Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Mercado de trabalho e o profissional do futuro
Tribuna Livre

Mercado de trabalho e o profissional do futuro

Com um mercado de trabalho que muda a cada dia, muitos profissionais ficam em dúvida sobre qual caminho seguir. Afinal de contas, vale a pena investir em uma profissão do futuro? Quando é o momento de se atualizar na carreira? Os robôs poderão substituir o homem? Percebo que, mais do que nunca, o profissional de hoje precisa estar atento às transformações do mercado.

O empreendedorismo é fundamental, e não só para quem busca ter o próprio negócio, mas também para quem planeja seguir na vida pública ou como colaborador de alguma empresa.

As características necessárias ao empreendedor tornaram-se fundamentais também para quem busca ter sucesso na vida profissional: autoconfiança, perspicácia, comunicação, liderança, coragem e paixão pelo que faz. Sem elas, não é possível ser bem-sucedido nos dias de hoje.

As mudanças proporcionadas pela tecnologia impactam todas as áreas. E quem pensa que está em sua zona de conforto rapidamente é engolido por uma transformação que não perdoa ninguém: professores, médicos, psicólogos, comunicadores, taxistas. Tudo muda o tempo todo, desde o modo como fazemos as compras no supermercado até o planejamento daquela viagem dos sonhos.

Estar atento a essas mudanças não é necessário apenas para quem quer se destacar, mas principalmente para quem quer sobreviver. Estamos entrando na quarta revolução industrial ou o que chamamos de Indústria 4.0. Nela, nanotecnologia, neurotecnologia, biotecnologia, robótica e inteligência artificial são expressões comuns.

Mas essa revolução não impacta só a vida profissional de quem trabalha com tecnologia. Ela muda a forma como todos nós vivemos, trabalhamos e nos relacionamos.

Estima-se que essas transformações modifiquem a vida profissional de 25% dos trabalhadores até 2030, e esse número tende a ser ainda maior nos anos seguintes. Algumas profissões são fundamentais nesse processo e devem contribuir para a reformulação de outras, como é o caso dos psicólogos.

Outras ocupações devem surgir nesse novo mercado, com tendências a serem bem remuneradas e muito produtivas.

Entre as áreas de destaque, segundo especialistas em inovação, estão engenheiros na área de genética e tráfego multidimensional, designers e arquitetos de realidade virtual, psicólogos especialistas em transtornos digitais e advogados especializados na área digital. 

Nessa nova era, a inteligência emocional vira uma exigência de mercado. Mais do que um excelente currículo, o profissional do momento precisa ser maduro, saber controlar suas emoções, ter empatia e saber se relacionar com as outras pessoas.

Parece algo óbvio, mas são qualidades que faltam aos profissionais brasileiros. Preocupados apenas com graduações e qualificações, muitos dos nossos jovens são contratados pela capacidade técnica e demitidos pelo comportamento.

Não que o currículo não seja importante, mas a maturidade é fundamental. Desenvolver essa característica é peça-chave para não perder o rumo profissional diante de tantas transformações no mercado de trabalho.

Cássia Rodrigues é economista, psicóloga e psicanalista.

Conteúdo exclusivo para assinantes!

Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

Matérias exclusivas, infográficos, colunas especiais e muito mais, produzido especialmente pra quem é assinante.

Apenas R$ 9,90/mês
Assinar agora

últimas dessa coluna


Exclusivo
Tribuna Livre

Metamorfose profissional e o mercado corporativo

O mercado corporativo está passando por mudanças bruscas nos últimos anos. Com o avanço da tecnologia, as empresas estão se reinventando e procurando novos caminhos e soluções ligadas à transformação …


Exclusivo
Tribuna Livre

Reflexões sobre a Arte atual

As pinturas rupestres ou pré-históricas, reveladas ao público no séc. XIX, foram de início apontadas pelos darwinistas como fraudes dos criacionistas (aqueles que acreditam que animais e plantas …


Exclusivo
Tribuna Livre

A relação entre urbanismo e segurança pública

O que o urbanismo tem a ver com a segurança pública? Para muitas pessoas não existe uma relação entre o urbanismo e a segurança pública, mas veremos que ao contrário do que pensa a maioria das …


Exclusivo
Tribuna Livre

O segredo da pré-campanha está no almoço de domingo

No domingo, como bom genro, decidi fazer um churrasco de agrado à minha sogra. Próximo a nossa casa existe um açougue, entretanto, pego o carro e faço questão de atravessar a cidade para comprar os …


Exclusivo
Tribuna Livre

Educação com segurança

Na semana passada tivemos, aqui nos EUA, a volta às aulas. Após quase três meses de férias, que coincidem com o período do verão americano, todos os alunos retomaram suas rotinas de estudo. Não …


Exclusivo
Tribuna Livre

Educação com segurança

Na semana passada tivemos, aqui nos EUA, a volta às aulas. Após quase três meses de férias, que coincidem com o período do verão americano, todos os alunos retomaram suas rotinas de estudo. Não foi …


Exclusivo
Tribuna Livre

A odiosa Devassa e os impostos nos tempos modernos

Durante o Século XVIII, o Brasil-Colônia arcava com elevada carga tributa, que lhe impunha o nosso insaciável colonizador, a Coroa portuguesa. A aludida tributação recaía sobre tudo o que era …


Exclusivo
Tribuna Livre

A PMES e a Guerrilha do Caparaó

O movimento conhecido com “a Guerrilha do Caparaó” é citado por vários autores, como a primeira tentativa insurgência armada contra o regime militar feita por ex-militares cassados e alguns civis, …


Exclusivo
Tribuna Livre

Drama na educação superior pública

A lógica perversa imposta pelo governo às universidades públicas está visível para toda a sociedade. A situação financeira dramática da Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes) é acompanhada com …


Exclusivo
Tribuna Livre

No rumo das boas expectativas

É certo em economia que os agentes econômicos adoram as boas expectativas e detestam as incertezas quanto ao futuro. Empresários de todas as áreas ficam sempre atentos quando se fala de aquecimento …


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados