Fabiana Tostes

Fabiana Tostes


Mais jovens e misturados

 Secretariado de Casagrande (Foto: Divulgação)
Secretariado de Casagrande (Foto: Divulgação)

O governador fechou o time que vai, juntamente com ele, comandar o Estado nos próximos quatro anos. Chama a atenção a média de idade, mais jovem, do 1º escalão. Dos 24 secretários, 15 têm menos de 50 anos e apenas três têm mais de 60.
Os mais novos são os secretários da Fazenda, Rogélio Pegoretti, e da Cultura, Fabrício Noronha, com 34 anos. Além deles, outros seis também estão na casa dos 30 anos. A baixa idade pode ter sido uma orientação nacional do partido, que busca mudanças e quer formar novos líderes para o futuro.
Casagrande também representou as regiões do Estado na composição da equipe. Além de ter secretários da Grande Vitória – Fabrício Machado (Viana), Marcelo Santos (Cariacica), Bruno Lamas (Serra), Edmar Camata (Vila Velha), Lenise Loureiro, Davi Diniz e Tyago Hoffmann (Vitória) – também chamou nomes do Norte, como Paulo Foletto; do Sul, como Rogélio e Heber Rezende, e da região Serrana, como Dorval Uliana.

Transição

O governador Renato Casagrande disse que foi proposital a escolha de secretários mais jovens. “Estou fazendo a transição”.
Sobre a naturalidade dos escolhidos, disse que procurou contemplar as diversas regiões do Estado. “Procuramos ter nome das regiões. Acho que ficou bem representado”, disse Casagrande.

Uma casinha na Serra

Se depender da vontade do prefeito da Serra, Audifax Barcelos, o ex-secretário da Segurança coronel Nylton Rodrigues, que vai comandar a Secretaria de Defesa Social da Serra, volta a morar no município. Hoje ele mora em Vitória.
“Ele já morou aqui, tem família aqui e deve voltar para o município”, disse o prefeito. Nylton não confirmou.

Na dependência do Moro

O PRF Edmar Camata, que foi anunciado como secretário da Transparência, está à espera da liberação para assumir sua pasta. Seu “empréstimo” ao governo depende do ministro da Justiça, Sérgio Moro. “O governo federal empresta o servidor a pedido do governador. Sou do Ministério da Justiça”.

Mateusinho assume a presidência

O vereador Walyson Vasconcelos (PP), o Mateusinho, tomou posse na última quarta-feira como presidente da Câmara de Conceição da Barra.
Mateusinho é filho do ex-prefeito Mateusão e vai comandar a Câmara no biênio 2019-2020. Klebinho da Silva é vice e Mirtes Figueiredo é a 1ª secretária. Mateusão tem outra filha na política: Claudete do Mateusão é suplente na Ales.

Evair nega, mas já fala como coordenador

A bancada federal capixaba deve decidir, na volta do recesso, quem será o novo coordenador do grupo. Nos bastidores, o deputado Evair de Melo seria um dos cotados e já estaria pedindo votos. Questionado, porém, ele desconversa. “Espero me reunir semana que vem com todos para decidir o que for melhor, para que as coisas aconteçam no Estado e permitir uma visibilidade maior aos parlamentares. Vivi dificuldades de interlocução nesses quatro anos, não posso permitir que os novos parlamentares passem por isso”.

Norma não quis

Já a deputada federal Norma Ayub disse ter sido sondada por colegas para comandar a bancada, mas declinou. “Me senti honrada, mas tive de declinar”. Alegou falta de tempo.

Combate às drogas

O ex-vice-prefeito de Viana Carlos Augusto Lopes foi nomeado para a Subsecretaria de Estado de Políticas sobre Drogas, ligada à Secretaria de Direitos Humanos.

Declaração de guerra?

E o presidente da Câmara de Vitória, Cléber Félix, que tinha dito que não seria oposição ao prefeito Luciano Rezende, começou na presidência exonerando indicados de aliados do prefeito, conforme noticiado na coluna Plenário de ontem.

Vida de cão

Se tem que economizar, corta comissionados. Se muda de governo, exonera comissionados. Ô vida!

(coluna publicada em 06/01/2019)