search
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Médico descarta ida de tailandeses resgatados à final da Copa

Notícias

Publicidade | Anuncie

Internacional

Médico descarta ida de tailandeses resgatados à final da Copa


(Foto: EKATOL/Facebook/Reprodução)
(Foto: EKATOL/Facebook/Reprodução)

O grupo formado por 12 jovens jogadores e o treinador de um time de futebol amador que ficou preso na caverna no norte da Tailândia não vai poder assistir à final da Copa do Mundo, embora tenha sido convidado pela Fifa.

O fato já era esperado, mas a confirmação oficial veio nesta terça-feira (10). "Eles estão na fase de quarentena, o que obviamente leva tempo. Vamos tentar fazer com que vejam pela televisão", declarou Thongchai Lertwilairattanapong, representante do Ministério de Saúde Pública do país e uma das autoridades que está acompanhando o resgate de perto.

Vale ressaltar que a possibilidade de até mesmo ver a decisão do Mundial pela televisão é incerta porque os jovens ficaram muito tempo sem ser expostos à luz e estão utilizando óculos especiais.

Os meninos, com idades entre 11 e 16 anos, e o técnico de 25 anos acabaram presos na caverna no dia 23 de junho após forte chuva inundar o local. Eles foram encontrados com vida por mergulhadores no último dia 2.

Na sexta-feira (6), a Fifa enviou uma carta à FAT (Associação Tailandesa de Futebol, na sigla em tailandês) comemorando que o grupo foi encontrado com vida e apresentando o convite para eles irem à Rússia assistirem à final, no próximo domingo (15), com a ressalva de que "se a saúde deles permitir que viajem".

Antes mesmo da declaração do médico nesta terça, a ida dos tailandeses em Moscou era considerada improvável, tendo em vista o tempo em que terão que ficar hospitalizados (no mínimo uma semana).

A operação de resgate do grupo começou no último domingo (8), justamente uma semana antes da final, e terminou nesta terça. Às 18h47 do horário local (8h47 de Brasília), a Marinha tailandesa informou nas redes sociais que o treinador, de 25 anos, e o último dos 12 meninos tinham deixado a caverna.


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados