Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Mercado imobiliário, otimismo e entraves
Tribuna Livre

Mercado imobiliário, otimismo e entraves

Recente pesquisa realizada pelo Sindicato da Indústria da Construção Civil (Sinduscon-ES) mostra a previsão de lançamentos imobiliários, edição 2019, e inclui levantamento sobre os principais entraves à oferta imobiliária na Grande Vitória.

Novamente, foi realizada com as 20 incorporadoras com maior quantidade de unidades em produção na virada do ano (2018/2019), quando representavam cerca de 80% da produção imobiliária total da região metropolitana, nos segmentos de edificações multirresidenciais e multicomerciais.

Em sua 6ª edição, os resultados da pesquisa foram os mais otimistas até então, intensificando o retorno de expectativas positivas iniciado na pesquisa do ano passado. Das 20 empresas pesquisadas, apenas 1 informou que não pretende realizar lançamentos em 2019. Mais surpreendente que isso, 90% das empresas informaram que pretendem aumentar a quantidade de lançamentos em relação ao ano passado.

Os lançamentos residenciais novamente se concentrarão mais em Vila Velha, seguido por Serra, Vitória, Cariacica e Guarapari. (Fundão e Viana não apresentam previsão).

Mais da metade da quantidade de unidades lançadas serão enquadradas no Programa Minha Casa Minha Vida (PMCMV) – o que demonstra que o PMCMV, além de proporcionar moradia mais acessível às classes com menor renda, é fundamental para o setor, para sua empregabilidade e toda a cadeia econômica por ele movida. Dentre as tipologias residenciais, a de apartamentos com 2 quartos representam cerca de 80% do total.

Entretanto, por mais que haja otimismo do empresariado, cabe destacar que haveria intenção de aumentar a oferta imobiliária, principalmente em Vitória e Vila Velha, se não fossem uma série de entraves.

Em Vitória, novamente foi apontada a escassez de terrenos como principal entrave, o que demanda reflexão do setor de planejamento urbano do município, que, para minimizar a escassez dessa matéria-prima, deveria aplicar os instrumentos da política urbana previstos no Estatuto das Cidades, tais como a edificação ou utilização compulsórios, a desapropriação e o IPTU progressivo no tempo.

Esse entrave é reforçado pela contestação do plano diretor ser muito restritivo e dos altos tributos municipais para licenciamentos. Lembrando também que a capital ainda se encontra totalmente ausente no planejamento de lançamentos nas faixas de mercado do PMCMV, devido à falta de políticas estimuladoras para esse segmento, que apresenta as maiores demandas de mercado.

Em Vila Velha, a gestão municipal também teve críticas, destacando entre os principais entraves a burocracia nos licenciamentos na PMVV e os altos tributos municipais para licenciamentos.

Chamou a atenção ainda, para ambas cidades, entre os entraves os custos cartorários. Isso reitera a importância e urgência da revisão adequada da tabela de emolumentos cartorários no Espírito Santo, que tem uma sistemática de atualização injusta e racionalmente incorreta há 18 anos, prejudicando o setor e a sociedade civil.

E claro, diminuindo-se os entraves, aumentam-se a oferta, a variedade de produtos e a competição de preços. Gera-se empregos e tributos, por isso a importância da devida atenção ao tema pelos gestores públicos. No fim, toda a sociedade ganha.

Eduardo Borges é mestre em Arquitetura e Urbanismo e diretor do Sinduscon-ES

Conteúdo exclusivo para assinantes!

Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

Matérias exclusivas, infográficos, colunas especiais e muito mais, produzido especialmente pra quem é assinante.

Apenas R$ 9,90/mês
Assinar agora

últimas dessa coluna


Exclusivo
Tribuna Livre

A nova cobertura dos benefícios do INSS

O Governo Federal poderá abrir uma concorrência para acabar com o monopólio do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) na cobertura dos chamados benefícios de risco não programados, como auxílio-d…


Exclusivo
Tribuna Livre

A pasta para dentes e a propaganda abusiva

No Ocidente, os egípcios e gregos foram os primeiros a compor uma mistura para limpar os dentes. A fórmula era bastante variada (cinzas, casca de ovo, pedra-pomes, ervas, carvão, hortelã...). …


Exclusivo
Tribuna Livre

A música romântica e a visão de mundo

Em 1995 escrevi algo sobre a as diferenças entre o romantismo pós-wagneriano e o estilo francês (impressionista, pós-impressionista, de Stravinsky, de Satie, etc). Hoje, retomo ao tema, estando …


Exclusivo
Tribuna Livre

Mercado de trabalho e o profissional do futuro

Com um mercado de trabalho que muda a cada dia, muitos profissionais ficam em dúvida sobre qual caminho seguir. Afinal de contas, vale a pena investir em uma profissão do futuro? Quando é o momento …


Exclusivo
Tribuna Livre

Isenção do “imposto sobre a herança” no Espírito Santo

Como defensor público titular da 2ª Defensoria de Órfãos e Sucessões de Cariacica efetuo diariamente orientações aos meus assistidos sobre as regras legais para a elaboração de inventários e …


Exclusivo
Tribuna Livre

Dragagem ainda não trouxe os resultados esperados

As obras de dragagem no Porto de Vitória foram concluídas em outubro de 2017. A tão esperada dragagem previa que o canal passaria de uma profundidade de 11,7 metros para 14 metros e de 11,7 metros …


Exclusivo
Tribuna Livre

A intolerância do preconceito

Mais uma vez, ficamos chocados com ondas de ataques simultâneos às pessoas inocentes, morrendo, sem motivo aparente, senão à cor que mais uma vez se manifesta diante do racismo radical, abalando a …


Exclusivo
Tribuna Livre

Competindo com eficiência

O Espírito Santo é o maior produtor mundial de pelotas de minério de ferro e o terceiro maior produtor de aço do Brasil, sendo que, juntos, os dois setores representam mais de 20% do PIB estadual, …


Exclusivo
Tribuna Livre

A polêmica “PL do saneamento”

Desde a edição da Medida Provisória (MP) 868 no ano passado, a necessidade de se estabelecer um novo Marco Regulatório sobre Saneamento Básico no País está em voga. É que na última década, os …


Exclusivo
Tribuna Livre

Tráfico de pessoas: um perigo que ainda ronda entre nós

Estimativas da Organização das Nações Unidas (ONU) consideram haver cerca de 2,5 milhões de vítimas de tráfico de seres humanos. Esse é um assunto de grande relevância mundial, pois criminosos …


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados