Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Linha de corte mais alta
Painel da Folha de São Paulo

Linha de corte mais alta

Os últimos vazamentos de mensagens trocadas entre a Lava Jato e o ex-juiz Sergio Moro tendem a aprofundar a cisão que já existe no Supremo. Há uma ala da corte que, a despeito de críticas emitidas por colegas, está disposta a sustentar todas as medidas da autoproclamada "república de Curitiba". Esse grupo de ministros só admite mudar de posição caso haja "algo grave, como uma prova fraudada ou algum tipo de armação maliciosa", o que, dizem, não viram até agora.

*

Todos contra um - Os ministros que falam em defesa da operação e de Moro dizem que a Lava Jato conseguiu colecionar a antipatia de grupos opostos, unindo interesses de diferentes espectros da política contra sua atuação.

Muita calma... - No polo oposto, há um segundo grupo de integrantes do Supremo que já admite ver crime em situações desveladas pelas mensagens divulgadas pelo The Intercept Brasil.

...nessa hora - Para esse pelotão, entre os episódios mais graves estaria um pedido do então juiz Moro de inclusão de um documento na peça da acusação porque, ele adiantou, o usaria em uma sentença. Isso, dizem esses ministros, caracteriza intromissão direta no processo a favor de uma das partes.

Ajuizado - A decisão de Deltan Dallagnol, coordenador da força-tarefa da Lava Jato em Curitiba, de não comparecer a audiência na Câmara foi respeitada por colegas. O ambiente da oitiva de Moro, semana passada, terminou péssimo, disseram.

Démodé - Rosane, a ex-mulher do "doleiro dos doleiros", Dario Messer, foi quem mais demonstrou aos investigadores estar abalada com a decisão de fazer delação premiada.

Démodé 2 - Ela expressou muita dificuldade não só em detalhar operações dele, mas principalmente em falar dos esquemas de que participou ou prestou auxílio. Rosane frequenta o jet set do Rio e é conhecida na alta sociedade.

DNA - Os depoimentos dos filhos e da ex-mulher revelaram um histórico familiar intrigante. O avô deles, pai de Dario, foi doleiro famoso no Rio.

Logo ali - Cresce entre integrantes do Ministério Público Federal a expectativa de que o presidente Jair Bolsonaro indique o sucessor de Raquel Dodge no comando da PGR até o fim de agosto.

Como será... - O ministro Paulo Guedes (Economia) começa a delinear sua agenda pós-Previdência em reunião com todos os secretários especiais nesta quinta (11). A prioridade é estimular crescimento e geração de emprego –e um dos pilares da nova fase será uma reforma do Estado.

...o amanhã - Uma das ações em estudo pela equipe econômica é rever o papel das autarquias do governo federal. Após diagnóstico, há sinais de que algumas podem ser extintas, outras fundidas ou ainda incorporadas.

No seu quadrado - Pressionados a contemplar estados e municípios na reforma da Previdência, senadores avaliam formas de incluir na proposta um dispositivo que permita aprovar as novas regras de aposentadoria para o funcionalismo da União discutindo, de forma apartada, uma solução para os governadores.

Pega o bonde - O gatilho para a reforma dos estados pode estar previsto no texto que trata do funcionalismo federal, mas ressalvando que estados e municípios serão tratados em projeto específico. Há, ainda, quem pregue votar logo o tema no Senado. Uma vez aprovado, só esse trecho da reforma voltaria para a Câmara. O restante iria já à sanção.

Bicameral, amigo - Um observador atento dos anseios do Congresso diz que o governo pode ter cometido um erro ao ter apostado alto nas negociações para tentar aprovar a reforma na Câmara, sem deixar uma margem para tratar do tema com o Senado.

Regressiva - Ainda assim, a aposta de senadores governistas é a de que, uma vez que chegue à Casa, a reforma seja aprovada em até 45 dias.

Por escrito - O presidente do DEM, ACM Neto, enviou ofício à liderança de seu partido na Câmara lembrando que a sigla havia fechado questão e, por isso, todos os seus quadros deveriam dizer sim à reforma.

*

TIROTEIO

Trocar emenda por voto é um tapa na cara do povo. Bolsonaro prometeu nova política, mas compra votos, como fez FHC

Da presidente do PT, Gleisi Hoffmann, sobre a liberação de verbas parlamentares à véspera da votação da Previdência; a sigla foi ao STF

Conteúdo exclusivo para assinantes!

Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

Matérias exclusivas, infográficos, colunas especiais e muito mais, produzido especialmente pra quem é assinante.

Apenas R$ 9,90/mês
Assinar agora

últimas dessa coluna


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

E te direi quem és

A nova leva de mensagens da Lava Jato, revelada neste domingo (14) pela Folha e pelo The Intercept, fez integrantes do STF ironizarem membros do Conselho Nacional do Ministério Público que avalizaram …


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

Se não pode vencê-los

Após forte reação no Senado de parlamentares que compõem a ala moderada do Congresso, o Ministério da Economia decidiu suspender por 30 dias os efeitos de portaria que facilita a importação de …


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

Apoiadores dizem que Bolsonaro errou no timing

A decisão de Jair Bolsonaro de indicar o filho Eduardo a embaixador em Washington foi considerada um erro por dirigentes de partidos que apoiaram mudanças na Previdência. O Presidente, dizem, errou …


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

A República somos nós

A indicação de Eduardo Bolsonaro para a Embaixada do Brasil em Washington repercute politicamente em diversas camadas. Quem conhece os meandros do Itamaraty diz que a escolha acaba com qualquer …


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

De alma lavada

Ao concluir missão que tomou como pessoal, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), enviou recados explícitos ao Planalto. No discurso que selou a aprovação em primeiro turno da reforma da …


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

Recursos são como música para os ouvidos de políticos

Às vésperas do início da discussão da reforma da Previdência no plenário da Câmara, o governo Jair Bolsonaro liberou quase R$ 1 bilhão em emendas parlamentares vinculadas à área de saúde. O desembols…


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

No topo da cadeia alimentar

Com a avaliação quase inalterada na base da pirâmide econômica, a maior mudança na percepção do governo Bolsonaro ocorreu nas elites, revela o Datafolha. Em comparação com a pesquisa anterior, os que …


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

Quem ficou em cima do muro, reprova atitude de Moro

A maioria dos eleitores que preferiu não escolher um lado na polarizada disputa presidencial de 2018 reprova a interação do ex-juiz Sérgio Moro com investigadores da Lava a Jato, revela o Datafolha. …


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

Novas conversas de Moro com promotores são divisor de águas

Políticos, juristas e ministros do Supremo Tribunal Federal ( STF) avaliam que a nova publicação de diálogos entre o ex-juiz Sérgio Moro e procuradores da Lava a Jato elevou a pressão sobre …


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

Bolsonaro e equipe enfrentam crise conjugal

Além de expor a desarticulação no Congresso, a tentativa de Jair Bolsonaro de aliviar as regras de aposentadoria de agentes de segurança mantidos pela União expôs de maneira indefectível divergências …


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados