Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Moradores ouvem mais de 200 tiros em conflito entre traficantes

Notícias

Polícia

Moradores ouvem mais de 200 tiros em conflito entre traficantes


 (Foto: Antonio Moreira/AT)
(Foto: Antonio Moreira/AT)

Um tiroteio deixou, mais uma vez, moradores no meio do fogo cruzado no Morro da Boa Vista, na região de São Torquato, em Vila Velha, na madrugada desta quinta-feira (23). Testemunhas contaram à reportagem que mais de 200 tiros foram ouvidos durante um conflito entre facções que disputam o domínio do tráfico de drogas na região.

Após o tiroteio, uma bomba foi deixada na Rua Leopoldina, na parte baixa do bairro, ao lado da linha do trem. A Polícia Militar informou que foi acionada por populares no final da madrugada. Os moradores informavam ter ouvido disparos de arma de fogo. Viaturas foram direcionadas para o bairro, mas nenhum suspeito foi preso.

O Esquadrão Antibombas da Companhia Independente de Missões Especiais foi ao bairro, isolou o local e fez a detonação da bomba. “A Cimesp também foi acionada para verificar um artefato suspeito, que foi detonado e recolhido para análise”, explicou a PM, por meio de nota. A reportagem de A Tribuna esteve no bairro e conversou com moradores.

O clima é de tensão. “A gente desce para comprar alguma coisa no supermercado mas não sabe se volta

 (Foto: Patricia Maciel/AT)
(Foto: Patricia Maciel/AT)
para casa. Moro aqui há 36 anos e infelizmente sempre foi assim. Nunca mudou. A gente não pode nem tomar uma cervejinha no bar em paz”, se queixa um ajudante de carga e descarga desempregado, que pediu para não ser identificado.

As paredes das residências e dos comércios que ficam entre as ruas José Paulino de Carvalho e a Leopoldina, centro dos conflitos, são cheias de marcas de tiros. Esse ponto, que é a divisa entre o Morro da Boa Vista e o bairro Sagrada Família, é conhecido como Zona do Medo e já foi palco de diversos tiroteios.

No último dia 7, houve outra troca de tiros que tirou o sono dos moradores. No dia 21 de janeiro, outro conflito armado foi registrado no local. Na ocasião, moradores ouviram cerca de 60 disparos. Segundo a Polícia Militar, o policiamento segue reforçado no bairro.
 


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados