search
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Líder tem de ter "sentimento de dono"
Tribuna Livre

Líder tem de ter "sentimento de dono"

Sabe quem é o melhor líder? Aquele que possui o que chamamos de “sentimento de dono”. Você sabe o que isto significa na prática? É o executivo que cuida da empresa na qual trabalha como se fosse dele, compartilhando do mesmo sentimento e objetivos que o dono daquela organização, ou a alta administração, tem.

Zela pelo dinheiro da empresa como se fosse dele, tratando tudo com muita responsabilidade.
O líder que tem “sentimento de dono” faz acontecer – e o faz de forma correta, afinal, a empresa “é dele”. Trabalha para que a empresa efetivamente prospere, tenha lucro, seja estável e, claro, cresça.

As empresas que querem atender às expectativas de seus acionistas, crescer mais rápido ou ser uma referência no mercado em que atuam, buscam executivos assim, que querem ser “donos da empresa. Elas esperam que este líder goste e saiba trabalhar em equipe.

Que não tenha dificuldade de promover e se inserir em práticas colaborativas porque sabe olhar a empresa como um todo. E mais: que se disponha, até mesmo, a melhorar o desempenho de áreas e projetos que, a princípio, nem faziam parte de suas atribuições.

Este líder consegue influenciar sua equipe, e não simplesmente comandar e impor regras. Com isso, consegue tirar o melhor de cada liderado porque se coloca até mesmo como um facilitador. Ele tem motivação, produtividade e interesse em evoluir junto com a organização que lidera.

Há um aspecto que vai além de tudo isso. O líder “com sentimento de dono” é a pessoa de confiança do dono da empresa. Ser confiável é ter a capacidade de deixar o dono da empresa, seus sócios e acionistas, tranquilos. E essa tranquilidade vem da certeza de que o líder está defendendo a empresa de forma ética e correta, respeitando, preservando – e até aumentando – o investimento que foi feito nesta organização.

Confiabilidade é algo que se desenvolve não só pela atuação cotidiana, mas também pelo relacionamento do líder com o empresário que o contratou. Ao contrário do que muitos pensam, a confiança não vem apenas com o tempo de empresa, mas principalmente, pela sintonia e empatia que alimentam esta relação.

Ser confiável se traduz em agir com honestidade e transparência em todos os sentidos. Trazer para a empresa colaboradores que também sejam confiáveis, além de agregar com suas aptidões técnicas específicas, habilidades e conhecimento. É agir, sempre, com transparência e honestidade.

Vale lembrar que não basta a empresa querer lideranças com “sentimento de dono”. É preciso criar um ambiente favorável para que estas pessoas atuem como donos, ou seja, dar espaço para que apresentem inovações e novas ideias; comunicar de forma clara e transparente os processos, as metas e objetivos a serem alcançados; promover uma política que inclua todos os colaboradores; e abolir a hierarquia cega que engessa e afasta lideranças de liderados.

E já que não basta apenas conquistar líderes com sentimento de dono, mas também saber retê-los, é igualmente importante dar ao líder autonomia, feedbacks e reconhecimento às suas conquistas. Só assim ele permanecerá interessado na empresa e no seu desenvolvimento pessoal; motivado em formar boas equipes; resiliente quando se deparar com eventuais erros e insucessos; e o principal: comprometido com a sustentabilidade do negócio.

Marcelo Tertuliano é mestre em Administração de Empresas

Conteúdo exclusivo para assinantes!

Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

Matérias exclusivas, infográficos, colunas especiais e muito mais, produzido especialmente pra quem é assinante.

Apenas R$ 9,90/mês
Assinar agora
esqueceu a senha?

últimas dessa coluna


Exclusivo
Tribuna Livre

O custo socioeconômico da “imobilidade” urbana no Brasil

Um estudo realizado pela Associação Nacional de Transportes Públicos (ANTP) mostra que o custo socioeconômico da “imobilidade” urbana no Brasil cresceu 7% em um ano e se aproxima de meio trilhão de …


Exclusivo
Tribuna Livre

A engenharia muda o mundo e está em tudo o que nos cerca

Com o ritmo acelerado da vida contemporânea, quase nunca nos sobra tempo para refletir sobre o mundo a nossa volta. Mas, se pararmos para pensar, concluímos que a engenharia está em tudo o que nos …


Exclusivo
Tribuna Livre

Ineditismo e vanguarda: o Marco Regulatório das Startups

Foi publicada, no último dia 26 de novembro, a Lei Complementar Estadual nº 929/2019, de iniciativa do Governador do Estado, que institui instrumentos e procedimentos para o fomento às parcerias …


Exclusivo
Tribuna Livre

Sábio é quem aprende com a experiência alheia

Na semana passada, tivemos por aqui, nos Estados Unidos, a celebração do famoso feriado de Thanksgiving (Dia de Ação de Graças, destinado a agradecer a Deus os bons acontecimentos do ano). Aproveitam…


Exclusivo
Cidades Tribuna Livre

É preciso priorizar a mobilidade das pessoas e não dos veículos

Todos querem viver numa cidade que ofereça uma boa qualidade de vida. Para tanto, faz-se necessário compreendermos a “mobilidade peatonal”, reconhecendo os pedestres nos planejamentos estratégicos …


Exclusivo
Tribuna Livre

Por que o Tribunal de Contas deu certo

O Tribunal de Contas do Espírito Santo completou 62 anos de existência em 2019. Por desairosa que seja, a verdade é que, ao longo do tempo, consumiu imensos recursos públicos em ajustes políticos que …


Exclusivo
Tribuna Livre

Os jogos precisam ser legalizados no Brasil

O ano era 1946. No dia 30 de abril, foi publicado o Decreto Lei 9215 que proibiu os (erroneamente) denominados jogos de azar. Os fundamentos da proibição? Que a repressão aos jogos de azar é um …


Exclusivo
Tribuna Livre

O ônus do Judiciário e o Legislativo que joga para a plateia

Não é a primeira vez, e certamente não será a última, que vivenciamos certas articulações, no núcleo do poder, com o objetivo, simplesmente, de tentar limpar imagens manchadas e acalmar os ânimos da …


Exclusivo
Tribuna Livre

Comer bem para viver bem

Mesmo antes das muitas descobertas científicas que revolucionaram o entendimento sobre o funcionamento do corpo humano; a correlação entre alimentação, atividades físicas e condições de saúde já era …


Tribuna Livre

Raízes capixabas de Ayrton Senna

Ayrton Senna da Silva marcou nossas manhãs de domingo e fazia-nos sentir mais brasileiros, numa época de muito descrédito com o país, por sua ousadia, destreza e espírito de campeão. Tornou-se ídolo …


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados