search
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

O bom duelo
Gilmar Ferreira
Gilmar Ferreira

Gilmar Ferreira


O bom duelo

Já há algum tempo não se via um clássico Flamengo x Vasco com qualidade tão distinta em reta final de Brasileiro.

Nos anos de conquista de título, tanto de um lado quanto do outro, houve sempre correlação de forças — descontando, é claro, a edição de 2009, vencida pelos rubro-negros, ano em que os vascaínos disputaram a Série B. Aliás, nem naquela temporada a diferença entre os dois times era tão acentuada como no confronto de hoje. Pois então, nada mais natural do que imaginar que o virtual campeão faça a festa da sua torcida.

Só vejo duas formas de uma equipe reduzir a imposição do Flamengo, principalmente em confrontos no Maracanã. Uma, apostando na velocidade pelos lados, criando o desconforto defensivo gerado, por exemplo, por Bahia e CSA — sobretudo nas viradas de bolas.

E a outra, como fez o São Paulo, e até o Botafogo em duelo recente, encurtando os espaços entre as linhas, bloqueando o meio da área e apertando a marcação. Mesmo assim, não significa que vá frear o time de Jorge Jesus. A liderança do Rubro-Negro nem sempre teve a combinação de resultado e desempenho.

Curiosidade

Estou curioso, portanto, para ver o que Vanderlei Luxemburgo tentará aprontar para evitar que se repita o 4 a 1 do primeiro turno, no Mané Garrincha, em Brasília. Até porque, é bom que se leve em consideração, o Vasco naquele jogo de agosto, em que pese a goleada, teve duas ótimas chances de marcar nos primeiros minutos e ainda desperdiçou duas cobranças de pênaltis.

Agora, o Flamengo reaparece à sua frente com o título praticamente conquistado e envolvido também na final única da Libertadores. “Como tirar proveito disso”, deve pensar o técnico cruz-maltino.

Volantes

Provavelmente, baseado no bom senso em cima do que construiu até aqui, o Vasco de Luxemburgo deverá ir a campo com quatro volantes (Richard, Raul, Bruno Gomes e Marcos Júnior), mais a dupla Rossi e Marrony no ataque. Um 4-4-2 falsamente retraído, com intensidade na marcação pelo meio e velocidade nas pontas.

Há certa expectativa de campo pesado, molhado pelas chuvas, e, se assim for, o rubro-negro talvez opte por administrar seu desgaste — embora não seja o perfil do português Jorge Jesus.
Tomara, portanto, que o desnivelado Clássico dos Milhões nos reserve ao menos um bom duelo entre os treinadores.

Conteúdo exclusivo para assinantes!

Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

Matérias exclusivas, infográficos, colunas especiais e muito mais, produzido especialmente pra quem é assinante.

Apenas R$ 9,90/mês
Assinar agora
esqueceu a senha?

últimas dessa coluna


Exclusivo
Gilmar Ferreira

Minhas impressões

Que a queda do Cruzeiro já empobrece o Brasileiro de 2020 não tenho dúvidas. Mas o clube mineiro fez tanto descalabro em sua gestão que o rebaixamento não é imerecido. Isso, porém, não tem a ver com …


Exclusivo
Gilmar Ferreira

A segunda pele

A diretoria do Vasco já decidiu que o time em 2020 terá um outro fornecedor de material esportivo. E a nova marca é uma velha conhecida dos cruz-maltinos: a italiana Kappa, grife que vestiu os …


Exclusivo
Gilmar Ferreira

Outro patamar

A ampliação em massa do número de sócios-torcedores do Vasco, crescendo em quase quatro vezes os cadastros de inscritos, já provoca a necessidade de mudanças para atender à nova demanda. E uma delas …


Exclusivo
Gilmar Ferreira

Minhas impressões

O “strike” que o Flamengo de Jorge Jesus faz em seus principais rivais, derrubando seus técnicos com atuações insofismáveis, e acumulando pontos incansavelmente, já é prova de que o trabalho do …


Exclusivo
Gilmar Ferreira

Um novo despertar

A torcida do Vasco parece ter percebido, de forma definitiva, que é ela o motor de propulsão da caravela que simboliza o clube. A adesão em massa ao projeto sócio-torcedor deflagrada com a …


Exclusivo
Gilmar Ferreira

Paixão S.A.

A discussão em torno do sucesso esportivo do Flamengo tem acirrado os ânimos em grupos de WhatsApp, desfeito amizades entre torcedores rivais nas redes sociais e destemperado batalhas ideológicas …


Exclusivo
Gilmar Ferreira

Minhas impressões

Que capítulo lindo o Flamengo adicionou à sua história, com a conquista de dois títulos em 24 horas. O bicampeão da Copa Libertadores foi oficialmente consagrado campeão brasileiro de 2019 com quatro …


Exclusivo
Gilmar Ferreira

Rumo ao topo do mundo

O Flamengo é bicampeão da América. Mas quem só leu os capítulos finais da história ou apenas se viu arrebatado após a emocionante e dramática vitória de 2 a 1, de virada, no sábado (24), sobre o …


Exclusivo
Gilmar Ferreira

O pecado capital

De todas as discussões sobre o técnico Jorge Jesus e do Flamengo que ele criou para deleite dos amantes do bom futebol, a única que o torcedor não deveria alimentar é a que fala do ódio dos técnicos …


Exclusivo
Gilmar Ferreira

Minhas impressões

A disputa do título Brasileiro, há algum tempo restrita a Flamengo e Palmeiras, acabou nesta rodada 33 com o empate em 1 a 1 do time paulista com o Bahia, em Salvador. O olhar dos rubro-negros …


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados