Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Conversas de Moro serão entregues à ONU
Painel da Folha de São Paulo

Conversas de Moro serão entregues à ONU

As mensagens trocadas pelo ex-juiz Sérgio Moro e procuradores da Lava a Jato devem compor a última manifestação da defesa de Lula à ONU, entidade na qual o petista questiona suas condenações na Justiça brasileira. Além das conversas reveladas pelo The Intercept, os advogados do ex-presidente colecionam declarações de membros das Forças Armadas e do governo Bolsonaro. Querem mostrar que todas as instâncias do Judiciário são pressionadas quando é seu cliente quem está nos autos.

Ampulheta - Haverá sessão da ONU em setembro, e a expectativa dos defensores é a de que o caso do petista seja analisado nessa ocasião. O desafio dos advogados é convencer a entidade de que o pleito do ex-presidente se enquadra nos parâmetros dela.

Labirinto - A praxe é provocar a ONU somente após esgotados todos os recursos na Justiça nacional. Lula ainda não cumpriu esse roteiro, mas seus advogados atuam para convencer a organização de que "não há remédio jurídico possível" para ele, sob o argumento de que há viés nas diversas esferas do Judiciário.

Manda quem pode? - Por isso, manifestações de integrantes das Forças Armadas às vésperas de julgamentos ou diante do simples aviso de que processos de Lula foram pautados no Supremo Tribunal Federal (STF) estão sendo coletadas. Falas de aliados e parentes do presidente Jair Bolsonaro também são analisadas.

Nada com isso - A forma como o julgamento de habeas corpus do petista foi comunicado causou desconforto no tribunal. O ministro Gilmar Mendes decidiu manter seu pedido de vista, mas a saída do caso da pauta acabou sendo atribuída a Cármen Lúcia, que nem sequer assumiu os trabalhos como presidente da Segunda Turma.

Sem carapuça - A cúpula do MBL decidiu não passar recibo e usou o fato de Sergio Moro ter se referido a integrantes do movimento como "tontos" para divulgar documentário que será lançado em setembro.

Devagar com o andor - Internamente, porém, antes mesmo da menção ao movimento, integrantes do grupo debateram o impacto do vazamento de mensagens da Lava Jato. Há disposição de manter o suporte a Moro e às investigações, mas integrantes do MBL prometem analisar novas revelações caso a caso.

RSVP - O MBL segue chamando para atos no domingo (30), pró-Moro.

Sempre alerta - Aliados do governador de São Paulo, João Doria (PSDB), viram na omissão de Jair Bolsonaro sobre a inclusão de estados e municípios na reforma um claro sinal de que o presidente de fato já pensa em reeleição – e vê no tucano um rival em potencial.

Sempre alerta 2 - Houve certo espanto nos bastidores com movimento tão precoce. A avaliação é a de que o presidente age para manter sua militância em campanha permanente.

Tu sabes - Prefeitos falam em "falta de reciprocidade". "Paulo Guedes é testemunha de que nos mobilizamos pela aprovação da reforma antes mesmo de o governo enviar a proposta", afirmou Jonas Donizette (PSB-SP), presidente da Frente Nacional de Prefeitos.

Um é pouco - A análise de governadores e prefeitos é a de que poucos governos locais terão força para aprovar as próprias reformas. Eles veem risco de quebradeira e dizem que, sendo assim, melhor a equipe econômica pensar em um "Plano Mansueto 2", referência ao recém-lançado programa de socorro aos estados.

Ops! - O Rio vai tentar driblar mais uma condição do seu Regime de Recuperação Fiscal. Em 2017, o estado se comprometeu a antecipar a renegociação do contrato de sua concessionária de gás, e, com isso, arrecadar R$ 788 mi até 2020.

Jeitinho - Mas o secretário Lucas Tristão (Desenvolvimento Econômico) avisa que quer mais prazo, sob a alegação de que, com isso, pode obter condições mais vantajosas. Como atenuante, lembra que o estado aderiu ao novo marco do gás, uma das exigências aos que querem embarcar no Plano Mansueto.

Visita à Folha - O presidente-executivo do Instituto Brasileiro de Ética Concorrencial, Edson Luiz Vismona, visitou a Folha nessa segunda (24). Estava acompanhado de Marcelo Montenegro e Ricardo Mioto, da FSB Comunicação.

Tiroteio
"O respeito à coisa pública está nos limites, que, nesse caso, deveria ser zero. Deputado não é eleito para viajar."

Do deputado Luiz Philippe de Orleans e Bragança (PSL-SP), sobre a reportagem da Folha que revelou viagens bancadas pela Câmara.

Conteúdo exclusivo para assinantes!

Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

Matérias exclusivas, infográficos, colunas especiais e muito mais, produzido especialmente pra quem é assinante.

Apenas R$ 9,90/mês
Assinar agora

últimas dessa coluna


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

Como água e óleo

É crescente o incômodo do meio jurídico com a interação revelada pelas mensagens obtidas pelo The Intercept entre o ex-juiz Sérgio Moro e procuradores da Lava a Jato. O ministro Marco Aurélio Mello, …


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

Somando esforços contra arquivamento de investigações

O grupo que articula recorrer ao plenário do Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP) contra o arquivamento de investigações sobre a atuação de Deltan Dallagnol e outros nomes da força-tarefa …


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

Jogo de gente grande

A polêmica decisão em que Dias Toffoli suspendeu ações baseadas em informações obtidas sem o aval da Justiça é a expressão máxima da capacidade de arquitetura política do ministro. A medida, um …


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

Procuradores divididos em relação à Lava a Jato

Nota publicada nesta segunda-feira (15) pela Procuradoria Federal dos Direitos do Cidadão (PFDC), um braço do Ministério Público Federal (MPF), escancarou a divisão que existe no órgão em …


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

E te direi quem és

A nova leva de mensagens da Lava Jato, revelada neste domingo (14) pela Folha e pelo The Intercept, fez integrantes do STF ironizarem membros do Conselho Nacional do Ministério Público que avalizaram …


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

Se não pode vencê-los

Após forte reação no Senado de parlamentares que compõem a ala moderada do Congresso, o Ministério da Economia decidiu suspender por 30 dias os efeitos de portaria que facilita a importação de …


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

Apoiadores dizem que Bolsonaro errou no timing

A decisão de Jair Bolsonaro de indicar o filho Eduardo a embaixador em Washington foi considerada um erro por dirigentes de partidos que apoiaram mudanças na Previdência. O Presidente, dizem, errou …


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

A República somos nós

A indicação de Eduardo Bolsonaro para a Embaixada do Brasil em Washington repercute politicamente em diversas camadas. Quem conhece os meandros do Itamaraty diz que a escolha acaba com qualquer …


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

De alma lavada

Ao concluir missão que tomou como pessoal, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), enviou recados explícitos ao Planalto. No discurso que selou a aprovação em primeiro turno da reforma da …


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

Linha de corte mais alta

Os últimos vazamentos de mensagens trocadas entre a Lava Jato e o ex-juiz Sergio Moro tendem a aprofundar a cisão que já existe no Supremo. Há uma ala da corte que, a despeito de críticas emitidas …


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados