search
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Marcelo Serrado atormentado

Entretenimento

Publicidade | Anuncie

Entretenimento

Marcelo Serrado atormentado


O carioca Marcelo Serrado apresenta no sábado o espetáculo “O ATORmentado”, no Teatro da Ufes (Foto: Divulgação/Guilherme Maia)
O carioca Marcelo Serrado apresenta no sábado o espetáculo “O ATORmentado”, no Teatro da Ufes (Foto: Divulgação/Guilherme Maia)
Um ator inquieto, sempre à espera de um novo papel que irá desafiá-lo. “ATORmentado”, como o título de seu espetáculo de humor já avisa. Assim é o carioca Marcelo Serrado, 52, que conquistou o público com seu engraçado Crô, mas também com o arcaico e machista Nicolau, de “O Sétimo Guardião”.

“O próximo trabalho sempre me atormenta: como é que vou fazer, como é que vou construir esse personagem. É sempre uma dificuldade”, revela, por telefone, ao AT2.

Para ele, é essa inquietude do ator que o faz crescer na carreira. “Essa busca por querer algo novo, de sempre estar se colocando à prova, que nos leva a outros lugares. Ela é fundamental. Quando o artista tem isso, ele realmente é levado a outro lugar”, diz Serrado, que acaba de aceitar mais um desafio na carreira: soltar a voz na 3ª temporada de “PopStar”, prevista para outubro.

Mas não há só tormentos que vêm para o bem. Ele faz uma lista: “A sociedade violenta, a violência da internet e fake news me atormentam muito”. 

Aliás, a internet é um dos assuntos tratados em “O ATORmentado”, que retorna ao Estado, após quase três anos, com um texto cheio de novidades e direito a improviso no palco. O espetáculo será apresentado no próximo sábado (07), às 18h e 20h, no Teatro da Ufes, em Goiabeiras.


“A gente tem que tentar rir do outro, senão pira” - Marcelo Serrado, ator

AT2: Após quase 3 anos, volta ao Estado com “O ATORmentado”. Há novidades no texto?
Marcelo Serrado: Sempre atualizo. Tem coisas novas que falo de política, da situação do País. Minha visão do mundo mudou bastante.  E tem a improvisação com a plateia.

AT2: Após tantos personagens conhecidos da TV, você aparece de cara limpa nesse espetáculo. É diferente essa interação?
Marcelo Serrado: Sempre quis fazer um stand up autoral, estar lá sem ser um personagem, e é bem diferente. Ali, você está falando de você, sua opinião sobre os assuntos. Então, é uma coisa que tem que tomar cuidado. 

 (Foto: Divulgação/Guilherme Maia)
(Foto: Divulgação/Guilherme Maia)
AT2: Qual a importância do humor hoje?
Marcelo Serrado: Quando a gente vê o governador do meu estado comemorando quando dão um tiro em um cara ou vê o País nessa loucura toda, a Amazônia queimando, as pessoas sendo mortas e uma sociedade cada vez mais egoísta... A gente tem que rir. Tem que tentar rir do outro, senão pira.  O cara que for ao teatro vai esquecer um pouco da vida. É para se divertir, sem amarra.

AT2: Um dos temas do espetáculo é a internet. Como é sua relação com ela?
Marcelo Serrado: Procuro ter um certo cuidado, mas sempre busco dividir com meus fãs coisas da minha vida. É uma maneira de retribuir o carinho.

Mas agora tem muitos haters, fake news, muita gente má na internet. A internet deu voz aos idiotas. Muitos têm opiniões e às vezes se escondem. Sou um cara muito da paz, amoroso. Não tenho muitos haters, mas, quando aparece um com uma opinião diferente e agressiva, eu bloqueio na hora. Nem converso.

Eu conversar com você pelo telefone é uma coisa. Tem a réplica, a tréplica. Na internet, você digita. Às vezes, você fala: “Não gosto daquilo”, mas você fala sorrindo. São palavras escritas, não têm expressão, som.

Então, às vezes, você escreve uma coisa e não é bem aquilo que você queria dizer. Hoje, tomo muito cuidado com o que escrevo no Instagram. Já escrevi coisas que foram para a capa de um site.

AT2: Fala de família no palco.
Marcelo Serrado: Sou pai de gêmeos. Então, é muito engraçado, você acaba confundindo um com o outro, são roupas iguais... Brinco com isso da melhor maneira.

AT2: Pensa em ter mais filhos?
Marcelo Serrado: Não. Está bom! (Risos)


SERVIÇO:

“O ATORmentado”
O quê: Show de humor com Marcelo Serrado
Quando: Sábado, às 18h e 20h
Onde: Teatro da Ufes, em Goiabeiras, Vitória
Ingressos (meia): Térreo a R$ 40,00 e Mezanino a R$ 25,00
Venda: Na bilheteria do teatro e no site tudus.com.br
Clas.: 16 anos
Inf.: 3376-0933


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados