search
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Na saída, Presidente tenta cessar telecatch
Coluna do Estadão

Andreza Matais e Marcelo de Moraes


Na saída, Presidente tenta cessar telecatch

Ao anunciar sua saída do PSL, Jair Bolsonaro, em privado, foi pragmático: não quer ver ninguém no novo partido brigando com os antigos aliados publicamente.

Sabe que a continuidade do telecatch (luta livre na TV) fragiliza os governistas. À sua moda, disse que o “casamento não deu certo”. Agora, é bola para a frente. A articulação do governo já dava o divórcio como certo e tirou a temperatura com lideranças do Congresso. Avalia ser baixo o risco de descarrilamento do comboio. Os mais experientes a reduzem a crise a uma “briga de meninos”.

Vai que cola. Na contramão do que disse Bolsonaro, seus advogados travam uma batalha jurídica com o PSL para conseguir que os dissidentes carreguem o fundo partidário. Como deverá ser uma longa batalha, parlamentares temem não ter um tostão em 2020.

Na fila. Deputados do PSL que prometem seguir Bolsonaro terão de ficar fora da nova cúpula partidária em um primeiro momento. Por estarem formalmente ligados ao PSL, não podem assumir cargos na Aliança pelo Brasil.

Ministro Tarcísio Freitas (Foto: Divulgação)
Ministro Tarcísio Freitas (Foto: Divulgação)
CLICK. O ministro Tarcísio Freitas, voltando de um evento do BNDES no Rio, parou na loja do Flamengo. Comprou uma camiseta para sua filha, que é flamenguista roxa.

Desfalque. Por uma regra criada pelo TSE, para assinar uma lista em prol de um novo partido, o cidadão não pode estar filiado a outro. Por isso, aliados de Bolsonaro preveem uma debandada do PSL.

De novo. O Presidente, ao falar sobre a possibilidade de ir para um partido já existente, brincou: “Casar com viúva até dá, se ela tiver um ou dois filhos. Se tiver oito, aí não dá, não tem lua de mel nunca”.

Baixa. Os deputados bolsonaristas já sabem que não poderão contar com Marcelo Brum e Enéias Reis. Como são suplentes, estão impedidos de deixar o PSL para não perder o mandato.

Sem judicialização? O presidente do TST, Brito Pereira, compareceu ao lançamento do programa Trabalho Verde Amarelo. Para evitar problemas, o secretário Rogério Marinho o consultou antes do anúncio.

No forno. A força-tarefa da Operação Greenfield finaliza denúncia envolvendo irregularidades entre fundos de pensão e a empresa Sete Brasil. Querem apresentá-la até o fim do ano.

De olho... O governo resolveu endossar um projeto do Republicanos para criar a Lei de Responsabilidade Previdenciária. O texto já foi analisado pelo Ministério da Economia e deve ser apresentado à Câmara na semana que vem.

...no futuro. O projeto seria uma compensação à PEC paralela da Previdência, que incluiu os Estados e os municípios. A ideia é criar notas para avaliar a gestão das aposentadorias e, de acordo com elas, permitir um maior ou menor endividamento dos entes federativos nessa área.

Oh yeah! O vereador paulistano Arselino Tatto (PT) teve sancionado seu projeto para incluir no Calendário de Eventos de São Paulo o festival Lollapalooza. “O impacto econômico e o envolvimento da população demonstram que o festival está consolidado em nossa cidade”, comemora ele.

Equipe. O ex-ministro do TSE Gilson Dipp foi contratado para reforçar a defesa da senadora Juíza Selma no TSE, no processo de cassação contra ela. O time de defesa é capitaneado por Gustavo Guedes.

Pronto, falei!

Sobre prisão em segunda instância

"Não queremos 'fulanizar' ou 'ideologizar' questões jurídicas, mas também não queremos viver num País de impunidade”.

João Roma, deputado federal (PRB-BA)


 

Conteúdo exclusivo para assinantes!

Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

Matérias exclusivas, infográficos, colunas especiais e muito mais, produzido especialmente pra quem é assinante.

Apenas R$ 9,90/mês
Assinar agora
esqueceu a senha?

últimas dessa coluna


Exclusivo
Coluna do Estadão

Frente de esquerda, por ora, só no discurso

A decisão do PT de lançar candidato a prefeito de Belo Horizonte é mais um indicativo da dificuldade da esquerda em construir uma frente para peitar Jair Bolsonaro neste ano e em 2022. Na …


Exclusivo
Coluna do Estadão

Santa Cruz na crítica ao “ministério da verdade”

O projeto de lei das fake news gerou rara concordância entre Felipe Santa Cruz e a militância bolsonarista: ambos criticam o tal Conselho de Transparência e Responsabilidade na internet, que consta …


Exclusivo
Coluna do Estadão

Conselho retoma caso que mira Dallagnol

Depois de uma semana em que a força-tarefa da Lava a Jato de Curitiba sofreu com revelações controversas sobre seu método de atuação, Deltan Dallagnol terá dias complicados pela frente. Para as …


Exclusivo
Coluna do Estadão

“Fraude” dentro de casa preocupa o Planalto

O Palácio do Planalto enviou comunicado a todos os seus funcionários sobre “possíveis casos de recebimento irregular do auxílio emergencial por parte de terceirizados, estagiários e dependentes de …


Exclusivo
Coluna do Estadão

Planalto unifica dados de repasse a estados

Em guerra contra os governos estaduais, o Planalto passa a divulgar a partir de hoje, de forma centralizada, os repasses diretos e indiretos aos estados: convênios, contratos, obras, emendas e …


Exclusivo
Coluna do Estadão

Crise no MEC marcará governo e gerações

Deixará marcas indeléveis no governo Jair Bolsonaro e nas futuras gerações a comédia de erros em que se transformou a Educação. No primeiro caso, indicando ou não o novo ministro, a ala ideológica …


Exclusivo
Coluna do Estadão

O que o adiamento das eleições pode ensinar

Há lições a serem tiradas das negociações em torno do adiamento das eleições por causa da pandemia: 1) o Centrão, que só topou “conversar” após Rodrigo Maia e outros líderes serem pressionados pelo …


Exclusivo
Coluna do Estadão

Hartung vê “surto de populismo” nas crises

O economista e ex-governador do Espírito Santo, Paulo Hartung, está preocupado com os rumos dos três Poderes nas crises econômica e sanitária da Covid-19. “Acho que tem um surto de populismo no …


Exclusivo
Coluna do Estadão

A quem interessa o “caos eleitoral” no País?

Ganhou corpo no Congresso a percepção de que o Centrão sonha ver o País mergulhado no caos eleitoral para, assim, forçar a prorrogação dos mandatos dos atuais prefeitos. Por isso, o bloco insistiu na …


Exclusivo
Coluna do Estadão

Governadores querem participação de Pazuello

O Fórum Nacional de Governadores enviou ofício para Eduardo Pazuello pedindo que o ministro coordene a compra de medicamentos de UTI, atualmente em falta nos Estados. Eles não querem repetir o …


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados