continuam sendo as laterais e um volante pelo menos do nível do titular Cuellar. Rômulo deve ser mandado embora imediatamente. Ele "desaparece" do jogo para minimizar suas deficiências. Fraco demais.

Paquetá tem categoria, mas precisa deixar de lado a marra e ser escalado na posição em que rende mais. Éverton Ribeiro esqueceu o futebol de novo. Não jogou nada. Errou tudo o que tentou. Só não foi pior que Guerrero.

Uribe entrou meio no fogo, mas mostrou boa colocação. Perdeu um gol incrível e na outra chance que teve obrigou o goleiro a fazer uma defesa sensacional. Ganhando ritmo, vai ser mais produtivo que Guerrero, com certeza.

Agora, apenas um ponto separa o Flamengo do segundo colocado, o próprio São Paulo. E só tem pedreira daqui para frente, incluindo Copa do Brasil e Libertadores. Se Barbieri fizer bobagens como ontem, o caldo pode acabar entornando para o lado dele. Tudo indica que os dias de tranquilidade ficaram para trás no Ninho do Urubu...