Grazieli Esposti

Grazieli Esposti

Meu jeito de Mãe é...

"Cheio de amor, loucura e muito aprendizado! Amor é a palavra base das relações aqui em casa. Amo muito meus filhos e sou grata a Deus por cada um deles. Loucura porque ser mãe de 3 não é fácil, ainda mais com um em cada fase. Eu piro, mas, não troco toda essa doideira por nenhuma calmaria de uma vida pacata e sem filhos. Aprendizado porque entendi que tenho que aprender a ser mãe; o filho nasce, a gente “vira mãe”, mas, a capacitação é diariamente, só cabe a nós perceber o tanto que nos ensinam. Foi pelo 3° tópico que nosso espaço no Instagram é Universidade da Mãe, pois, quem é mãe, deve viver a aprender.

Voltando a Meu Jeito de Mãe, sou mãe de uma adolescente, uma criança e um bebê. Você sabe o que é isso? É viver numa capacitação diária, com 3 mestres que me dão aulas particulares diariamente: o Ben, a Vitória e a Luana (filhos). É tipo quando tirei carteira de motorista, foi de primeira, sabe? Mas, quando passei falei para o instrutor:

•  Ainda não estou segura, acho que não sei dirigir.

• Ele me respondeu: Você sabe, mas, à medida que for dirigindo vai ficando mais segura e aperfeiçoando.

E essa situação é uma analogia que se encaixa bem com minha vida materna. Pari, me tornei mãe, mas... Sentia que não sabia o que fazer. E agora?

A partir daí, descobri que nasce um filho, nasce uma mãe, mas, essa mãe não nasce sabendo. Por isso, é necessário humildade e empatia para aprender com os filhos e também com outras mães. Meu Jeito de Mãe é uma loucura porque tem semana que o prato de comida tem 5 cores, tem outra que são duas cores e pronto! Tem dia que não vêem televisão, há outro em que falo senta aí e assiste algo por favor pra eu respirar quietinha. Tem dia que fazemos 3 programas diferentes na rua e outro que passamos o dia todo em casa, nos curtindo. Tem dia que faço todas as brincadeiras montessorianas e no outro eu libero o tablet para um joguinho do bem. Com alguns exageros, excessos, alguns gritos (confesso), mas, sempre com muito, muito amor”.

Vivi Loureiro, mãe do Ben, da Vitória e da Luana