Flávio Dias

Flávio Dias


Mais do que três pontos

Maxi López fez o gol da vitória do Vasco (Foto: Rafael Ribeiro/Vasco)
Maxi López fez o gol da vitória do Vasco (Foto: Rafael Ribeiro/Vasco)
A primeira vitória do Vasco como visitante saiu! Depois de 15 tentativas, com sete empates e oito derrotas, o time bateu o Fluminense por 1 a 0 no clássico da 32ª rodada, no Maracanã. Tudo bem, vamos combinar que não foi exatamente "fora de casa". Mas o mandante do jogo era o Flu. Então, o que vale é comemorar!

O jogo valeu bem mais do que os três pontos na tabela. Caso empatasse ou perdesse, o Vasco corria o risco de terminar a rodada dentro da zona de rebaixamento, faltando apenas mais sete jogos para sair dela. E, sinceramente, duvido que conseguiria sair, pois o peso e a pressão em cima de um time grande são enormes quando ele chega na reta final do Brasileirão brigando para não cair.

O Vasco jogou bem contra o Inter e empatou. Jogou mal contra o Flu e venceu. A sequência final ainda é dura: Grêmio (fora de casa), Atlético/PR (em casa), Corinthians (fora), São Paulo (casa), Palmeiras (casa) e Ceará (fora). Mas chegar aos 38 pontos na abertura da rodada é um alívio e tanto, que joga a pressão agora para os outros times ameaçados de cair. Por exemplo, o Botafogo, que tem os mesmos 35 pontos que o Vasco tinha até a vitória sobre o Flu e precisa vencer o Corinthians para não correr o risco de entrar no Z-4 ao final da rodada.

Enfim, valeu a freguesia. Nos últimos 11 clássicos entre Vasco e Flu pelo Brasileirão, o time cruz-maltino venceu oito, empatou um e perdeu apenas dois! "É o destino", como provoca a torcida.

***

Maxi, o salvador!

O gol da vitória foi marcado por Maxi López, de pênalti. Também de pênalti, ele marcou o gol do empate em 1 a 1 com o Inter na rodada anterior. São sete gols pelo Vasco.

O argentino "comprou" a ideia de ser o salvador vascaíno e tem feito isso muito bem. Se o time confirmar a permanência na Série A ao final do Brasileirão, a torcida já sabe a quem agradecer!

***

Gangorra

Marcelo Oliveira no banco de um Flu que não empolga (Foto: Lucas Merçon/Fluminense)
Marcelo Oliveira no banco de um Flu que não empolga (Foto: Lucas Merçon/Fluminense)
O Fluminense não empolga. E, por isso, não leva torcida ao estádio num clássico logo após uma classificação importante na Copa Sul-Americana. O time do Marcelo Oliveira não consegue emplacar uma sequência de vitórias, perde pontos e jogos por erros bobos e, assim, vai deixando de se livrar de vez da ameaça de rebaixamento.

O risco ainda é pequeno, mas já vai aumentar ao final da 32ª rodada por conta da segunda derrota seguida. A sequência final não é das piores. Mas é bom garantir logo mais seis pontos para não passar aperto no fim do ano...