Fabiana Tostes

Fabiana Tostes


MDB entre Alckmin e Meirelles

O MDB tem como candidato à Presidência da República, Henrique Meirelles, ex-ministro da Fazenda do governo Michel Temer (MDB). Mas, alguns membros estaduais da sigla, a exemplo do governador Paulo Hartung, têm simpatia por outro pleiteante: o tucano Geraldo Alckmin.

“Meirelles viveu a restauração da economia brasileira. Tem bons compromissos. Não tem apelo popular, embora não seja o único com essa dificuldade. O governador demonstrou sua simpatia por Alckmin e respeita o Meirelles. Eu respeito ambos”, explicou o presidente regional da sigla, Lelo Coimbra.

A deputada Luzia Toledo (MDB) ratifica: “Meu primeiro candidato é o Meirelles e o segundo, Alckmin. Se for por currículo, eu votaria no Meirelles, mas ele não tem tido o eco das ruas”.

O curioso é que o palanque de Alckmin, encabeçado por Ricardo Ferraço (PSDB), está junto com Renato Casagrande.

Contra deixar sessões
Projeto semelhante ao da Câmara de Vitória foi protocolado ontem na Assembleia Legislativa pelo deputado Hércules Silveira (MDB).

A proposição altera o Regimento Interno para que o parlamentar que registrar presença e não permanecer em plenário para as votações – fato que vem se repetindo há três semanas – tenha parte do salário cortado.

Preocupação com o Sul
O prefeito de Cachoeiro de Itapemirim, Victor Coelho (PSB), não nega a preocupação com a baixa representatividade do Sul do Estado no Congresso e na Assembleia.

“Acredito que o Sul tem potencial para eleger mais gente. O eleitor tem que pensar nos candidatos do Sul”, aconselha.

Na legislatura atual, a região conta com um federal e três estaduais.

(Ilustração: Leo Rangel)
(Ilustração: Leo Rangel)
Sem sertanejo
O juiz da Vara Única de Muqui, no Sul do Estado, determinou que uma companhia telefônica desative o serviço “som de chamada” do aparelho de uma moradora da cidade. O motivo: começou a tocar uma música de sertanejo universitário sem autorização. Não devia ser o ritmo favorito dela.

Homenagem a ex-governador
Grupo denominado Roda Democrática vai homenagear hoje o ex-governador Max Mauro pela luta contra a ditadura e a favor do trabalhador. Será na casa de Luiz Paulo Vellozo Lucas (PPS), em Vitória.

“São pessoas com origem na militância do Partido Comunista e intelectuais da esquerda democrática que se preocupam com o caminho que pode seguir o País”, explicou o coordenador Eliomar Mazoco.

Câmara derruba quatro vetos em Vila Velha
Tudo indica que a relação entre os vereadores de Vila Velha e o prefeito Max Filho (PSDB) não anda das melhores. Na última sessão, foram derrubados quatro vetos. Entre as propostas, há aumento do prazo de alvarás e determinação para que empresas vencedoras de licitação contratem empregados residentes na cidade. “São projetos dos vereadores e é difícil ficar contra. Mas não tenho nada contra o prefeito”, garante o presidente, Ivan Carlini (DEM).

GALERIA

Reconhecimento
Parabéns aos professores capixabas da rede pública pelo resultado no Sistema de Avaliação da Educação Básica (Saeb). O Espírito Santo é o primeiro em Língua Portuguesa e Matemática no ensino médio.

De malas prontas
O ex-secretário de Controle e Transparência, Eugênio Ricas, deixou ontem a direção de Combate ao Crime Organizado da Polícia Federal, em Brasília, e segue para Washington, nos Estados Unidos. Vai ser adido da PF pelos próximos três anos.

Vídeo ilustrado
O vereador Arnaldinho Borgo (MDB) apostou numa publicidade criativa para sua campanha de deputado estadual. Tem enviado aos eleitores um vídeo ilustrado (daqueles que se desenha a partir da narração) contando sua trajetória política.

Fundo Partidário
Ficou mais do que constatado que eleger deputados estaduais não é a prioridade das siglas nacionalmente.