search
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Justiça inocentou Luiz Durão, afirma defesa

Notícias

Política

Justiça inocentou Luiz Durão, afirma defesa


Ex-deputado Estadual Luiz Durão (PDT) (Foto: Dayana Souza / AT)
Ex-deputado Estadual Luiz Durão (PDT) (Foto: Dayana Souza / AT)

O advogado de defesa do exdeputado estadual Luiz Durão (PDT), Jovacy Peter, afirmou ontem que a Justiça decidiu inocentar o ex-parlamentar no processo em que ele foi acusado de estuprar uma adolescente de 17 anos em janeiro deste ano.

De acordo com a defesa, a decisão deve ser publicada hoje pelo Tribunal de Justiça. Peter destacou que a magistrada responsável pelo julgamento considerou improcedentes as alegações apresentadas pelo Ministério Público do Estado (MP-ES), que reforçavam a acusação contra o ex-deputado. O caso está em segredo de Justiça.

Pessoas próximas a Durão contaram à reportagem que ontem ele passou o dia ligando para os amigos para falar sobre a novidade, em tom de comemoração. Na época do suposto crime, Durão exercia o último mês como deputado e, a partir de fevereiro, se tornaria o primeiro-suplente de sua coligação.

Em janeiro deste ano, o deputado chegou a ficar preso por 43 dias no Quartel do Comando Geral do Corpo de Bombeiros, em Vitória, após ter a liberdade negada em audiência de custódia.

Em maio, o parlamentar compareceu ao Fórum Criminal da Serra, para depor sobre o caso, mas deixou o local sem dar detalhes.

Motel

O ex-deputado Luiz Durão foi flagrado ao sair de um motel, na Serra, acompanhado da adolescente de 17 anos.

Na ocasião, a menor chegou a dizer à polícia que pegou uma carona com o ex-parlamentar até Vitória, onde se encontraria com amigos em um shopping. No depoimento, a jovem disse que foi levada ao motel sem seu consentimento, onde teria sido estuprada.

Em sua defesa, o deputado confirmou que deu carona à jovem, a pedido da mãe dela, mas que no meio do caminho sentiu um desconforto intestinal e perguntou à adolescente se podia entrar no motel para ir ao banheiro.

A reportagem tentou contato com Durão ontem, mas ele não respondeu às chamadas. A defesa da jovem não foi localizada.


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados