search
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Mulher acorda de coma para amamentar a filha

Notícias

Publicidade | Anuncie

Bombou na rede

Mulher acorda de coma para amamentar a filha


 (Foto: Reprodução)
(Foto: Reprodução)
Após um mês em coma, uma mulher de 42 anos acordou para amamentar a filha, em um quarto de hospital em San Francisco, na Argentina.

Maria Laura Ferreyra foi atacada por um assaltante, quando pilotava a sua moto e acabou caindo do veículo. Ela bateu a cabeça violentamente no asfalto e ficou em estado vegetativo.

A família chegou a ser informada pelos médicos que Maria tinhas chance mínima de sobrevivência e que eles deveriam começar a pensar na possibilidade de doarem os órgãos, mas se recusaram.

Embora continuasse em coma, os exames da paciente mostraram atividade neurológica, 15 dias depois. Na última semana, ela começou a mexer os membros, mas a melhora mesmo ocorreu quando a filha foi visitá-la. A criança sentou ao lado da mãe, na cama, e começou a fazer barulhos que faz quando está com fome.

Maria Laura abriu os olhos no mesmo instante, levantou a bata utilizada por pacientes e começou a amamentar a menina. "Foi mágico, um momento único. Todos choramos. Ver o abraço delas e o instinto materno foi maravilhoso. Sou iluminado por testemunhar aquele momento", comentou o marido à emissora de TV El Doce.

Os médicos afirmam que Maria Laura não tem consiciência do que a cerca e não responde a palavras. Entretanto, diz Martin, a amamentação prova que ela reconhece a filha.

"Ela a tocou da forma como tocava antes do ataque", declarou ele. A paciente já teve alta do CTI e agora está em um quarto comum, segundo o jornal "El Periódico". A polícia ainda investiga o assalto.


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados