search
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

MedSênior: Oficinas oferecem apoio emocional

Especial Almoço Palestra

Especial Almoço Palestra

MedSênior: Oficinas oferecem apoio emocional


A arteterapia incentiva as relações e reduz o sentimento de solidão (Foto: Divulgação/Medsênior)
A arteterapia incentiva as relações e reduz o sentimento de solidão (Foto: Divulgação/Medsênior)

Desde quando foi criada, há quase 10 anos, a MedSênior atua para que seus beneficiários tenham qualidade de vida. Esse é o objetivo da operadora de saúde em todos os estados onde atua: Espírito Santo e Minas Gerais, e agora também no Paraná, mais exatamente em Curitiba, onde acaba de iniciar as atividades.

Uma forma de proporcionar bem-estar aos clientes vem por meio das oficinas de saúde, levando aos participantes acolhimento e apoio emocional. A iniciativa mostra que o cuidado da operadora com o paciente vai além das consultas médicas, exames, cirurgias e outros procedimentos.

Existe um acompanhamento integral e contínuo, contribuindo para que as pessoas sejam ouvidas, expressem seus sentimentos e se sintam amparadas.

As oficinas Cabeça Boa, Arteterapia, Iluminarte e Espírito Forte são exemplos desse cuidado da MedSênior para que seus beneficiários aproveitem a vida com saúde, inclusive mentalmente.

A oficina Cabeça Boa colabora com a memória do paciente e suas funções mentais, que tendem a ficar mais devagar à medida que os anos passam. Nos encontros, os participantes têm a oportunidade de desenvolver atividades que geram estímulos cognitivos.

O presidente da MedSênior, Maely Coelho, ressalta que, além de interagir com os profissionais da operadora, os beneficiários podem se aproximar dos demais participantes e trocar experiências. Sendo assim, muitas vezes, cria-se um elo entre eles e verdadeiras e duradouras amizades.

Já as oficinas de Arteterapia e Iluminarte possuem a arte como base, sendo usada como ponte para a expressão das emoções. Elas também incentivam as relações em grupo e permitem que os participantes ressignifiquem suas questões internas, reduzindo o sentimento de solidão. A cada encontro é elaborada uma atividade de cunho terapêutico, de acordo com as demandas presentes na vida dos beneficiários.

“Cuidar da saúde mental é uma das principais chaves para o envelhecimento saudável. Às vezes, a pessoa volta toda a sua atenção para o cuidado com o corpo e esquece de trabalhar a mente. Com o avançar dos anos, experiências de vida negativas como luto, problemas familiares e até mesmo a aposentadoria podem levar a uma tristeza profunda, sendo gatilho, inclusive, para o aparecimento da depressão. É fundamental que estejamos atentos a isso”, ressalta Maely Coelho.

Transtornos psicológicos

  • A mais recente oficina, a Espírito Forte, teve início em julho deste ano e é resultado do cuidado da MedSênior com um público em especial: o homem idoso com transtorno psicológico.
  • Nos encontros são feitos esclarecimentos sobre os sintomas da depressão e trabalhados assuntos como a diferença entre depressão, tristeza, luto e ansiedade, os fatores que podem levar ao adoecimento e a importância de ter um propósito de vida.
  • Para o presidente da MedSênior, Maely Coelho, o objetivo é criar um espaço de acolhimento específico entre homens, para que eles possam expor suas questões sem medo de julgamentos. “Acreditamos que assim, sentindo segurança e confiança no ambiente, fica mais fácil conseguir uma melhora do quadro”, afirma.

leia mais / especial almoço palestra


Especial Almoço Palestra

Resultados da liderança fraternal

Especial Almoço Palestra

Felicidade diferente do mercado

Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados