search
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Nova droga revigora luta contra câncer de sangue
Tribuna Livre

Nova droga revigora luta contra câncer de sangue

Estudo apresentado no maior congresso de oncologia do mundo mostra que tratamento, já aprovado pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) no Brasil, pode prolongar e melhorar a vida das vítimas do segundo tipo de câncer de sangue mais comum.

O mieloma múltiplo é a segunda doença onco-hematológica mais comum no mundo, perdendo apenas para os linfomas.

Segundo dados da International Myeloma Foundation, uma organização americana que estuda e trata de pacientes com mieloma múltiplo, a faixa etária de aparecimento dos sintomas é dos 60 a 65 anos, sendo que apenas 5 a 10% dos pacientes têm menos de 45 anos. Além disso, a doença é mais comum em homens do que em mulheres.

Há duas décadas, o paciente portador de mieloma múltiplo vivia em torno de três anos. Atualmente, com as novas opções de tratamento disponíveis, a expectativa de vida aumentou. Hoje o paciente vive, em média, 10 anos.

O novo estudo apresentado no American Society of Clinical Oncology 2019 (ASCO), o maior congresso de oncologia do mundo, pode mudar o cenário atual.

O estudo liderado pelo francês Philippe Moureau mostrou uma terapia capaz de reduzir em 53% o risco de a doença progredir ou de o paciente morrer.

Hoje, um dos tratamentos mais usados é um coquetel que reúne três medicamentos. Os pesquisadores investigaram o efeito da inclusão de uma quarta droga – o Daratumumabe – a essa combinação. A substância contribuiu para aumentar a resposta ao tratamento, oferecendo maior qualidade de vida e maior expectativa de vida ao paciente.

O Daratumumabe chegou ao Brasil em maio de 2017, após ser avaliado com rigor pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), que antecipou o acesso dos brasileiros à terapia em um ano e meio, praticamente, ao mesmo tempo em que os países desenvolvidos.

O desenvolvimento do mieloma múltiplo pode estar relacionado a fatores predisponentes, como o uso de produtos químicos, exposição à radiação e susceptibilidade genética.

Porém, a diversidade de exposições e os possíveis fatores de susceptibilidade genética dificultam os estudos para a comprovação.

Os sintomas podem se confundir com os de doenças comuns às pessoas idosas. Por isso a importância de buscar um especialista, que no caso é o hematologista, para solicitar os exames adequados. Os sintomas mais comuns são: fraqueza, cansaço, palidez, perda de peso, dores ósseas e fraturas ósseas.

Por meio de exames de rotina, como o hemograma completo, o hematologista pode suspeitar da doença e solicitar exames mais específicos como a eletroforese de proteínas, a imunofixação, o exame de medula óssea e exames de imagem para avaliar o esqueleto ósseo.

O tratamento mais comum para os pacientes com mieloma múltiplo é a quimioterapia.

Hoje, existem medicamentos quimioterápicos potentes que são utilizados com o objetivo de destruir, controlar ou inibir o crescimento das células doentes, proporcionando uma melhor qualidade de vida ao paciente e maior expectativa de vida.

Melissa Bozzi Nonato é hematologista do Centro Capixaba de Oncologia (Cecon) e mestre em hematologia pela UERJ.

Conteúdo exclusivo para assinantes!

Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

Matérias exclusivas, infográficos, colunas especiais e muito mais, produzido especialmente pra quem é assinante.

Apenas R$ 9,90/mês
Assinar agora
esqueceu a senha?

últimas dessa coluna


Exclusivo
Tribuna Livre

Existir em dose dupla e viver pela metade

O sol deste verão fulmina as sombras que restavam acerca da vida dupla que o existir contemporâneo demanda de imenso e crescente contingente de viventes. E não se trata de jogar luz em segredos, …


Exclusivo
Tribuna Livre

Comarca de Santa Leopoldina pode ser riscada da história

Não questiono a boa intenção e a visão de economia e otimização dos serviços judiciários que devem ter norteado o Tribunal de Justiça do Espírito Santo ao propor o Projeto de Lei Complementar …


Exclusivo
Tribuna Livre

Escolha de especialistas ocorre com ou sem meritocracia?

Quando uma pessoa é considerada um especialista? Quantas pós-graduações tem de cursar? Precisa de quantos anos de experiência? Para respondermos a essas indagações, vamos narrar uma história ocorrida …


Exclusivo
Tribuna Livre

Em ano de eleição, as propostas para os novos prefeitos

Com as eleições municipais já batendo à porta, é bom o eleitor ter atenção com as propostas dos candidatos, se serão expostas com verdade e passíveis de realização. Até porque, para um gestor …


Exclusivo
Tribuna Livre

Você está satisfeito com a mobilidade em sua cidade?

O trânsito agarrado é uma coisa que incomoda. Passando o período de férias voltaremos à nossa rotina de congestionamentos. As cidades formam um arranjo socioespacial destinado a várias dimensões do …


Exclusivo
Tribuna Livre

Organizações religiosas e os benefícios da lei do Terceiro Setor

As igrejas católicas, evangélicas e toda organização religiosa têm, para além do trabalho em seus templos, uma grande importância em suas regiões de atuação por conta de trabalhos sociais de …


Exclusivo
Tribuna Livre

Código de Defesa do Consumidor e a ausência de informações

O Código de Defesa do Consumidor (CDC), concretizado pela Lei nº 8.078/1990, é uma ferramenta eficaz para que o consumidor reclame os seus direitos. Isso porque, por definição, só reclama aquele …


Exclusivo
Tribuna Livre

Derrota do combate à corrupção

Matéria do jornal A Tribuna do último domingo apresentou um dado desanimador. Mais de 400 projetos de lei que pretendem combater de alguma forma a corrupção estão parados. De acordo com a …


Exclusivo
Tribuna Livre

Meditação é de graça e fácil

Li outro dia uma coisa engraçada sobre a meditação, mas que traduz uma grande verdade: “Se correr o bicho pega; se ficar o bicho come; se meditar o bicho some”. Sim, o bicho some completamente …


Exclusivo
Tribuna Livre

O uso da geointeligência no combate ao crime

Nas últimas décadas, a humanidade vivencia grandes invenções tecnológicas. Sua constante necessidade de compreender e ocupar o meio em que vive a obriga ter novos conhecimentos a sua disposição. …


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados