Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Mbappé e Lineker doam dinheiro para resgate de corpo do piloto de Sala

Esportes

Esportes

Mbappé e Lineker doam dinheiro para resgate de corpo do piloto de Sala


 (Avião foi localizado no fundo do Canal da Mancha - Foto: AAIB/Twitter)
(Avião foi localizado no fundo do Canal da Mancha - Foto: AAIB/Twitter)

O francês Kylian Mbappé doou 27 mil libras (R$ 130 mil) para a campanha de arrecadação para custear o resgate do corpo de David Ibbotson, piloto do avião que transportava o atacante argentino Emiliano Sala, desaparecida no último dia 21 de janeiro.

De acordo com a BBC, além do jogador do Paris Saint-Germain, o ex-jogador Gary Lineker também contribuiu com 1 mil libras (R$ 4,83 mil).

Lançada neste sábado (9), a campanha na internet busca levantar 300 mil libras (R$ 1,448 milhão) para a contratação de uma equipe de resgate. Um dia depois, a página já contava 107.903 libras (R$ 521.131) juntadas após pelo menos 6.150 doações.

"Nós estamos tentando entender a tragédia e a perda de dois homens incríveis. Ouvir que as buscas estão canceladas para o futuro próximo somente fez esse tempo trágico ser mais difícil. Nós não aguentamos o pensamento de ele estar sozinho, nós precisamos dele em casa para que ele descanse", escreveu a família na página da campanha.

O avião em que Ibbotson e Sala estavam desapareceu no Canal da Mancha no último dia 21 de janeiro. No dia 24 do mesmo mês, as autoridades locais anunciaram o fim das buscas. No mesmo dia, a família de Sala lançou uma campanha na internet e arrecadou 324 mil libras (R$ 1,564 milhão).

Na última segunda-feira (4), a equipe de busca privada contratada pela família de Sala encontrou o avião e confirmou que havia um corpo nos destroços. Na quinta-feira (7), a Polícia de Dorset, na Inglaterra, confirmou que o cadáver era do argentino.

Devido à previsão de mau tempo para os próximos dias, a equipe de busca contratada pela família do argentino e a Departamento Britânico de Investigação de Acidentes Aéreos (AAIB, na sigla em inglês) anunciaram que abandonarão as tentativas de resgatar o avião do fundo do mar.


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados