search
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Lula é solto com cara e discurso envelhecidos
Cláudio Humberto
Cláudio Humberto

Cláudio Humberto


Lula é solto com cara e discurso envelhecidos

Solto na sexta-feira (9) após 580 dias cumprindo pena de prisão por corrupção e lavagem de dinheiro, o ex-presidente Lula reapareceu envelhecido, mais magro e até mais abatido do que na vez anterior, quando a Justiça o autorizou a comparecer ao velório de um neto.

Seu discurso, a poucos metros da entrada da Polícia Federal, também pareceu carcomido, repleto de chavões, apelações e até mentiras.

Governadores sumiram

Chamou atenção, na soltura de Lula, ausência de quatro governadores eleitos pelo PT na Bahia, no Piauí, no Ceará e no Rio Grande do Norte.

Somente arraia miúda

A soltura foi prestigiada apenas por militantes do PT, da CUT, do MST e políticos decadentes, sem mandato, tipo Lindbergh Farias.

Puxadinhos faltaram

Jandira Feghali e Manuela D’Ávila (PCdoB), Guilherme Boulos (Psol) e pelegos tipo Wagner Freitas (CUT) foram ausências notadas.

Bolsonaro ganha e Doria perde com Lula solto

No cenário para as eleições presidenciais de 2022, Jair Bolsonaro é o político que mais se beneficia com a soltura do petista Lula. O petista assumirá a liderança da oposição a Bolsonaro, tanto quanto o atual Presidente continuará sendo a mais forte chance de derrota do PT. Já o governador de São Paulo, João Doria, é quem perde: a polarização Bolsonaro-Lula reduz as chances do projeto presidencial do tucano.

Antagonismo vantajoso

Em 2018, Bolsonaro teve apoio até de eleitores que não gostavam dele, por gostarem menos ainda do PT e dos seus representantes.

“Bolsodoria” será difícil

Doria sabe que terá de retomar o “Bolsodoria”, essencial na conquista do governo de São Paulo. Mas Bolsonaro não dá sinais de querer isso.

Isto vai ser interessante

O drama de Doria já não será viabilizar a candidatura a presidente, mas a própria reeleição. E sem o presidente apoiando outra candidatura.

Nem mesmo disfarçaram

Ficou clara a intenção do STF na questão de prisão após condenação em segunda instância: a manobra era tão claramente destinada a Lula que foi ele o primeiro a ser solto, menos de 24h após a decisão.

Uso do cachimbo

Lula começou mentindo, ao discursar diante da Policia Federal: ele disse que havia muito tempo não via um microfone. Ele não vê outra coisa há meses, concedendo entrevistas diárias na hospedaria da Polícia Federal.

Mentiras ao vento

Lula também mentiu quando afirmou que foi produto de “roubo” a derrota de Fernando Haddad em 2018. Nem mesmo o PT alegou isso. Não houve roubo, Haddad tomou uma surra nas urnas, apenas isso.

Sem mudar a Carta

Projeto do senador Jorge Kajuru (Cidadania-GO), protocolado na sexta, altera o artigo 283 do Código de Processo Penal para determinar a execução imediata da pena de prisão após a condenação em segunda instância.

Inutilidade evitável

Foram criadas duas comissões diferentes para acompanhar ações de enfrentamento às manchas de petróleo no Nordeste. Ambas vão às lindas praias com tudo custeado pelos pagadores de impostos.

Irresistível holofote

A turma do holofote da Defensoria Pública do Rio de Janeiro enviou nota à imprensa com nome e sobrenome do porteiro do condomínio de Bolsonaro, cuja identidade era mantida sob sigilo por segurança.

Felicidade em Itaipu

O general Joaquim Silva e Luna, diretor de Itaipu, ficou muito feliz com o elogio do ministro Sergio Moro (Justiça), durante evento em Foz do Iguaçu. Ele disse que Luna é “o nome certo” para comandar a usina.

Pensando bem...

...Lula ganhou o direito à liberdade e os brasileiros o direito de considerá-lo mais um corrupto que foi condenado à prisão.

Conteúdo exclusivo para assinantes!

Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

Matérias exclusivas, infográficos, colunas especiais e muito mais, produzido especialmente pra quem é assinante.

Apenas R$ 9,90/mês
Assinar agora
esqueceu a senha?

últimas dessa coluna


Exclusivo
Cláudio Humberto

Adiando lei, STF assume “tutela” sobre os poderes

Ao adiar a vigência da lei do juiz de garantias, o Supremo Tribunal Federal (STF) assume sua “tutela” sobre o Executivo e o Legislativo, cujas decisões só são válidas após uma “segunda sanção” da …


Exclusivo
Cláudio Humberto

“Taxar o sol” fere compromisso assumido em Paris

O lobby das distribuidoras de energia plantou na Aneel a ideia de taxar quem investiu na geração da própria energia, principalmente solar, mas as consequências poderiam ser gravíssimas se o president…


Exclusivo
Cláudio Humberto

Petrobras de Bolsonaro corta 90% da propaganda

Um dos maiores anunciantes do Brasil, sob comando do governo federal, a estatal Petrobras cortou drasticamente a verba publicitária no primeiro ano de governo de Jair Bolsonaro. Corte chegou a 90%. …


Exclusivo
Cláudio Humberto

Maia “esquece” acordo e já articula sua sucessão

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia, já esqueceu o acordo que fez há um ano no apartamento paulistano do presidente nacional do PP, senador Ciro Nogueira (PI), para apoiar o deputado Arthur Lira à …


Exclusivo
Cláudio Humberto

Domínio dos combustíveis é desafio a Bolsonaro

O governo Bolsonaro precisa decidir, e logo, o que fazer do estratégico setor de combustíveis, antes que os distribuidores dominem tudo. E eles não são flor que se cheire: foram o epicentro de …


Exclusivo
Cláudio Humberto

Veto a brasileiros no México preocupa Itamaraty

O Ministério das Relações Exteriores demonstrou preocupação com o aumento do número de brasileiros barrados ao tentar entrar no México. Relatos de viajantes falam em detenções em condições de cárcere …


Exclusivo
Cláudio Humberto

Cartel de atravessadores conta com ajuda da ANP

Contando com aliados na agência reguladora da ANP, os magnatas de distribuição de combustíveis pretendem assumir o controle total do setor, até para aumentar seus lucros explorando o consumidor. …


Exclusivo
Cláudio Humberto

DPVAT já não consegue enganar Toffoli e o STF

O noticiário reproduz a alegação de lobistas de que o DPVAT “ajuda os pobres” pagando remédios e assistência hospitalar, e indeniza vítimas de acidentes nos casos de morte ou invalidez. É uma …


Exclusivo
Cláudio Humberto

Atravessadores fazem ministro ignorar Bolsonaro

Deve se estender ao cartel de distribuidores de combustíveis a atitude correta do presidente Jair Bolsonaro contra a ameaça criminosa da Aneel à geração de energia solar. Bolsonaro já se …


Exclusivo
Cláudio Humberto

Congresso prepara marco legal da inovação

O governo deve enviar ao Congresso ainda no início de fevereiro uma proposta para criar o marco legal das startups (empresas de inovação). O texto será anexado a projeto que começou a ser analisado …


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados