search
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Novo presidente deprime e torna a OAB omissa
Cláudio Humberto
Cláudio Humberto

Cláudio Humberto


Novo presidente deprime e torna a OAB omissa

Eleito em janeiro presidente a OAB até 2022, Felipe Santa Cruz já é considerado, de longe, a mais omissa liderança da história recente da entidade. Tomou chá de sumiço logo após a polêmica com o presidente Jair Bolsonaro e a responsabilidade institucional tem passado longe.

Ele não teve tempo para ir à posse do PGR, Augusto Aras, mas foi ao Ceará paparicar o governador Camilo Santana (PT) e ao Maranhão beijar a mão e ser condecorado pelo governador Flávio Dino (PCdoB).

Longe de polêmicas

Decisões do STF que ameaçam a Lava a Jato, o plano de Rodrigo Janot para matar Gilmar Mendes e as queimadas foram ignoradas pela OAB.

Vaga lembrança

Virou quadro na parede a história da OAB associada a causas nobres, à defesa das liberdades e ao combate à corrupção e ao autoritarismo.

O entrevero

Bolsonaro contesta versão oficial da morte do pai de Santa Cruz, que atuou no atentado terrorista a bomba de 1966 no aeroporto de Recife.

Conseguiu piorar

Entre advogados, o desempenho de Santa Cruz (foto) não espanta. É pior que o antecessor Claudio Lamachia, muito ruim de serviço.

Liberdade econômica apenas trocou “cartórios”

A lei aprovada com base na medida provisória da liberdade econômica foi vendida como um grande avanço para os pequenos negócios, mas muitos comerciantes e empreendedores reclamam que ficaram à mercê de outro cartório, o cartório dos “certificados digitais”. A lei dispensou de alvará de funcionamento startups e pequenas empresas, mas criou-se um novo tipo de cartório para tomar dinheiro de quem produz.

Dinheiro precioso

A maior reclamação é que os certificados digitais, assim como os alvarás, precisam ser renovados periodicamente. E são caros.

Papel não

Antes, dizem os pequenos empresários, com a situação regularizada junto ao fisco, bastava emitir as notas fiscais, em papel mesmo.

Nada a declarar

Solicitada a comentar essa queixa de micro e pequenos empresários, a direção Sebrae não respondeu até o fechamento desta edição.

Disputa de egos

É uma rixa com Sergio Moro, ignorada pelo ministro da Justiça, que faz Alexandre de Moraes se associar a votos, no STF, contra a Lava a Jato. Amigos dos tempos de Secretaria de Segurança em São Paulo, dizem que ele morre de ciúmes do pacote anticrime. Acha o seu melhor.

Quem venham os húngaros

O Brasil segue estreitando as relações com a Hungria, após seu premiê Viktor Orbán haver comparecido à posse de Jair Bolsonaro. Na terça-feira (8), o chanceler húngaro Péter Szijjàrtó fará visita oficial a Brasília.

Nada menos que tudo

Com o espírito desarmado, espera-se, o ex-procurador-geral Rodrigo Janot lança na terça, no shopping Pier 21, em Brasília, o livro Nada menos que tudo (ed. Planeta). Livraria Leitura a partir das 19h.

Fã-clube

Tem crescido a admiração do general Augusto Heleno, ministro do Gabinete de Segurança Institucional, pelo ministro Sergio Moro (Justiça). Ele o define como “íntegro, honrado e destemido”.

Disciplina a caminho

Enquanto o pobre Rio Grande do Norte recusou ajuda milionária do governo federal para aderir ao programa de gestão compartilhada de escolas com a participação de militares, sucesso de público e crítica no DF, o rico estado de São Paulo aderiu ao programa do MEC.

Vapt-vupt do bem

Ex-atleta olímpico de natação, Luiz Lima (PSL-RJ) disse que está adorando ser deputado. Ele conseguiu a proeza de aprovar em 55 dias seu projeto que garante divórcio imediato à mulher vítima de agressão.

Pura hipocrisia

A Câmara criou comissão especial para discutir projeto de 2015 que pretende, que coisa improvável, “ajudar a evitar o superendividamento do consumidor”. Deveria agir para resolver o superendividamento do governo, que só este ano baterá impressionantes R$ 139 bilhões.

Pensando bem...

...um ano e meio depois de preso, e rejeitando o regime semiaberto, Lula mostra que cana é com ele mesmo.

Conteúdo exclusivo para assinantes!

Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

Matérias exclusivas, infográficos, colunas especiais e muito mais, produzido especialmente pra quem é assinante.

Apenas R$ 9,90/mês
Assinar agora
esqueceu a senha?

últimas dessa coluna


Exclusivo
Cláudio Humberto

F-1 procura Ibaneis para realizar GP em Brasília

O governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha (MDB), vai se reunir hoje ao meio-dia com dirigentes da empresa norte-americana Liberty Media, que detém direitos da Fórmula 1, para tratar da …


Exclusivo
Cláudio Humberto

Se há prova de crime, “ataque à imprensa” é falácia

A Constituição assegura o direito de o jornalista preservar a fonte, e não é crime publicar denúncia baseada em documentos ou gravações levados ao repórter. Uma coisa é uma coisa. Outra coisa é …


Exclusivo
Cláudio Humberto

Regina Duarte topa, mas pensa na rebordosa

A atriz Regina Duarte quer mesmo a Secretaria Especial de Cultura. Nem faz questão do status de ministério, apesar de considerar isso positivo. Faz questão é de estrutura e recursos, para uma gestão …


Exclusivo
Cláudio Humberto

Petrobras tem gastos bilionários em patrocínios

A Petrobras distribuiu mais de R$ 1,77 bilhão em generosos patrocínios na última década. A maior parte, R$ 1,05 bilhão, foi entregue em apenas dois anos: 2013, início oficial da crise política e dos …


Exclusivo
Cláudio Humberto

Aneel prefere queimar milhões de litros de diesel

Enquanto tramava a asfixia da energia solar, tentando taxar em 64% os que investiram em geração distribuída, a agência reguladora de energia Aneel trata como se fossem irrelevantes os 1,3 milhão de …


Exclusivo
Cláudio Humberto

Se não copiou, é pior: Alvim pensa como Goebbels

Ex-secretário de Cultura, Roberto Alvim tornou ainda pior sua situação ao alegar que foi apenas “uma coincidência” a frase usada no patético discurso cujo autor original era ninguém menos que Joseph …


Exclusivo
Cláudio Humberto

Adiando lei, STF assume “tutela” sobre os poderes

Ao adiar a vigência da lei do juiz de garantias, o Supremo Tribunal Federal (STF) assume sua “tutela” sobre o Executivo e o Legislativo, cujas decisões só são válidas após uma “segunda sanção” da …


Exclusivo
Cláudio Humberto

“Taxar o sol” fere compromisso assumido em Paris

O lobby das distribuidoras de energia plantou na Aneel a ideia de taxar quem investiu na geração da própria energia, principalmente solar, mas as consequências poderiam ser gravíssimas se o president…


Exclusivo
Cláudio Humberto

Petrobras de Bolsonaro corta 90% da propaganda

Um dos maiores anunciantes do Brasil, sob comando do governo federal, a estatal Petrobras cortou drasticamente a verba publicitária no primeiro ano de governo de Jair Bolsonaro. Corte chegou a 90%. …


Exclusivo
Cláudio Humberto

Maia “esquece” acordo e já articula sua sucessão

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia, já esqueceu o acordo que fez há um ano no apartamento paulistano do presidente nacional do PP, senador Ciro Nogueira (PI), para apoiar o deputado Arthur Lira à …


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados