O Canarinho que nos representa

Mascote mais amado do torcedor brasileiro: o Canarinho (Foto: Divulgação)
Mascote mais amado do torcedor brasileiro: o Canarinho (Foto: Divulgação)
Criatividade, com e sem a bola nos pés, é o forte dos brasileiros. Somos o povo que faz piada dos problemas e ri da gente mesmo, e na Copa da Rússia não podia ser diferente. A zoeira começou muito antes do apito inicial do torneio. Um craque roubou a cena antes mesmo da lista de escalação inédita do Tite.

Estamos prestes a iniciar as oitavas de final do torneio e ele já encantou a torcida, conquistou a Rússia, quebrou a internet e até já foi preso. Nada de Neymar, Gabriel Jesus ou Philippe Coutinho. O assunto hoje é o marrento e boladão mais fofo da Seleção. O mascote mais amado do torcedor brasileiro: o Canarinho! Aquele mesmo, o pistola.

A nova expressão do mascote amarelinho deu o que falar desde sua apresentação. A criatividade do brasileiro tratou logo de apelidar o personagem. A fama foi repentina e os adjetivos logo encheram as redes sociais. Marrento, boladão, enfezado foram alguns testados, mas nenhum foi tão bem aceito quanto "pistola".

Pelo menos pelos torcedores, porque a recomendação da CBF é que o irritado passarinho não fosse chamado de pistola, ao menos não nas transmissões ao vivo. Mas, como não estamos ao vivo, a CBF que nos perdoe, o Canarinho boladão vai continuar sendo pistola. Pelo menos até o hexa.

Nas rede sociais, a gíria "pistola" significa justamente aquela pessoa brava, enfezada. E a palavra caiu como uma luva para a expressão do cenho franzido do passarinho amarelo. Dizem que as rugas entre os olhos apareceram depois do triste 7x1. No entanto, a CBF garante que ele não está bravo e que a expressão é de confiança, atitude em busca da sexta estrela no escudo. Tomara que seja mesmo!

Seja lá como for, o Canarinho Pistola foi uma das expressões ditas no Twitter. Tanto que ganhou um emoticon especial na rede. Basta colocar #canarinho que o rosto enfezado aparece.

O jeitão marrento não é só no rosto do mascote. O andar com as mãos jogadas para trás e as performances malabarísticas compõem a personalidade do Canarinho. Muitos dirão que foi uma homenagem aos personagens do Carreta Furacão, mas oficialmente o personagem é inspirado nos mascotes norte-americanos, como o Benny the Bull, que é touro mascote do Chicago Bulls, por exemplo, e a Disney.

Mesmo tendo atingido os trend topics do Twitter e ter vários memes nas redes sociais, o Canarinho Pistola foi barrado na Rússia. Por duas vezes.

A primeira foi oficialmente. De acordo com as regras da Fifa, mascote não pode entrar nos estádios para não provocar a torcida adversária. O que por certo poderia acontecer. A segunda foi antes de a Seleção chegar a Moscou para o último jogo da primeira fase.

Os seguranças do hotel onde a Seleção estava sendo esperada confundiram o Canarinho Pistola com um torcedor qualquer e o quiseram pôr para fora. Pode isso, Arnaldo? Tentaram, mas não conseguiram! Ainda mais pistola, o Canarinho voltou, tocou surdo e incendiou a torcida que esperava os jogadores na frente do hotel e recepcionou Tite, Neymar, Philippe Coutinho e companhia.

O que importa é que mesmo pistola, o Canarinho é como a gente, torcedor brasileiro, mesmo bravo, enfezado, cheio de marra, torce como se nunca tivesse criticado. Então, vamos vestir a camisa!! Bora Brasil!

Por: Lorrany Martins