Notícias

Polícia

Massacre em SP: amigo diz que atirador sofria bullying na escola


Na manhã de terça-feira (13), Guilherme Taucci Monteiro, de 17 anos, e Luiz Henrique de Castro, de 25, invadiram a escola estadual Professor Raul Brasil, localizada em Suzano, na região metropolitana de São Paulo, e abriram fogo contra alunos e funcionários. Dez pessoas foram mortas e outras 11 ficaram feridas.

Guilherme era amigo de Luiz Roberto Nascimento, que conversou, com exclusividade, com Roberto Cabrini o jornalismo do SBT. Em uma conversa franca e cheia de revelações, o jovem disse que o atirador sofreu bullying na época em que estudou no colégio de Suzano e que, recentemente, começou a se envolver com o tráfico de drogas.

Ainda de acordo com Luiz Roberto, Guilherme chegou a conversar com a diretora da escola e relatou o bullying sofrido, mas o aluno que ofendia o atirador foi defendido pela educadora.