Nem sempre dominamos o nosso corpo

Quando criança, eu costumava prestar atenção em minha respiração. O resultado era sempre uma sensação de cansaço, causado pelo trabalho dos músculos acostumados a respirar por conta própria.

O corpo humano é um mecanismo complexo e bem estruturado que, por si só, sabe qual função ativar a cada momento.

E, entre estas, encontramos atos involuntários que não controlamos, uma vez que são acionados sem o nosso consentimento e só temos de cumprir obedientemente o comando dado pelo cérebro.
Estamos nos referindo a funções de autoproteção, como tossir, suar, tremer, piscar, além de fenômenos como bocejos, calafrios, entre outros.

Existem funções do organismo sobre as quais não temos o poder de comandar.

Uma pessoa pode tremer não só quando está com frio, mas por medo, estresse ou doença grave. E ninguém pode controlar esse processo, pois é um reflexo incondicional do corpo. É raro encontrar alguém que nunca tenha ficado ruborizado.

O avermelhamento involuntário do rosto se manifesta quando o indivíduo sente vergonha, timidez ou raiva.

Pessoas que não estão acostumadas a mentir, geralmente ficam vermelhas quando são forçadas a isso.

Todos esses fatores respondem a um aumento do fluxo sanguíneo nos capilares encontrados nas camadas superficiais da pele.

Estômago vazio costuma produzir roncos. Em alguns casos, esse ruído característico deve-se à fome. Em outros, é causado por distúrbios de funcionamento do sistema gastrointestinal. Independentemente da presença de alimentos no estômago, seus músculos se contraem. Se não houver comida, o ar e o ácido clorídrico reagem entre si criando sons diferentes, borbulhando e rugindo.

Espirrar é um reflexo protetor. Graças a isso, poeira, muco e outros agentes irritantes, são eliminados do trato respiratório superior por uma exalação súbita e forte.

Bocejar é um reflexo incondicionado. Bocejamos quando sentimos cansaço, sono, tédio, calor, ou quando nos falta oxigênio, tornando necessário sacudir nosso sistema nervoso.

Tossir é um processo através do qual o corpo limpa o aparelho respiratório de elementos estranhos, através da expectoração.

A tosse é quase impossível de conter, e isso é bom, porque, desta forma, o nosso corpo tenta se livrar da fumaça, poeira, muco e micróbios patogênicos.

Arrepios acontecem devido à contração muscular dos folículos pilosos.

Quando o organismo sente frio, medo, admiração, excitação sexual, as fibras dos folículos se contraem, levantando os pelos do corpo.

Este reflexo rudimentar, cujas funções seriam aquecer e simular um aumento de tamanho do corpo, não apresenta significado prático para as pessoas.

Transpiração é uma função imperiosa para o corpo superaquecido. A umidade que evapora da superfície da pele reduz a temperatura corporal.

O suor também surge diante de esforço físico, estresse, excesso de peso e de algumas doenças.
Soluço é um distúrbio respiratório involuntário, resultante das contrações do diafragma e dos músculos intercostais.

O som característico desse sintoma se deve ao fechamento súbito da glote. O aparecimento do singulto não pode ser evitado pela pessoa.

Durante um alongamento, os músculos são preparados para realizar esforço físico. É por isso que nos alongamos depois de dormir. Essa atitude objetiva “acordar” os músculos que permaneceram imóveis durante a noite.

Todas essas funções involuntárias são importantes para o funcionamento do organismo. O corpo sabe melhor do que nós daquilo que ele precisa num dado momento.

O último esforço da razão é reconhecer que existe uma infinidade de coisas que ultrapassam a vontade. O corpo humano se alimenta de autonomia e submissão.
 


últimas dessa coluna


As frustrantes colites imunológicas

Existem basicamente três tipos de doenças: aquela que cura rápido, a que demora curar e aquela que nunca cura. Médicos apreciam enfermidades que evoluem rapidamente para o restabelecimento da saúde …


Ginecomastia na adolescência

O crescimento das mamas em homens pode criar constrangimentos de cunho estético.Anormalidade benigna, passível de correção, a ginecomastia é caracterizada por um excesso de tegumento, gordura e …


O sentido do olfato

Ao chegar, o cheiro tempera o ar. Quando parte, ele deixa lembranças – boas ou más. Um trivial aspirar pode despertar fome, provocar atração ou repulsa e resgatar cenas do passado. Quase tudo tem …


Surdez pode causar isolamento

A perda da audição causa um pesado infortúnio. Ela representa a ausência de um estímulo vital, o som da voz, que veicula a linguagem, agita os pensamentos e nos mantém conectados aos outros. A …


O medo de ter câncer

Carcinofobia – ou medo de câncer – é um temor que aflige grande quantidade de pessoas. Na maioria dos casos, esse medo é racional. Mas em pessoas com preocupação extrema, a condição pode gerar pânico …


Meningite, uma doença grave

Em 1977, apesar de ainda estar cursando o quinto ano de Medicina, fui chamado para consultar um adolescente que apresentava dor de cabeça e febre. Ao examina-lo percebi que se tratava de uma infecção …


Gripe intestinal e seus sintomas

Conhecida também como virose digestiva, a gripe intestinal provoca um quadro clínico bastante incômodo, embora desapareça, sem muitas complicações, depois de alguns dias. Esse tipo de gastroente…


Entupimento do ducto salivar

Pedras podem surgir na vesícula, no trato urinário e nas glândulas salivares. A sialolitíase ou cálculo salivar representa a obstrução do sistema excretor de uma glândula salivar por calcificações …


Nossas vigilantes e aliadas amígdalas

Tonsilas ou amígdalas são órgãos que auxiliam na fabricação de anticorpos para combater bactérias agindo, assim, como grandes aliadas do sistema imunológico. Localizadas na encruzilhada entre a …


Trememos por várias razões

“Quando a vela chega ao fim, a chama começa a tremer, com medo da escuridão”. O tremor resulta de várias situações. Sua principal causa é o frio, condição que faz com que os músculos se contraiam …