Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Novos negócios após a chegada dos filhos
AT em Família

Novos negócios após a chegada dos filhos

Por Luciana Pimentel

Empreender é hoje a alternativa escolhida por muitas mulheres que querem conciliar a carreira com o papel de mãe. Como a maioria das empresas não adota o sistema home office, montar o próprio negócio torna-se uma boa opção para quem quer ser mãe em tempo integral.

Psicóloga organizacional e clínica com foco em terapia cognitiva comportamental, Lívia Marques explicou que um dos maiores benefícios disso é que as mães podem criar um cronograma equilibrado com as atividades diárias que pretendem desenvolver.

“Além de trabalhar, a mãe pode ir a reuniões e festas na escola dos filhos, e levar o filho ao médico, por exemplo. Como elas têm mais tempo, ficam menos irritadas e, empreendendo, a relação com a família e consigo muda, exatamente por trabalhar com o que gosta e ter mais tempo”, ressaltou a especialista.

A psicóloga Karen Lima concorda. “Uma mãe empreendedora ensina empreendedorismo dentro de casa e isso é ótimo para a educação dos pequenos”, frisou Karen.

 (Foto: Kadidja Fernandes/AT)
(Foto: Kadidja Fernandes/AT)


Formada em Comércio Exterior, a empresária Juliana de Queiroz Roza, 37, tinha a vida corrida. Quando ganhou o primeiro filho, Arthur, 5, percebeu que não encontrava roupas estilosas para meninos, apenas para meninas.

E foi aí que surgiu a ideia de criar uma loja virtual especializada em looks para meninos. Com mais de cinco mil entregas feitas para o Brasil, e também para o exterior, a empresária contou que conseguiu se realizar profissionalmente também fora da empresa em que trabalhava antes.

“Como não encontrava as roupas que queria, tive a ideia de criar a Príncipes Estilosos, já que poderia trabalhar e, ao mesmo tempo, acompanhar o crescimento do meu filho”, destacou Juliana.

Hoje ela divide a atenção dos negócios com a criação de Arthur e do caçula Gabriel, de 9 meses. “Me encontrei e cativei muitas mães, o retorno positivo é bem gratificante”, salientou a mãe empreendedora.

Mamães empreendedoras

 


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados