search
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Lula é solto com cara e discurso envelhecidos
Cláudio Humberto
Cláudio Humberto

Cláudio Humberto


Lula é solto com cara e discurso envelhecidos

Solto na sexta-feira (9) após 580 dias cumprindo pena de prisão por corrupção e lavagem de dinheiro, o ex-presidente Lula reapareceu envelhecido, mais magro e até mais abatido do que na vez anterior, quando a Justiça o autorizou a comparecer ao velório de um neto.

Seu discurso, a poucos metros da entrada da Polícia Federal, também pareceu carcomido, repleto de chavões, apelações e até mentiras.

Governadores sumiram

Chamou atenção, na soltura de Lula, ausência de quatro governadores eleitos pelo PT na Bahia, no Piauí, no Ceará e no Rio Grande do Norte.

Somente arraia miúda

A soltura foi prestigiada apenas por militantes do PT, da CUT, do MST e políticos decadentes, sem mandato, tipo Lindbergh Farias.

Puxadinhos faltaram

Jandira Feghali e Manuela D’Ávila (PCdoB), Guilherme Boulos (Psol) e pelegos tipo Wagner Freitas (CUT) foram ausências notadas.

Bolsonaro ganha e Doria perde com Lula solto

No cenário para as eleições presidenciais de 2022, Jair Bolsonaro é o político que mais se beneficia com a soltura do petista Lula. O petista assumirá a liderança da oposição a Bolsonaro, tanto quanto o atual Presidente continuará sendo a mais forte chance de derrota do PT. Já o governador de São Paulo, João Doria, é quem perde: a polarização Bolsonaro-Lula reduz as chances do projeto presidencial do tucano.

Antagonismo vantajoso

Em 2018, Bolsonaro teve apoio até de eleitores que não gostavam dele, por gostarem menos ainda do PT e dos seus representantes.

“Bolsodoria” será difícil

Doria sabe que terá de retomar o “Bolsodoria”, essencial na conquista do governo de São Paulo. Mas Bolsonaro não dá sinais de querer isso.

Isto vai ser interessante

O drama de Doria já não será viabilizar a candidatura a presidente, mas a própria reeleição. E sem o presidente apoiando outra candidatura.

Nem mesmo disfarçaram

Ficou clara a intenção do STF na questão de prisão após condenação em segunda instância: a manobra era tão claramente destinada a Lula que foi ele o primeiro a ser solto, menos de 24h após a decisão.

Uso do cachimbo

Lula começou mentindo, ao discursar diante da Policia Federal: ele disse que havia muito tempo não via um microfone. Ele não vê outra coisa há meses, concedendo entrevistas diárias na hospedaria da Polícia Federal.

Mentiras ao vento

Lula também mentiu quando afirmou que foi produto de “roubo” a derrota de Fernando Haddad em 2018. Nem mesmo o PT alegou isso. Não houve roubo, Haddad tomou uma surra nas urnas, apenas isso.

Sem mudar a Carta

Projeto do senador Jorge Kajuru (Cidadania-GO), protocolado na sexta, altera o artigo 283 do Código de Processo Penal para determinar a execução imediata da pena de prisão após a condenação em segunda instância.

Inutilidade evitável

Foram criadas duas comissões diferentes para acompanhar ações de enfrentamento às manchas de petróleo no Nordeste. Ambas vão às lindas praias com tudo custeado pelos pagadores de impostos.

Irresistível holofote

A turma do holofote da Defensoria Pública do Rio de Janeiro enviou nota à imprensa com nome e sobrenome do porteiro do condomínio de Bolsonaro, cuja identidade era mantida sob sigilo por segurança.

Felicidade em Itaipu

O general Joaquim Silva e Luna, diretor de Itaipu, ficou muito feliz com o elogio do ministro Sergio Moro (Justiça), durante evento em Foz do Iguaçu. Ele disse que Luna é “o nome certo” para comandar a usina.

Pensando bem...

...Lula ganhou o direito à liberdade e os brasileiros o direito de considerá-lo mais um corrupto que foi condenado à prisão.

Conteúdo exclusivo para assinantes!

Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

Matérias exclusivas, infográficos, colunas especiais e muito mais, produzido especialmente pra quem é assinante.

Apenas R$ 9,90/mês
Assinar agora
esqueceu a senha?

últimas dessa coluna


Exclusivo
Cláudio Humberto

Maia tem 229 voos na FAB levando 2.131 caronas

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, é o recordista absoluto de uso dos jatos da Força Aérea Brasileira (FAB), neste ano, no total de 229 viagens e inacreditáveis 2.131 passageiros …


Exclusivo
Cláudio Humberto

Três bolsonaristas querem a vaga de Weintraub

Notícias sobre a eventual saída do ministro Abraham Weintraub (Educação), apesar de inicialmente negadas, movimentou candidatos ao posto. Lideram essa bolsa de apostas Antônio Freitas, pró-reito…


Exclusivo
Cláudio Humberto

No Aliança, 15 milhões de filiados evangélicos

Em busca de apoio para se viabilizar, o partido Aliança pelo Brasil, que está sendo criado pela família Bolsonaro, poderá ganhar, em prazo curto, 15 milhões de filiados evangélicos. É o que …


Exclusivo
Cláudio Humberto

Fundão faz de 2020 a eleição mais cara da História

O Fundão Sem Vergonha de R$ 3,8 bilhões, aprovado na Comissão de Orçamento para bancar a campanha municipal, garantiu que as eleições 2020 sejam as mais caras da História. Em 2016, a primeira …


Exclusivo
Cláudio Humberto

Bolsonaro se beneficiou de “laranjas”, acusa Bivar

O presidente nacional do PSL, deputado Luciano Bivar (PE), que ontem comandou a suspensão de 14 deputados e a advertência de outros quatro, afirmou que, se houve beneficiado pelas “candidaturas …


Exclusivo
Cláudio Humberto

Moleza: Câmara trabalha só nove dias em dezembro

Parlamentares brasileiros têm ritmo próprio de “trabalho”, mas neste dezembro o ócio na Câmara dos Deputados alcançou a outro patamar. Serão apenas nove dias trabalhados oficialmente, incluindo …


Exclusivo
Cláudio Humberto

Casa Civil sequer ajuda na articulação política

A Casa Civil não ajuda nada na articulação para aprovar projetos importantes, como a Medida Provisória da Liberdade Econômica ou a reforma da Previdência, segundo se queixam integrantes do time de …


Exclusivo
Cláudio Humberto

Alcolumbre usa gaveta para prejudicar diplomacia

No exterior, o presidente do Senado, Davi Alcolumbre, adora o tapete vermelho dos diplomatas brasileiros, mas no Brasil ele os trata como inimigos, impedindo a tramitação de indicações de embaixadore…


Exclusivo
Cláudio Humberto

Reunião mostrou armação para “melar” proposta

Parlamentares que estiveram na fracassada reunião de ontem na residência oficial do Senado saíram com a certeza de que os presidentes das duas casas não estavam interessados em negociar acordo para …


Exclusivo
Cláudio Humberto

Brasil pode ter mais de 100 partidos em 2020

O imbróglio envolvendo o uso de meios eletrônicos para validar o apoio à criação de partidos políticos pode facilitar a conclusão dos 76 pedidos de criação atualmente em tramitação no Tribunal …


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados